Timon sedia o 1° Workshop Das Comunidades Terapêuticas do Maranhão

28.7.15
O prefeito Luciano Leitoa esteve presente e reiterou o apoio da Prefeitura às políticas de valorização da pessoa

A Prefeitura de Timon participou na manhã da última sexta-feira (24/07) do Primeiro Encontro Das Comunidades Terapêuticas do Maranhão, realizado na Fundação Cidadania. Devido aos incentivos em políticas de combate às drogas, o município foi escolhido para sediar o primeiro Workshop das comunidades do Estado. O evento é uma realização da Federação Norte e Nordeste de Comunidades Terapêuticas (FENNOCT) com apoio da Prefeitura Municipal de Timon. 

"Temos a certeza de que os trabalhos desenvolvidos pelas comunidades terapêuticas precisam de apoio do poder público e Timon está de portas abertas para a FENNOCT. Sabemos que alguns locais só enxergam as consequências e não se atentam para as causas e é isso que estamos transformando em nossa cidade. Não é de hoje o nosso incentivo às políticas públicas de valorização da pessoa", pronunciou o prefeito Luciano Leitoa.

Os trabalhos de quatorze comunidades, de diferentes locais (São Luís; Bacabal; Açailândia; Pinheiros; Coroatá), foram apresentados. Estiveram representadas as comunidades: Bom Samaritano; Casa de Davi; Cordeiro de Jesus; Casa da Mãe do Divino Amor; Fazenda da Paz de Timon; Fazenda da Esperança; Instituto Lugar De Ajuda; Leão de Judá; Monte Tabor; Nova Canaã; Projeto Resgate; Promic; Projeto Renascer e Vale de Bênção.

"O objetivo de reunir todas essas comunidades foi para proporcionar troca de experiências entre elas e esclarecê-las sobre os direitos e deveres das instâncias federais, estaduais e municipais", falou Célio Luís, fundador da Fazenda Paz.

Representando o Ministério Público do Maranhão, a promotora Glória Mafra, que também é presidente do Conselho Estadual De Políticas Sobre Drogas, falou: "Durante o governo Jackson Lago, conseguimos criar uma lei e um conselho de Políticas Públicas Sobre Drogas. Agora, na atual gestão do Governador Flávio Dino, estamos aguardando um posicionamento favorável da Secretaria Estadual de Planejamento para a criação de uma Subsecretaria Estadual, o que será um avanço, pois no Maranhão não existe nenhum órgão executivo voltado para a temática".

Os representantes também assistiram a uma palestra com o representante da Secretaria Nacional de Políticas Sobre Drogas de Brasília (SENAD), Lucas Aguiar, que falou da participação do poder público, da importância de um bom acolhimento por parte das comunidades aos assistidos e, principalmente, sobre os direitos dos acolhidos. Representantes do PROERD do vizinho Estado do Piauí também se fizeram presentes.

0 comentários:

Postar um comentário