Caxias - Esclarecimentos, posicionamentos políticos, cobranças e anúncio de serviços dominam a pauta da sessão na Câmara

22.3.22

Agradecendo a concorrida participação dos colegas na sessão ordinária da Câmara
Municipal de Caxias (CMC) dessa segunda-feira, 21, que para ele foi decisiva e contribuiu mais para esclarecer a política do município, o presidente do legislativo caxiense, vereador Teódulo Damasceno de Aragão (PP), elogiou os discursos que valorizaram a entrega de mais uma obra importante para o município, no último fim de semana, que foi a nova Avenida Beira Rio, realização da parceria do Governo do Maranhão com a Prefeitura de Caxias, em solenidade na manhã de sábado, 19, com a presença do governador Flávio Dino.

O presidente anunciou que a Câmara Municipal de Caxias irá criar dentro em breve um ponto alternativo para a emissão de títulos eleitorais, assim como documentos de identidade, CPF e carteira de trabalho, a fim de que a comunidade possa fazer jus a esses serviços com mais comodidade. Revelou também que o legislativo convidou a OAB/MA Seccional de Caxias a participar dos trabalhos da Casa, para colaborar na elaboração de projetos e assuntos pertinentes, os quais passarão a ter um parecer da conceituada entidade.

Teódulo Aragão também deu ciência aos pares e aos expectadores que a Procuradoria do legislativo estará à frente de todas as licitações realizadas pelo poder, que acontecerão em modo eletrônico, na forma da lei, mas também transmitidas ao vivo, mostrando mais transparência nas ações.

Recado aos indecisos

Abordando o momento político, o presidente da CMC declarou que políticos que ficam em cima do muro, políticos que não tomam posição, acabam acertados pela iniciativa de alguém e não têm como se segurar. Ele lamentou que pessoas preguiçosas que não tem o que fazer fiquem denegrindo a imagem de quem trabalha, e, mesmo se dizendo de um lado, não tomam providências para dizer do lado que estão.

Fazendo alusão ao pronunciamento que o vereador Mário assunção (Republicanos) fez no fim do grande expediente da sessão, Teódulo Aragão disse: “Essas pessoas deveriam ter vergonha, e simplesmente mostrar de que lado realmente querem ficar, assim como fez o vereador Mário Assunção, quando saiu do grupo político dos Coutinho, e não ficar provocando para ser tirado”, concluiu Teódulo, lembrando que a colega Ângela Machado (PTC) participou da reunião de forma remota.
Sessão concorrida

A sessão foi bastante concorrida, mas ainda respeitando os protocolos sanitários. Participaram os vereadores Teódulo Aragão, Durval Júnior (Republicanos), Torneirinho (PV), Irmã Nelzir (Republicanos), Luís Lacerda (PCdoB), Júnior Barros (PMN), Gentil Oliveira (PV), Charles James (Solidariedade), Daniel Barros (PDT), Thyago Vilanova (Avante), Antônio Ramos (Republicanos), Cynthia Lucena (PP), Ricardo Rodrigues (PT), Darlan Almeida (PL) e Ângela Machado (PTC) – de forma remota.

Continua aqui...

0 comentários:

Postar um comentário