Deputada bolsonarista pode ser proibida de entrar na Assembleia Legislativa do Maranhão

8.1.22

A deputada estadual Mical Damasceno (PTB) poderá ser proibida de entrar nas dependências da Assembleia Legislativa do Maranhão.

Na quinta-feira (6), o presidente da Casa, deputado estadual Othelino Neto (PCdoB), editou a Resolução Administrativa nº 788/2022 com novas medidas restritivas em virtude do aumento de casos da Covid-19 no Maranhão, como o acesso limitado ao prédio do Legislativo, que só será permitido com a utilização de máscara de proteção e apresentação de comprovante de vacinação.

As restrições começam a vigorar a partir da segunda-feira (10) e irão até 31 de janeiro.

Desse modo, a deputada bolsonarista Mical que ainda não se vacinou contra a Covid-19, por opção pessoal, poderá ser impedida de entrar no prédio da Assembleia sem o comprovante de vacinação. (Blog do Irmão Inaldo)

0 comentários:

Postar um comentário