Bomba!!! Vereador Catulé denuncia na Câmara plano para privatizar o SAAE

7.4.15
Denúncia de Catulé é grave e, entre outras coisas, pode 
representar problemas para o quadro de servidores da autarquia
Uma denúncia com potencial catastrófico foi feita na sessão desta segunda-feira, 07, na Câmara Municipal de Caxias sobre a existência de um plano para privatizar o Serviço Autônomo de Águas e Esgotos – SAAE/Caxias.

O assunto foi levado ao conhecimento dos parlamentares pelo vereador Catulé (PSB) em contundente discurso na tribuna da Câmara.

Antes de tocar no assunto da suposta privatização do órgão, o edil oposicionista resgatou o histórico do SAAE desde quando este era comandado pela Fundação FSESP, “que naquela época não existia corrupção”, lembrou o parlamentar continuando seu relato até chegar aos dias de hoje, “onde o pai do prefeito trata aquela autarquia como propriedade sua”.

O oposicionista alega que soube do assunto por advogados de Brasília e que temia, entre outras coisas, “pelo destino dos funcionários do órgão, que estão ali há 10, 15 e até 30 anos, mas que podem ser surpreendidos com uma drástica mudança nas relações trabalhistas”.

O temor de Catulé faz sentido, como ele mesmo enfatizou em seguida. “Já temos os servidores da administração que deixaram de ser do município e hoje estão numa cooperativa, uma tal de Copemar, que ninguém conhece”, lembrou Catulé citando ainda o caso da Citéluz, “que controla a privatização do setor elétrico do município”.

As recentes conquistas do SAAE foram abordadas pelo parlamentar, como a captação de recursos via Codevasf e governo federal, que melhoram o sistema de abastecimento d’água do município. “Mas existem também os problemas, pois estamos vendo nos últimos anos um crescente aumento de canos estourados e recentemente até denúncias de que falta cloro no órgão chegam até nós”, pontuou o vereador.

Temos exemplos Brasil afora de casos de privatização de SAAEs, que a exemplo da Cemar, que foi privatizada e presta um péssimo serviço à sociedade, podemos sofrer o mesmo em nossa cidade”, disse Catulé conclamando os demais colegas a ficarem vigilantes no assunto.

O fato do SAAE de Caxias ser superavitário, ou seja, dá lucros, foi outro ponto questionado pelo parlamentar. “Por que vender uma empresa que dá lucros?”, indagou Catulé finalizando dizendo-se não acreditar que isso, a privatização, aconteça. “Não quero acreditar que o prefeito da nossa cidade tenha coragem de vender essa importante empresa que dá lucros ao município”.

É extremamente grave a denúncia feita por Catulé. Embora tenha passado despercebido de todos, na mesma sessão que Catulé denunciou um plano para privatizar o SAAE, aportou na Câmara um Projeto de Lei criando o Conselho Municipal de Saneamento Básico, que é um dos pré-requisitos para que o órgão possa ser privatizado.

Apesar de ser uma exigência do governo federal a criação desse Conselho para que a autarquia possa captar recursos da união, sua formação também antecede a privatização da empresa de abastecimento de água.

Já fiz várias denúncias ao Ministério Público contra os desmandos existentes na cidade e irei continuar meu trabalho de defender os interesses do povo de Caxias”, disse Catulé ao final da sessão em contato com o titular do blog.

2 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    é so arrochar catule, o homen manda.

  1. Anônimo disse...:

    e o CONCURSO NO SAAE NADAAAAAAAAAAAA...................

Postar um comentário