Caxias já aplicou mais de 180 mil doses da vacina contra covid-19

24.9.21

Município totaliza 210.745 doses recebidas. 

A vacinação contra a covid-19 em Caxias continua e o município, nessa quarta-feira (22), chegou a marca de 180.283 doses já aplicadas.

De acordo com o vacinômetro, disponível no site www.caxiascovid19.com.br, Caxias totaliza 210.745 doses recebidas.

Locais de vacinação 

A aplicação da vacina contra Covid-19 está sendo realizada de segunda-feira a sábado, das 8h às 17h, no Ginásio de Esportes João Castelo, e de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, no Caxias Shopping Center. Para se vacinar é necessário apresentar um documento de identificação com foto e caderneta de vacinação.

Público-alvo

A vacina está disponível para o público de 12 anos e mais. Adolescentes devem estar acompanhados dos pais ou responsável no ato da aplicação.

Em relação à 3ª dose da vacina, na segunda-feira (20) teve início a aplicação para pessoas com 60 anos ou mais, que tenham tomado a segunda dose ou dose única há 5 meses, e imunossuprimidos (pessoas em quimioterapia para câncer, pessoas transplantadas de órgãos, pessoas com HIV/AIDS e pacientes em hemodiálise) que tenham tomado a segunda dose ou dose única há 28 dias.

(Fonte: Portal Noca)

Vereador Teódulo Aragão encaminha pedido de prorrogação do REFIZ por mais 60 dias

23.9.21

O Presidente da Câmara Municipal de Caxias, vereador Teódulo Aragão, fez uma indicação ao projeto de Lei para estender, por mais 60 dias, o REFIZ, onde os empresários caxienses, poderiam parcelar os seus impostos e ter desconto nos juros.

De acordo com Teódulo Aragão, o pedido se deu depois de uma conversa com empresários e com escritórios que representam, empresários caxienses. Sendo assim, a indicação foi feita, votada e aprovada por unanimidade, na Câmara Municipal.

Agora, a indicação será encaminhada para o executivo caxiense.

(Fonte: Portal Guanaré)

Equipe estrutural do Fundo de Previdência Social (FAPEN) de Aldeias Altas participa do 3º Congresso de Investimento RPPS, na cidade de Florianópolis (SC)

O Fundo de Previdência Social de Aldeias Altas - FAPEN,  através de sua equipe administrativa, jurídica, contábil e seus colaboradores da Futuro Preve, participaram do 3° Congresso de Investimento RPPS, realizado  pela Associação Brasileira de  Instituições de Previdência  Estaduais e Municipais de Previdência-ABIPEM, ocorrido nos dias 15 a 17 de setembro na cidade de Florianópolis (SC). O evento tratou sobre a aplicação e responsabilidade nos investimentos dos recursos de fundos de previdência dos RPPS, recursos que devem ser obrigatoriamente aplicados em carteira  de rentabilidade.

Vale destacar,  que o Congresso ofertado pela ABIPEM contou com os mais renomados  economistas do país e também com a participação de auditores  fiscais da Receita Federal  e membros do Ministério do Trabalho e Previdência,  estes  que por sua vez, expressaram suas preocupações com os RPPS que não seguem as normas da legislação previdenciária vigente. 


Diante do atual cenário de crise econômica e social no país, percebe-se a necessidade da qualificação dos RPPS. Com isso, a nova gestão do FUNDO DE PREVIDÊNCIA ressaltou a importância da participação em eventos desta magnitude, que permitem estimular a atualização de conhecimentos sobre diversos aspectos dos RPPS.
 

Segundo o prefeito Kedson Lima, o intuito é mostrar ao povo que a gestão  trabalha para assegurar os direitos previdenciários dos servidores  públicos municipais. Com isso, não  mede esforços em fornecer o suporte necessário para a equipe do FAPEN desenvolver seus trabalhos, e possam prestar um serviço de qualidade para os servidores aposentados e pensionistas.                                                      

A gestão trabalhando para todos mais uma vez fazendo a diferença em prol dos servidores inativos e ativos. 

(Da assessoria)

Em entrevista, Catulé Júnior anuncia pré-candidatura a deputado estadual, fala de rusgas com o prefeito Fábio Gentil e da sua atuação como secretário de turismo do MA

21.9.21

Secretário estadual do turismo, advogado de formação e um apaixonado por Caxias, Catulé Júnior concedeu uma entrevista nesta segunda-feira (20), ao programa Podcast Upload, onde falou sobre sua vida, o trabalho como secretário de Estado e também sobre sua disposição de disputar o mandato de deputado estadual nas eleições do próximo ano.

O programa, realizado na plataforma do youtube, tem feito sucesso em Caxias devido ao estilo inovador, sem a linguagem tradicional das emissoras de rádio e TV, pois é conduzido por Nei Lima e Noronha Filho, 2 jovens sem atuação profissional no jornalismo e produzido pela agência Criativo, uma produtora de vídeo de renome na cidade e que garante a qualidade da iniciativa inovadora.

De forma descontraída, como o estilo que o programa propõe, Catulé Júnior abordou sua trajetória de vida, sua atuação na Secretaria de Turismo do estado, onde atendeu um convite feito pelo governador Flávio Dino para iniciar o desafio da estaca zero, uma vez que a pasta não existia no organograma da administração.

A infância e adolescência em Caxias tomaram os primeiros minutos da entrevista, onde, com ar de saudade, lembrou das festas no Cassino Caxiense e da segurança que a cidade oferecia naquela época.

Sem um roteiro definido, a entrevista discorreu sobre assuntos variados, mas sendo a política o cerne principal.

Demonstrando uma certa rusga com o prefeito Fábio Gentil, onde o secretário estadual explorou o fato de hoje ter um certo distanciamento do chefe do Executivo, o detalhe acabou sendo o ponto nevrálgico da entrevista, onde, apesar de não ter falado em rompimento, pois não usou essa expressão, o assunto foi rapidamente explorado pela mídia local.

Sobre o distanciamento de Fábio Gentil, leia-se a dificuldade de acessibilidade ao mesmo, uma queixa recorrente entre os correligionários e motivo maior da insatisfação de muitos que orbitam no seu grupo político.

O contato com o universo político deu-se na primeira eleição disputada pelo pai, vereador Catulé, quando tinha apenas 7 anos de idade, lembrou Júnior.

Com uma capacidade de comunicação que cativa seus interlocutores, e que foi fundamental na formação do grupo que venceu as eleições municipais de 2016, Catulé Júnior anunciou que será, mais uma vez, candidato a deputado estadual (também foi candidato em 2014).

“Nosso estado passa por uma crise de representação política muito forte”, disse justificando sua candidatura e que, em 2018, abriu mão de ser candidato novamente “para manter a unidade do grupo”, comentou sobre o fato do pai do prefeito, José Gentil, tentar o retorno à política via uma candidatura a deputado estadual, cargo que já havia ocupado por várias oportunidades. “Foi uma decisão acertada, pois hoje me sinto mais preparado em todos os sentidos para representar nossa cidade e nossa região [que em 2018]”.

“Não é um projeto só meu, é um projeto de pessoas, de amigos que pensam na política da mesma forma que eu penso. Esse projeto está mais amadurecido”, declarou o secretário sendo questionado pelos entrevistadores de forma incisiva, se o projeto da candidatura era mesmo firme: “Sim, sou pré-candidato a deputado estadual”.

“Tenho feito alianças [políticas], tenho andado por todo o estado, sempre respeitando os limites legais”, declarou o secretário ressaltando que irá se desincompatibilizar do cargo em abril de 2022, prazo máximo dado aos agentes públicos que desejam participar das eleições do próximo ano.

Confira a entrevista na íntegra:

Governo do Estado revitaliza Parquinho da Avenida Litorânea

Mais um grande investimento em dos principais cartões postais de São Luís: a Avenida Litorânea. Agora foi vez do parquinho receber melhorias, que ao lado de outras ações do Governo do Maranhão na área, tem tornado o local melhor para turistas, praticantes de esportes e visitantes.

Entre os serviços realizados estão a recuperação, pintura, sinalização e reforma da mureta de proteção e da arena/anfiteatro. Além deste investimento, o Governo do Estado já realizou a reforma do Mirante, que hoje conta com um novo atrativo: a escultura da serpente, além da obra de prolongamento da avenida, em execução.

O secretário de Estado de Turismo, Catulé Júnior, explica que as obras na Avenida Litorânea integram a política do Governo do Maranhão de valorização de espaços públicos e turísticos. “A recuperação do ‘parquinho da litorânea’ fez parte do planejamento do Governo para melhorias nos atrativos turísticos que recebem grande fluxo de visitantes. A intervenção na Litorânea começou com a reforma do mirante e inauguração da escultura da serpente em julho, e agora concluímos mais uma etapa. Revitalizamos mais um belo local na nossa capital para lazer e contemplação do pôr do sol”, contou.

O próximo passo, em uma ação da Agência Executiva Metropolitana (AGEM), ainda nesse esforço de melhorar a região, é a recuperação do calçamento e da Estátua dos Pescadores e o serviço está em vias de licitação. Ainda para este mês, está prevista a entrega de uma das etapas do prolongamento da avenida, que resultará num trecho de 1.800 metros, ligando a Litorânea até o cruzamento da Avenida São Carlos, no Olho d’Água. (Da assessoria)

Com presença nas ruas e nas redes sociais, Teódulo Aragão estreita seu mandato com as demandas da comunidade

20.9.21

Forte presença de Teódulo Aragão nas redes sociais garante uma
interação maior com a comunidade

Seja participando de eventos em algum bairro da cidade ou prestigiando alguma atividade dos colegas da Câmara, o vereador e presidente da Câmara Municipal de Caxias, Teódulo Aragão, implementa um ritmo de trabalho nunca visto por nenhum outro ocupante da presidência da Câmara.

No último final de semana, Teódulo compartilhou, como costuma fazer regularmente, sua intensa rotina de trabalho com seus seguidores nas redes sociais.

No sábado, 18, Aragão se fez presente em evento realizado no bairro Teso Duro ao lado do vereador Durval Júnior, onde acontecia um “mutirão da saúde”, com a presença de médicos e enfermeiros, além de distribuição de sopão e uma equipe de pedagogas dando orientação sobre a importância da higiene pessoal e realizando brincadeiras de incentivo a higiene pessoal.  

Ainda no sábado, o presidente do legislativo acompanhou a equipe de vacinação contra covid-19 do município atuando no Ginásio de Esportes João Castelo. Teódulo destacou o esforço e o trabalho do prefeito Fábio Gentil em garantir uma vacinação rápida para garantir a manutenção da saúde dos caxienses. “Estou aqui mostrando a verdadeira realidade. O prefeito Fábio Gentil tem lutado muito para salvar as vidas dos caxienses”, destacou o parlamentar apresentando em vídeo a rotina dos profissionais e a população apta a tomar a vacina presente no local.

No domingo (19), ao lado do vereador Darlan Almeida, Teódulo se fez presente na 1ª Copa Caxias de Queimado. O evento visa desenvolver a prática esportiva da modalidade que, embora não tenha reconhecimento oficial, é bastante praticada na cidade.

No domingo bem cedo, através dos stories do aplicativo instagram, Aragão fez um convite aos seus milhares de seguidores para visitarem o balneário Veneza, um dos pontos turísticos mais aprazíveis da cidade e onde dezenas de famílias garantem seu sustento na venda de bebidas e alimentos.

Sua interação com os seguidores e a comunidade em geral via redes sociais garantem ao presidente da Câmara uma visibilidade que nenhum outro político na cidade jamais teve. A boa utilização dessa importante ferramenta de comunicação tem elevado o nome de Teódulo Aragão como importante ator político do município.

No caminho certo, TA adequa seu mandato com as novas gerações, onde a interação entre liderança e liderados garante o diferencial na política local.

Um bom debate (por José Sarney)

18.9.21

A Revolução de 30, a Carta de 1934, o Estado Novo, a Constituição de 46, o golpe de 1964 passaram por crises sucessivas

A Fundação Ulysses Guimarães, do MDB, promoveu um Seminário, não fulanizado, como dizia Marco Maciel, da maior importância para discutir a crise brasileira, suas raízes históricas e soluções futuras. Foi muito útil, e a presidência do Nelson Jobim, um dos mais preparados homens públicos do Brasil, deu o tom ao debate. Duas constatações foram unânimes: que vivemos sempre em crise e que estas sempre encontraram uma solução pacífica, característica do país.

Nunca vivemos a paz e a tranquilidade que gostaríamos de ter tido. Na Colônia os jesuítas foram várias vezes expulsos por defender a liberdade dos índios. A vida era, no testemunho fundamental de Antonil, um desastre de egoísmo. As revoltas se sucederam até chegarmos à de um homem que queria apenas servir, o Alferes, cuja confiança era no Brasil e não em Portugal.

No Brasil Reino se tentou logo a república, e as punições foram drásticas. Depois o príncipe-herói-pai-da-pátria-constitucional revelou-se um autocrata e, com seu filho, inventa um parlamentarismo disfuncional em que o príncipe-sábio-republicano derruba os governos com crises artificiais. E nada das duas questões essenciais do século XIX: o fim da escravidão pela educação e pela reforma agrária e o estabelecimento de uma federação.

A Constituição outorgada em 1824 foi rasgada por um grande soldado, fiel ao Imperador, mas possuído por um acesso de ciúme político. Sim, o povo assistiu bestializado à chegada da República, na frase de Aristides Lobo, e mais bestializados ficaram os políticos, pois, criada por um golpe de Estado, ela tinha esse defeito de nascença, o de não o ser pela vontade geral da nação.

A Revolução de 30, a Carta de 1934, o Estado Novo, a Constituição de 46, o golpe de 1964 passaram por crises sucessivas. Coube-me, por força do destino, comandar a Transição Democrática. Convoquei e garanti a Constituinte e fui o primeiro a jurar a Constituição de 1988. É a melhor que tivemos. Avisei, no entanto, sobre o risco da ingovernabilidade.

Montou-se, sob a sempre meritória repulsa à corrupção, uma guerra de destruição da política. A grande atingida foi a confiança nas instituições. O Legislativo, o Executivo e o próprio Judiciário tiveram seu prestígio esfacelado. O resultado foi a gravíssima crise econômica, sem saída à vista, pois qualquer caminho passa pela confiança destruída. Mas não deve ser esquecida a insegurança expressa em números — de assassinatos que superam os das maiores guerras contemporâneas e de presos por medidas cautelares; a educação, a ciência e a saúde destruídas; o desemprego e mais de 50 milhões de trabalhadores desamparados.

Todos esses problemas foram levantados, e a tônica maior foi a defesa da Democracia e nossa defesa extrema do Estado de Direito e do respeito à Constituição, que protege todos os direitos. E o Seminário continua com a discussão dos problemas com o objetivo de apresentar soluções e defendê-las.

Em resumo, agora continuamos nosso calvário de lidar com crises. Mas as Instituições estão consolidadas e atravessaremos, como sempre o fizemos, as nossas crises, agora o excesso delas, da política, dos partidos, da pandemia, da energia, das secas, das queimadas, da economia, da inflação e da autoestima.

O Brasil, vivendo sempre com crises em nossa História, aprendeu a resolvê-las.

(José Sarney, ex-presidente)

Projeto de lei exige apresentação de carteira de vacinação para frequentar estabelecimentos em Caxias

A vacina contra a Covid-19 pode se tornar obrigatória para frequentar locais públicos em Caxias, segundo o Projeto de Lei de autoria do vereador Teódulo Aragão (foto). Sendo aprovado, a medida valerá para restaurantes, bares, supermercados, academias, repartições públicas, dentre outros ambientes.

O parlamentar destaca que “Infelizmente, algumas pessoas têm se negado a tomar a vacina, colocando em risco a política de imunização e possibilitando o surgimento de variantes ainda mais perigosas e letais. Dessa forma, é relevante que o Poder Público exija a apresentação do comprovante de vacinação para que todos sejam incentivados a buscarem a imunização e para que se evite a circulação do vírus”, ressalta Teódulo Aragão.

Conforme o projeto, a comprovação da vacinação será realizada por meio da carteira de vacinação, com os registros necessários das doses exigidas pelas normativas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O autor do projeto explica que ainda existe uma negação quanto a vacina da Covid-19 e essa seria uma forma de incentivar  a imunização e proporcionar mais segurança para evitar a circulação do vírus.

(Fonte: Portal Guanaré)

(Rasteira à vista?) Após cafuné de Dino, Ferdinando Coutinho deixa Weverton Rocha em stand by, se anima em fotos com o governador, mas aliados em Caxias só falam no pedetista

17.9.21

Depois da rasteira dada em Márcio Honaiser em Caxias, grupo Coutinho dá todos os sinais de que a próxima vítima será o governador Flávio Dino

Conto do vigário - Acompanhado da primeira-dama Cláudia Coutinho, da deputada Cleide e
do ex-vereador Ironaldo, audiência com Ferdinando no Palácio dos Leões neste ano pareceu
ser uma demonstração clara de que a turma está inserida nos planos de Dino para 2022


Considerado até o início deste ano como um valoroso soldado do projeto “Weverton Rocha governador”, o prefeito de Matões, Ferdinando Coutinho (DEM), tomou uma estratégica distância do senador pedetista na claridade dos holofotes, mas tudo tem cara de ser só migué.

Irmão do saudoso Humberto Coutinho, Ferdinando é considerado por alguns, embora sem o mesmo poder político e capacidade de persuasão do falecido deputado, como herdeiro de parte do seu espólio eleitoral.

Demonstrando aos correligionários, pelo menos até o ano passado, uma certa aversão a Flávio Dino, Ferdinando não engolia o fato de não ser um frequentador assíduo do Palácio dos Leões. Além de não ser recebido nos Leões como uma importante liderança do Maranhão, o prefeito matoense via ao mesmo tempo seus adversários locais serem figuras de proa no governo, onde o ex-prefeito Rubens Pereira e seu filho, Rubens Júnior, estão no 1º escalão do poder estadual.

Sabendo que o ressentimento de Ferdinando era por conta de uma visita ao Palácio dos Leões, Flávio Dino o recebeu em agosto deste ano e tratou de obras no município. As tradicionais fotos do encontro foram divulgadas nos canais oficiais do governo e em diversos sites de notícias. Após esse primeiro encontro palaciano, as arestas entre Dino e Ferdinando passaram a dar todas as evidências que haviam acabado.

Com uma visita de Flávio Dino a cidade de Matões ainda em agosto, onde foram anunciadas a distribuição de mais de 8 mil cestas básicas do Programa Comida na Mesa, entrega de ambulância, kits esportivos, equipamentos do Programa Mais Renda e mais 6 quilômetros de asfalto no município, deixaram o prefeito Ferdinando em estado de graça e consolidou, ou pelo menos pareceu ter consolidado, a velha parceria entre Flávio e o grupo Coutinho. “O nosso governador trouxe muitas alegrias para nosso município, realizando obras e anunciando mais melhorias. Estamos com a cidade toda asfaltada e interligada com outros municípios e, na educação, temos o melhor cenário em anos. Escolas equipadas, novas e realmente dignas”, destacou o prefeito na oportunidade.

Pois bem, após o cafuné certeiro de Flávio Dino em Ferdinando, nunca mais se ouviu o prefeito matoense criticando o mesmo ou se expondo na frente das câmeras com a pré-candidatura de Weverton Rocha ao governo, o que levava a crer que o projeto pedetista em Matões tinha ido pras calendas gregas. Parecia...

Numa jogada milimetricamente calculada, até mesmo o evento realizado em Imperatriz, para oficializar o projeto do pedetista rumo a 2022, Ferdinando não deu as caras e muito menos enviou um representante.

Pronto. O aparente chega pra lá em Weverton Rocha deu ares de que o líder matoense estava inserido no projeto de Dino para a sua sucessão. Ledo engano. A distância para Weverton não veio acompanhada com a esperada aproximação com o vice-governador Carlos Brandão. Apenas Cleide Coutinho, que já está em processo de passagem do bastão para Cláudia Coutinho, ainda dá declarações rumo a Brandão, o que no jogo político é o mesmo que nada, haja vista que a mesma está deixando a política.  

Paralelo ao silêncio de Ferdinando sobre Weverton Rocha, seus correligionários em Caxias estão serelepes na divulgação da candidatura do pedetista ao governo.

A frente do projeto pedetista em Caxias estão o ex-vereador Ironaldo Alencar e o genro de Ferdinando Coutinho, que é vereador na cidade.

Embora o genro do prefeito de Matões seja do baixo clero na Câmara Municipal e insignificante no jogo político da cidade, sua ligação escancarada com Weverton Rocha mostra claramente os rumos do grupo.

Talvez por inexperiência, o deputado e secretário estadual Márcio Honaiser levou uma rasteira inesquecível dessa turma da princesa do sertão, quando gastou muita energia no apoio ao grupo oposicionista em 2020 e hoje chora o leite derramado.

Flávio Dino tem na rasteira do seu secretário um exemplo de como age o que sobrou do grupo Coutinho e que aquela história de manutenção da palavra morreu junto com o saudoso deputado Humberto.

O grupo Coutinho ocupa praticamente todos os cargos do governo do estado em Caxias, numa injusta divisão de poder político no município.

Abre o olho com essa turma, governador!!!

Prefeitura de Aldeias Altas e SEBRAE de mãos dadas com os empreendedores locais

Na ultima terça-feira (14), a Prefeitura de Aldeias Altas por meio da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio,  Emprego e Renda, em parceria com o SEBRAE, realizou um encontro de empreendedores locais, com o propósito de estreitar as relações entre o público alvo e as instituições presentes.

O evento contou com uma palestra motivacional, cujo o tema: "Ninguém supera a experiência do cliente", foi ministrada pelo palestrante, Diego Silva, empreendedor, escritor, com formação e especialização em marketing digital.

"Não há dúvidas de que esse é o caminho correto. Primamos para que o pequeno empreendedor possa caminhar independente, mas não sozinho, com tudo, a Prefeitura busca sempre um suporte e  juntamente com o SEBRAE, podemos apoiar e capacitar nossos pequenos comerciantes". Relatou o prefeito Kedson Lima (PL). 

O legislativo de Aldeias Altas segue apoiando a Gestão Trabalhando para Todos. “Podemos observar o empenho de nosso prefeito, em sempre buscar incentivar e ofertar o suporte necessário para a qualificação profissional do nosso povo. Eu acredito na força do pequeno negócio, e na sua importância para geração de emprego e renda, circulando no município. A Câmara de Vereadores, sempre estará pronta para fortalecer projetos de incentivo como este para nossa gente”. Relatou a vereadora Fernanda Bacelar, Presidente da Câmara Municipal de Vereadores.

O evento, também contou com a presença de Joabe Barros, Assistente do SEBRAE e que junto aos demais, reiterou sobre a importância dos empreendedores estarem legalmente formalizados.

(Da assessoria)

Vereador Catulé destaca os 34 anos de fundação da APAE/Caxias

Vereador Catulé recebendo o titulo de sócio benemérito da APAE

Na manhã dessa quarta-feira (15), o vereador Catulé usou o pequeno expediente da Câmara Municipal (assista vídeo abaixo) para enaltecer os 34 anos de serviços prestados pela APAE caxiense.

Catulé, que foi agraciado com um título de sócio honorífico daquela instituição, no último domino (12), disse que “a APAE de todo o país é para dar assistência aos menos favorecidos da sorte, aqueles que não têm condições de dar um tratamento adequado para os seus filhos e os mais necessitados, até porque o tratamento é caro e precisa de especialistas de alto nível. Aqueles que precisam da APAE Caxias nem o SUS têm”.

“Lá eu assisti, como todos os convidados, o relato do Jerônimo do início até a chegada dos 34 anos. E hoje nós assistimos aquela instituição, como eu disse em meu discurso, sendo laboratório, servindo de exemplo para outras cidades; como a distinta Tutoia, que veio buscar lições para poder instalar uma APAE lá”, observou o parlamentar.

Conforme o vereador, “a instituição cresceu a tal ponto no município que hoje o Jerônimo faz parte do Conselho Nacional das APAEs. A APAE de Caxias cresceu e com isso tirou das costas do município muitos e muitos atendimentos, porque a APAE é especialista em dar assistência a pessoas especiais”.

Ele lamentou um discurso feito no mês passado pelo ministro da Educação, “que tem que dar os melhores exemplos, dizer que não é possível a escola ter dentro da sala de aula aluno especial. A APAE não faz essas diferenças”.

Vereador Catulé lembrou quando a APAE começou, em um galpão, e ele teve a felicidade de contribuir, na década de 80, apresentando uma lei municipal que a tornou entidade de Utilidade Pública. 

"Hoje, a APAE atende neurologia, neuropediatria, ortopedia, otorrinologia, fisiatria, fisioterapia, terapia ocupacional, fonoaudiologia, psicopedagogia, clínica, nutrição, enfermagem, psicologia, assistência social, psiquiatria, pedagogia, dispersão de OPMs, exame de radiometria, logoaudiometria, imitanciometria, BERA e teste de orelhinha. “Essa instituição tem um atendimento que nem a nossa rede municipal tem. Então, se eu já tinha admiração por aquele trabalho, saí de lá mais consciente que o nosso município é importante em vários setores”, acrescentou.

Catulé finalizou deixando um abraço afetuoso para os funcionários da APAE, não só ao Jerônimo, “que vem carregando com sua família ao longo dos 34 anos e perdeu nesse ano duas peças importantes: dona Alzira, sua esposa, e o colega [Uaryni] que dava os primeiros passos no legislativo, com pernas fortes e decisões inteligentes”.

Em tempo

No evento alusivo aos 34 anos de fundação da APAE Caxias, o vereador Catulé recebeu um diploma de sócio benemérito da instituição.

Conseguiu!!! Super-homem das últimas eleições dá uma de Chapolin Colorado e agora é assessor da Câmara: “Não contavam com a minha astúcia...”

16.9.21

Não se saindo bem como Super-homem nas últimas eleições, Medeiros parece ter incorporado
outro personagem da ficção, o Chapolin Colorado, que usava o inesquecível slogan “não contava
com a minha astúcia” e agora é assessor da Câmara


“Incorruptível”, “invendável”, “fiscal dos recursos públicos”, “Super-homem”. Foram muitos os adjetivos atribuídos ao então candidato a vereador Adriano Medeiros nas últimas eleições municipais.

Usando as redes sociais intensamente, Adriano Medeiros fez um barulho enorme na internet na tentativa de viabilizar seu nome para o escrutínio dos eleitores caxienses.

“Chama o fiscal”, dizia o mote final dos vídeos produzidos pelo então postulante ao cargo de vereador do município abordando o que ele, somente ele, acreditava ser irregularidade ou indício de algo ilícito na administração municipal. Até mesmo a obra da construção de uma praça esportiva no Parque da Cidade, suspensa por conta da pandemia, onde obviamente não se poderia ter atividade em ginásios poliesportivos devido a proibição de aglomerações, o então candidato produziu um vídeo denunciando a paralisação, o que mostrou sua total inaptidão para ocupar um cargo eletivo.

Na tentativa de chamar a atenção do eleitor, o então fiscal se aparamentou de Super-homem e no figurino do super-herói passou a gravar vídeos para sua campanha nas redes sociais, no que foi o momento mais patético daquela eleição.

Para mostrar ao eleitor que era diferente dos demais e merecia o voto para ser um dos legisladores da cidade, Medeiros gravou outro vídeo abdicando dos recursos do partido para custear sua campanha. Queria mostrar que fez a campanha com os recursos oriundos exclusivamente do seu suor.

Mas todo o barulho feito em 2020 não foi suficiente para o esforçado candidato a vereador conseguir algumas poucas centenas de eleitores para lhe outorgarem um mandato. Conseguindo apenas 57 votos, o Super-homem tupiniquim não superou a marca da eleição de 2016, onde havia convencido 100 almas bondosas, o que já tinha feito daquela performance anterior nas urnas um verdadeiro fiasco.

Embora não tenha obtido um mandato na Câmara como o Super-homem da campanha eleitoral, Adriano Medeiros parece que resolveu incorporar o espírito de outro super-herói, o Chapolin Colorado, que usava o marcante bordão “não contavam com a minha astúcia” para resolver seus problemas na ficção e agora, depois do insucesso como candidato a vereador, finalmente conseguiu adentrar o prédio da Câmara Municipal de Caxias com o pomposo cargo de assessor Especial.


Expertise / Nos stories do instagram do assessor político da Prefeitura
de Caxias, Sargento Moisés, Adriano Medeiros surgiu como assessor especial
da Câmara Municipal, onde supõe-se que os dois terão muito trabalho pela frente

Já foi visto na Câmara ajudando na realização do evento Setembro Amarelo e percorrendo os corredores da Casa do Povo vestindo terno e gravata, uma indumentária obrigatória apenas para os vereadores presentes nas sessões legislativas, mas que o esforçado assessor faz questão de mostrar sua diferença dos demais funcionários.

Com uma conta no aplicativo Instagram criada recentemente (junho) e, ao que parece, ou pelo menos sugere, voltada para o marketing digital, Medeiros afirma ter mais de 15 milhões de vendas no off (ganha um doce quem souber o que significa isso) e que é um estrategista de marcas e lançamentos.

Página criada por Adriano Medeiros em uma rede social para supostamente atuar
em marketing digital, o mesmo sugere ter + de 15 milhões de vendas em off (???)

Pelo currículo do rapaz, e por aparentemente ter deixado a tal carreira de estrategista de marcas e lançamentos em stand by, a Câmara Municipal de Caxias deve estar pagando um bom salário aos seus assessores para que os mesmos possam abdicar de afazeres tão promissores.

Embora apresentado nas redes sociais do ex-vereador Sargento Moisés como assessor especial da Câmara, a ‘posse’ do novo funcionário do legislativo ainda não aconteceu, o que pode ocorrer numa solenidade especial a altura do contratado.

Caso aconteça um evento para marcar a nova aquisição do parlamento caxiense, que os convidados, e mais especialmente as convidadas, tomem cuidado no uso de joias feitas com kriptonita, um mineral mortal para o Super-homem dos cinemas. Vai que aquela história de super-herói da última campanha eleitoral tenha algum fundo de verdade,vai ficar difícil para o serviço médico diagnosticar a origem de um inexplicável mal-estar.

Parabéns, Adriano!

Sua astúcia será lembrada nos próximos carnavais...

Câmara Municipal de Caxias lança edital de convocação para remarcação da audiência pública com Equatorial

15.9.21

A Câmara de Vereadores de Caxias remarcou para o próximo dia 18 de outubro, às 9h da manhã, a audiência pública que tratará de assuntos relacionados ao fornecimento de energia elétrica pela Companhia Energética do Maranhão, empresa do Grupo Equatorial. 

Segue abaixo o edital de convocação para a nova data:

De personalidade forte, Cleide Coutinho demonstra resiliência e deixará a política pela porta da frente

14.9.21
Saindo da vida político/partidária praticamente sem opção, Cleide Coutinho
demonstra uma resiliência que muitos não conheciam


Em meados deste ano, mais precisamente em junho, pipocou em blogs Maranhão afora a substituição de Cleide Coutinho por outro nome da família como candidato (a) a deputado (a) estadual.

Primeiro a puxar a conversa de que a família teria outro nome para disputar a Assembleia Legislativa foi o prefeito de Matões, Ferdinando Coutinho. Num evento naquela cidade, Ferdinando bradou que seu irmão, engenheiro Eugênio Coutinho, seria o indicado. Ferdinando nem chegou a citar o nome da cunhada e nem falou em substituição, abordou apenas que a partir daquele 26 de junho de 2021, seria o irmão caçula o seu candidato a deputado estadual conforme publicado no blog do Ludwig (veja aqui e aqui).

Aquela altura do campeonato, Cleide Coutinho nunca havia se manifestado.

Apesar de não ter se manifestado sobre abdicar do direito de se candidatar a reeleição, o que se viu após a primeira manifestação do prefeito de Matões foi uma sucessão de notas em vários blogs falando abertamente sobre o assunto, onde os escribas, certamente recompensados com tais publicações, imputavam a Cleide Coutinho declarações que ela nunca havia dado. “A deputada estadual Cleide Coutinho (PDT) anunciou, neste último final de semana, que não disputará a reeleição ano que vem...”, repetiam a exaustão os releases compartilhados na blogosfera sem, no entanto, apresentar um vídeo ou um áudio da deputada anunciando tal ato após uma suposta reunião da família. Nem mesmo uma nota oficial do seu gabinete foi publicada nas contas oficiais dando conta do assunto, o que mostrou no mínimo uma falta de respeito para com a maior interessada.

Assim que se deu conta do tamanho do investimento que teria que fazer para se aventurar na política partidária, Eugênio refugou a ideia e sua candidatura não durou mais que 1 semana.

Declarações atribuídas a Cleide Coutinho divulgadas em diversos blogs nunca foram dadas pela mesma


Com a desistência do caçula da família, e ainda sem nenhuma manifestação oficial da deputada Cleide, Ferdinando tira da cartola outra solução caseira e lança sua esposa Cláudia como a nova candidata a deputada.

Os dias se passaram e a esperada declaração oficial de Cleide Coutinho sobre sua desistência não aconteceu. Sua assessoria parlamentar continuou a publicar as ações como deputada e intensificou a exposição das atividades políticas em diversos municípios.

Até mesmo os correligionários mais próximos de Cleide e do saudoso Humberto Coutinho, de onde se esperava algum tipo de manifestação em defesa da manutenção de sua candidatura, nada se ouviu dessas vozes que muito devem a memória do outrora grande líder.

De personalidade forte no trato de questões pessoais e empresariais, Cleide Coutinho era ao mesmo tempo a ternura e o encanto do esposo Humberto, que com ele construiu o alicerce político e financeiro do poder hoje ostentado pelo clã.

Apesar da forma como foi tratada nesse imbróglio político/familiar, CC mostrou uma resiliência que muitos não sabiam que a mesma tinha. Aos poucos está passando o bastão para a esposa do prefeito de Matões conforme os novos interesses familiares.

Em política é comum a comparação entre candidatos, sejam eles adversários ou não.

Cleide Coutinho tem um currículo invejável.

As vezes não é bom comparar currículos...

Desrespeito ou ineficiência? Audiência pública para tratar péssimo atendimento da Companhia Energética do Maranhão em Caxias não acontece por falta de energia

13.9.21

Passou do limite do aceitável a péssima prestação de serviço feita pela Equatorial Energia na cidade de Caxias. 

Quando da tentativa de realização de uma Audiência Pública na Câmara Municipal para tratar justamente do atendimento da referida empresa na cidade nesta segunda-feira, 13, a mesma não aconteceu pelo simples fato de que faltou energia na sede do legislativo caxiense assim como nas imediações do prédio.

Muitos acharam que poderia ser proposital a falta de energia, mas essa versão não pode ir muito longe, uma vez que esse tipo de apagão é comum em vários pontos da cidade, o que remete a constatação de que a Equatorial Energia tem muito a esclarecer aos caxienses.

Embora tenha conseguido um providencial adiamento da audiência pública, a Câmara Municipal de Caxias não pode deixar que a Equatorial Energia passe incólume pelos vexames provocados frequentemente no município.

Após o inusitado ocorrido, o presidente do legislativo, Teódulo Aragão, lançou nota lamentando o incidente, bem como a ausência dos representantes da Equatorial Energia no horário previsto para a realização da audiência pública, e afirmou que “adotará as devidas providências legais cabíveis contra a mencionada empresa, para salvaguardar os mais caros interesses de nossa comunidade”.

(Lembram dele?) Entusiasmado apoiador de Adelmo Soares para prefeito, Márcio Honaiser esperava reciprocidade em 2022 para deputado federal, mas vai pegar rasteira da turma de Caxias

Figurinha fácil em Caxias nas últimas eleições, Márcio Honaiser foi esquecido pelos antigos
amigos da princesa do sertão

Boa praça, conversa agradável, deputado estadual e secretário do governo Flávio Dino, o próspero empresário de Balsas, Márcio Honaiser, tem tido até o momento uma carreira de sucesso na política maranhense.

Sua trajetória de vida o alçou a condição de liderança no PDT e postulante ao mandato de deputado federal nas eleições vindouras.

Com folga de caixa e um currículo impecável, Márcio esbarrou na turma de Caxias e está prestes a pegar uma rasteira de Los Hermanos que irá lhe fazer repensar toda a sua estratégia na disputa por uma difícil cadeira na Câmara dos Deputados.

Convencido por coisa de pouco mais 500 motivos, Márcio Honaiser desembarcou afoito nas tórridas terras caxienses nas últimas eleições municipais confiante que por aqui faria um bom negócio.

Era live com Adelmo Soares num dia e comício em outro. As reuniões com Cleide Coutinho para tratar de ações do governo em Caxias se tornaram frequentes durante aquele corrido ano de 2020, onde Honaiser não economizou sola de sapato nas suas andanças na princesa do sertão.

Embora com o aliado Adelmo Soares sofrendo uma fragorosa derrota, Honaiser esperava um mínimo de reconhecimento pelo seu ‘robusto’ apoio naquele pleito, onde um bocadinho de votos seria muito bem vindo como recompensa nas eleições subsequentes.

Mas eis que o secretário gente boa não previu que, junto com o infortúnio eleitoral de Adelmo Soares em 2020, veio também o temor de derrota na sua reeleição, fato este que mudou radicalmente os planos traçados naquele já longínquo pleito passado.

Trabalhando no módulo sobrevivência, os instintos de AS farejaram no nome de Felipe Camarão uma válvula de escape para 22.

Agora filiado ao Partido dos Trabalhadores, o secretário estadual de Educação é nome certo para deputado federal, onde a onda Lula no Maranhão poderá lhe garantir uma votação estrondosa, o que aumenta as chances de quem pegar carona ao seu lado, fato este percebido instantaneamente por Adelmo Soares e que o fez desfazer qualquer acordo acertado anteriormente com o abastado empresário do sul do Maranhão.

Celebrado e idolatrado pelos correligionários de Soares em Caxias, Camarão agora é nome doce na boca dessa turma, que nem lembra mais que um dia Márcio Honaiser esteve todo serelepe em Caxias apoiando o mesmo Adelmo para prefeito de Caxias.

Só que não são totalmente alvissareiras as boas novas vindas com a parceria entre Adelmo Soares e Felipe Camarão.

Mesmo como potencial candidato a deputado federal, e desde já favorito a ser um dos mais votados, Camarão pode também ser a carta na manga de Flávio Dino na disputa pelo governo do Estado.

No imbróglio envolvendo o vice-governador Carlos Brandão e o senador Weverton Rocha, para saber quem será o indicado por Flávio Dino como candidato a governador, são grandes as possibilidades do atual governador não se afastar do cargo e indicar Felipe Camarão como nome do seu grupo, o que tem poder para acabar com a disputa entre Weverton e Brandão pelo cargo. Com esse cenário, Adelmo novamente estaria num mato sem cachorro e a procura de uma alma redentora para dividir o palanque.  

Já a deputada Cleide Coutinho, que dividia com AS a recepção ao secretário Márcio Honaiser na cidade, também fazia parte do pacote político celebrado no ano passado e também o apoiaria para a Câmara dos Deputados.

Como já é do conhecimento de todos, Cleide Coutinho pode não se candidatar a reeleição, onde a esposa do prefeito de Matões, Cláudia Coutinho, tentará a sorte na disputa por uma cadeira na Assembleia, o que, de certa forma a exime do compromisso acertado em 2020, uma vez que não estará mais na urna eletrônica no próximo ano.

Resumo da ópera: com uma trajetória de sucesso e com caminhos bem traçados na política, Márcio Honaiser terá que fazer terapia depois da rasteira recebida pela turma de Caxias, que mostrou a ele com quantos paus se faz uma canoa e que, na política, seguro morreu de velho.

Vem aí nova pesquisa Escutec…

11.9.21

Terceira rodada do levantamento encomendado pelo Grupo Mirante sobre a preferência do eleitor maranhense para o Governo do Estado será divulgada até o final de setembro

Weverton e Roseana têm ocupado as primeiras posições nas pesquisas do Instituto Escutec já
realizadas para o Grupo Mirante

A terceira rodada da pesquisa Escutec/Grupo Mirante sobre a preferência do eleitor maranhense  para o Governo do Estado nas eleições de 2022 será divulgada até o fim de setembro. 

A Escutec já realizou em 2021 duas pesquisas para o Grupo Mirante – em março e em junho – que apontaram liderança da ex-governadora Roseana  Sarney (MDB) e do senador  Weverton Rocha (PDT).

No total, serão quatro pesquisas Escutec, com a última de 2021 sendo divulgada em dezembro.

A partir de janeiro de 2022, o instituto deve continuar com seus levantamentos para o Grupo Mirante.

Mas já dentro das novas regras eleitorais estabelecidas para o processo eleitoral do ano que vem.

(Fonte: Blog do Marco D’Eça)

Prefeitura de Caxias (MA) abre oficialmente a Campanha Setembro Amarelo nesta sexta-feira (10)

10.9.21

Nesta sexta-feira (10), Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, a Prefeitura de Caxias, através da Secretaria Municipal de Saúde e da Rede de Atenção Psicossocial, vai realizar a abertura oficial da Campanha Setembro Amarelo, mês dedicado a valorização da vida. O evento acontecerá no Mirante da Balaiada, às 17h30.

A ação contará com a presença de autoridades do município, músicas de acolhimento, ato solene de abertura da Campanha, entre outras intervenções. É importante lembrar que o público deve fazer o uso de máscara, manter o distanciamento social e higienizar as mãos, levando em conta as medidas de prevenção contra a covid-19.

Neste ano, a Campanha tem como tema: “Agir Salva Vidas” com o objetivo de prevenir e conscientizar a população sobre o suicídio, além de promover a valorização da vida e destacar a importância do cuidado com a saúde mental. De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), estima-se que a cada 40 segundos uma pessoa morre por suicídio no mundo. No Brasil, os casos passam de 13 mil por ano, podendo ser bem maiores em decorrência das subnotificações.

Em Caxias (MA), para tratamento de transtornos mentais e prevenção ao suicídio, a Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) dispõe de 3 Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), o CAPS IJ, CAPS AD III e CAPS III, que atende  com equipes multiprofissionais, compostas por psiquiatras, psicólogos, enfermeiros, assistentes sociais, terapeutas ocupacionais, entre outros profissionais. (Da assessoria)

Gastão Vieira diz que crise hídrica causará apagão no Brasil

9.9.21

O deputado federal Gastão Vieira, em entrevista nesta quinta-feira (8), no programa Ponto Final, na Rádio Mirante AM, analisou a situação política do Brasil e fez projeções com base nas medidas que estão sendo adotadas.

Uma das propostas que está em tramitação é da reforma do Imposto de Renda. Gastão disse que é preciso taxar as grandes fortunas do país, pois que sofre pagando imposta de renda é a pessoa que ganha até 3 mil de salário.

“A reforma do Imposto de Renda trazia uma velha tese das forças mais progressistas do país de que é um país louco que não taxa dividendos. Você tem de taxar os dividendos. Então essa é uma coisa, você tem que taxar as grandes fortunas, taxar as heranças, ou seja, a lógica que no país rico não paga e pobre que ganha até R$3 mil paga. Então, é um imposto sob consumo. O preço do bujão de gás tá dando quase R$100, leva metade da cesta básica que o governo pretende dar de R$250. Então, o pobre é quem tá pagando”, afirmou Gastão.

O deputado federal também criticou as modificações feitas pelo presidente Bolsonaro, como na Petrobrás, que influenciaram para que o valor do litro da gasolina esteja hoje em R$7.

“A bomba de gasolina tá dando R$7 em vários estados o litro. Aumentos sucessivos. Cada dia que eu paro meu carro e a gasolina eu levo um susto. O presidente fez uma confusão enorme. Demitiu o presidente da Petrobrás porque os preços eram absurdos. Tá lá o general há três meses e em nenhum momento o preço da gasolina diminuiu, pelo contrário, as coisas se agravaram. Então quem tá pagando um preço alto é a classe mais pobre, mais desfavorecida, 14 milhões de desempregados”, disse o parlamentar.

Gastão Vieira também fez uma projeção nada animadora para o Brasil. O deputado criticou também a falta de atitude do governo federal que diante da crise hídrica e elétrica pela qual o país atravessa, não quis falar em racionamento e optou por cobrar mais dos consumidores. Gastão estima que até o final do ano, o país poderá sofrer um apagão.

“Estamos chegando a uma inflação de dois dígitos que provavelmente o banco central só aumentando a taxa de juros vai conseguir controlar. Estamos com uma brutal crise hídrica que o governo não tomou providências porque não quis falar em racionamento. Demorou a tomar e agora está pedindo que quem já consumiu ajude a pagar quem passar a não consumir na diferença da conta de luz. Quer dizer, eu que já fiz meu sacrifício, vou ter que fazer de novo. Eu acho que o governo absolutamente responsável por esse crise hídrica, por essa crise energética e o presidente Bolsonaro vai pagar o preço, porque nós vamos ter um apagão. Se é novembro ou dezembro, os especialistas não podem prever. Além do aumento da bandeira vermelha, que a única coisa que aumentou foi a bandeira vermelha da conta de energia”, estima Gastão Vieira.

(Fonte: Blog do Marco D’Eça)

Kaio Saraiva, candidato à presidência da OAB/MA, traz consigo trabalho e respeito reconhecidos pela advocacia maranhense

8.9.21

Com uma campanha propositiva, com mais de 80 ações no Plano de gestão direcionadas para os advogados e advogadas, distribuídas em sete eixos temáticos, o nome de Kaio Saraiva para a presidência da OAB/MA se consolida a cada dia. Hoje (segunda), no meio do feriadão, o pré-candidato e atual diretor-tesoureiro da OAB/MA, reuniu-se com profissionais da advocacia, muitos integrantes do Conselho Seccional da OAB/MA e presidentes das Comissões da Ordem para tratar sobre o projeto de uma OAB/MA ainda mais democrática com a participação de todos e todas.

O trabalho do atual diretor-tesoureiro da OAB/MA, e atuante na primeira gestão de Thiago Diaz, na diretoria da Escola Superior de Advocacia (ESA), são reconhecidos pela advocacia maranhense, que apoio Kaio Saraiva pela transparência e comprometimento com a classe.

O Conselheiro Estadual, Erivelton Lago e referência na advocacia criminalista no Maranhão, apoia Kaio Saraiva por vivenciar, as melhorias para advocacia maranhense, em especial a criminalista. “Os parlatórios, as salas de advocacia, a pós-graduação recentemente ofertada na área Criminal demonstra o respeito que a gestão, da qual Kaio Saraiva integra e tem grande responsabilidade como gestor financeiro, tem com o profissional”, afirmou.
Adesivaço.

No domingo (05) um grande adesivaço pelos apoiadores e apoiadoras de Kaio Saraiva foi realizado na praia do Araçagy. Todos demonstraram apoio ao pré-candidato pela eficiência na gestão financeira da Ordem e pelos resultados alcançados ao longo da gestão.

(Fonte: Blog do Rogério Silva)

Genial/Quaest: Lula amplia vantagem e venceria Bolsonaro no 2º turno

2.9.21

Agência Estado

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ampliou sua vantagem em relação ao presidente Jair Bolsonaro na corrida pela presidência da República, mostra a terceira rodada da pesquisa de intenção de voto da Genial Investimentos em parceria com a Quaest. De acordo com o levantamento, se a eleição fosse hoje, o petista teria 55% dos votos totais no segundo turno, ante 30% do atual chefe do Executivo, totalizando 25 pontos porcentuais de distância.

Em agosto, a vantagem era menor, de 21 pontos porcentuais – Lula tinha 54% e Bolsonaro, 33%. Ou seja, o líder da pesquisa ampliou a vantagem, embora dentro da margem de erro, e o segundo colocado perdeu terreno.

A pesquisa também traz outros cenários de segundo turno. Em um enfrentamento entre Lula e Ciro Gomes (PDT), o petista teria 52% e o pedetista, 25%. Ciro, porém, venceria com 45% se o adversário fosse Bolsonaro, que soma 33% nesta hipótese.

Primeiro turno

Em um cenário estimulado – isto é, com oferecimento de opções de candidatos -, a pesquisa mostra Lula com 47%, mais do que os 44% de agosto, e Bolsonaro, com 26%, menos do que os 29% do mês passado. Ciro tem 8% e João Doria (PSDB), 6%. Brancos e nulos somam 8% e indecisos, 5%.

Já em uma pesquisa espontânea, os indecisos são 58%, Lula tem 23% e Bolsonaro, 15%. Ciro marca 1%.

Terceira via

Além do alto porcentual de eleitores sem candidato, o levantamento diz que 25% dos entrevistados, quando oferecida a opção, preferem alguém que não seja nem Lula, nem Bolsonaro. Em agosto, essa fração era de 28%. “A terceira via continua com porcentual alto, mas está em queda porque não se materializou em ninguém. Precisa aparecer um nome concreto, ou não vai empolgar as pessoas”, diz o cientista político e diretor da Quaest, Felipe Nunes, ao Broadcast Político. “Para dar certo, precisa de alguém desconhecido e com baixa rejeição. Doria tem 80% de conhecimento e não tem voto”, acrescenta.

Mesmo após encerramento da campanha nacional, vacinação contra a gripe continua em Caxias

Durante a campanha, o município aplicou mais de 63 mil doses do imunizante.

Nessa terça-feira (31), conforme o calendário do Ministério da Saúde, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, vírus causador da gripe, foi finalizada. No entanto, em Caxias, a vacina continua disponível nas unidades básicas de saúde para o público em geral, a partir de 6 meses de idade. Durante a campanha, o município aplicou mais de 63 mil doses do imunizante. 

Segundo Fabiana Ferreira, coordenadora municipal de Imunização, “a campanha superou todas as nossas expectativas, porque o Ministério da Saúde estimou que 62.206 pessoas seriam vacinadas, mas ultrapassamos esta meta”.

“A gripe é uma doença muito séria. Se você não tomar a vacina como forma de prevenção essa doença pode te levar até a morte, pois prejudica todo seu sistema respiratório, causando pneumonia. Aquelas pessoas que estão mais vulneráveis, que são os grupos prioritários, no caso pessoas com menor idade e os idosos, são os que mais sofrem, o que não impede também pessoas mais jovens de serem acometidas pela gripe”, explica Fabiana Ferreira.

A enfermeira da UBS da Cohab, Aline Almeida, fala dos bons resultados da campanha de vacinação: “De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, nós tivemos bons resultados no que diz respeito a vacinação da Influenza, isso reflete o excelente trabalho desenvolvido por toda a equipe”. (Da assessoria)

Prefeitura de Aldeias Altas inicia campeonato em homenagem ao saudoso João Constantino

A Prefeitura de Aldeias Altas através da Coordenação Municipal de Esportes e Lazer em parceria com a Secretaria Municipal da Mulher, realizou na noite desta terça-feira 31 de agosto de 2021, a abertura oficial do I Campeonato João Constantino de Futsal e Queimado, o evento contou com a presença de torcedores e autoridades.

A presidente da Câmara, vereadora Fernanda Bacelar, reforçou quanto a importância do esporte para uma vida saudável: "Eu acredito na força do esporte como meio direto para viver melhor, estamos de mãos dadas com os desportistas aldeias - altenses e podem sempre contar com o apoio do Legislativo para reforçar essa ideia, o esporte transforma vidas”. 

O gestor municipal, destacou: "Sempre acreditei no esporte, gosto de ver vocês darem show, seja no campo de areia, no estádio ou na quadra. Sou apaixonado pelo esporte e como prefeito tenho a oportunidade de fazer a diferença. Investir no esporte também é uma realidade da nossa gestão, com intuito de valorizar, promover e incentivar a prática esportiva como um método de inclusão social saudável para nossa gente". Após a cerimônia e os pronunciamentos, foi então declarado aberto o campeonato.

(Ascom /PMAA)