Deputada Daniela rompe o silêncio sobre separação e diz que é vítima de violência psicológica

15.2.22

Como defensora das mulheres, jamais poderia seguir com um casamento falido e sofrendo violência psicológica”, diz deputada Daniella.

O pronunciamento da deputada Daniella (DEM), na sessão plenária desta terça-feira (15), ganhou enorme repercussão após o desabafo que ela fez na tribuna expondo os ataques covardes e machistas que vem sofrendo por parte de blogueiros depois que o seu casamento com ex-prefeito de Tuntum, Cleomar Tema, chegou ao fim.

Visivelmente emocionada e indignada, Daniella leu algumas das manchetes sensacionalistas, misóginas e carregadas de Fake News – até onde se sabe, todas patrocinadas pelo ex-marido – com o objetivo de desonrá-la. Nas matérias, Daniella é colocada como a vilã, traidora e oportunista na relação com Tema.

Veja algumas das manchetes absurdas que atacam a parlamentar: “Mulher bonita é como alça de caixão, quando um larga tem outro botando a mão”; “Deputada Daniella tema é a nova novinha do ‘véi’ da lancha”; “A máscara da deputada Daniella caiu”; “Deputada Daniella se recusa a trocar sobrenome”; “Após traição, deputada maranhense rompe casamento com ex-prefeito”.

Pegando o gancho dessa última manchete, Daniella iniciou seu forte e corajoso desabafo na tribuna. A parlamentar desfiou o novelo afirmando que ao longo de mais de uma década de casamento teve de conviver com as incontáveis traições do ex-marido. Segundo a deputada, as puladas de cerca de Tema eram rotineiras e variavam de casos isolados a casos fixos, envolvendo, inclusive, relacionamentos com garotas de programa.

A deputada chegou a afirmar que seu casamento estava falido e que, como defensora da mulher, jamais poderia dar sequência ao casamento. “Seria incoerente”, apontou Daniella.

Ao final de sua fala, Daniella recebeu apoio e acolhimento dos deputados Wellington do Curso e Duarte Junior.

Ainda no plenário da Alema, a deputada concedeu uma entrevista, na qual revelou mais detalhes da relação conturbada, humilhante e desrespeitosa que vivia na companhia do ex-marido, Cleomar Tema.

“O fato de eu estar à Frente da Procuradoria da Mulher e defender a causa da mulher, foram dois dos motivos que me deram coragem para dar um basta nesse relacionamento. Não posso pregar uma coisa e, na prática, viver outra. Eu tentei levar o casamento e não consegui. Tenho pregado que as mulheres realmente tem que ter voz, tem que se empoderar, mas, na prática, estava vivendo algo completamente diferente, me submetia às humilhações quando ele (o ex-marido) me diminuía afirmando que eu estava no lugar que ocupo porque ele me colocou, mesmo sabendo que trabalhei para isso e o quanto nós construímos juntos essa trajetória, eu sabia de todas as traições, inclusive, traições com garotas de programa. Quando aconteciam as brigas, ele me mandava sair de casa porque a casa era dele. Eu vivi tudo isso e aguentei porque queria proteger a minha filha de toda essa situação desagradável. E, como toda mulher, sabia que iria ser julgada pela sociedade, sabia que iria ser apontada por ser uma mulher mais jovem que meu ex-marido. Eu só não sabia que ele próprio incentivaria todos esses ataques. Esse lado dele me pegou de surpresa, eu não esperava. Não queria ter que tornar público tudo isso, mas, infelizmente, diante de tudo que tem acontecido me fez ter que abrir a boca e romper o silêncio”, desabafou.

(Fonte: blog do Gilberto Léda)

0 comentários:

Postar um comentário