Conseguiu!!! Super-homem das últimas eleições dá uma de Chapolin Colorado e agora é assessor da Câmara: “Não contavam com a minha astúcia...”

16.9.21

Não se saindo bem como Super-homem nas últimas eleições, Medeiros parece ter incorporado
outro personagem da ficção, o Chapolin Colorado, que usava o inesquecível slogan “não contava
com a minha astúcia” e agora é assessor da Câmara


“Incorruptível”, “invendável”, “fiscal dos recursos públicos”, “Super-homem”. Foram muitos os adjetivos atribuídos ao então candidato a vereador Adriano Medeiros nas últimas eleições municipais.

Usando as redes sociais intensamente, Adriano Medeiros fez um barulho enorme na internet na tentativa de viabilizar seu nome para o escrutínio dos eleitores caxienses.

“Chama o fiscal”, dizia o mote final dos vídeos produzidos pelo então postulante ao cargo de vereador do município abordando o que ele, somente ele, acreditava ser irregularidade ou indício de algo ilícito na administração municipal. Até mesmo a obra da construção de uma praça esportiva no Parque da Cidade, suspensa por conta da pandemia, onde obviamente não se poderia ter atividade em ginásios poliesportivos devido a proibição de aglomerações, o então candidato produziu um vídeo denunciando a paralisação, o que mostrou sua total inaptidão para ocupar um cargo eletivo.

Na tentativa de chamar a atenção do eleitor, o então fiscal se aparamentou de Super-homem e no figurino do super-herói passou a gravar vídeos para sua campanha nas redes sociais, no que foi o momento mais patético daquela eleição.

Para mostrar ao eleitor que era diferente dos demais e merecia o voto para ser um dos legisladores da cidade, Medeiros gravou outro vídeo abdicando dos recursos do partido para custear sua campanha. Queria mostrar que fez a campanha com os recursos oriundos exclusivamente do seu suor.

Mas todo o barulho feito em 2020 não foi suficiente para o esforçado candidato a vereador conseguir algumas poucas centenas de eleitores para lhe outorgarem um mandato. Conseguindo apenas 57 votos, o Super-homem tupiniquim não superou a marca da eleição de 2016, onde havia convencido 100 almas bondosas, o que já tinha feito daquela performance anterior nas urnas um verdadeiro fiasco.

Embora não tenha obtido um mandato na Câmara como o Super-homem da campanha eleitoral, Adriano Medeiros parece que resolveu incorporar o espírito de outro super-herói, o Chapolin Colorado, que usava o marcante bordão “não contavam com a minha astúcia” para resolver seus problemas na ficção e agora, depois do insucesso como candidato a vereador, finalmente conseguiu adentrar o prédio da Câmara Municipal de Caxias com o pomposo cargo de assessor Especial.


Expertise / Nos stories do instagram do assessor político da Prefeitura
de Caxias, Sargento Moisés, Adriano Medeiros surgiu como assessor especial
da Câmara Municipal, onde supõe-se que os dois terão muito trabalho pela frente

Já foi visto na Câmara ajudando na realização do evento Setembro Amarelo e percorrendo os corredores da Casa do Povo vestindo terno e gravata, uma indumentária obrigatória apenas para os vereadores presentes nas sessões legislativas, mas que o esforçado assessor faz questão de mostrar sua diferença dos demais funcionários.

Com uma conta no aplicativo Instagram criada recentemente (junho) e, ao que parece, ou pelo menos sugere, voltada para o marketing digital, Medeiros afirma ter mais de 15 milhões de vendas no off (ganha um doce quem souber o que significa isso) e que é um estrategista de marcas e lançamentos.

Página criada por Adriano Medeiros em uma rede social para supostamente atuar
em marketing digital, o mesmo sugere ter + de 15 milhões de vendas em off (???)

Pelo currículo do rapaz, e por aparentemente ter deixado a tal carreira de estrategista de marcas e lançamentos em stand by, a Câmara Municipal de Caxias deve estar pagando um bom salário aos seus assessores para que os mesmos possam abdicar de afazeres tão promissores.

Embora apresentado nas redes sociais do ex-vereador Sargento Moisés como assessor especial da Câmara, a ‘posse’ do novo funcionário do legislativo ainda não aconteceu, o que pode ocorrer numa solenidade especial a altura do contratado.

Caso aconteça um evento para marcar a nova aquisição do parlamento caxiense, que os convidados, e mais especialmente as convidadas, tomem cuidado no uso de joias feitas com kriptonita, um mineral mortal para o Super-homem dos cinemas. Vai que aquela história de super-herói da última campanha eleitoral tenha algum fundo de verdade,vai ficar difícil para o serviço médico diagnosticar a origem de um inexplicável mal-estar.

Parabéns, Adriano!

Sua astúcia será lembrada nos próximos carnavais...

1 comentários:

  1. Sinteticamente, só resta dizer: " quem te viu e quem te ver" que vergonha!

Postar um comentário