Em São Benedito do Rio Preto, Paulo Marinho Jr. é perseguido por parentes do prefeito e presta queixa na Polícia

15.11.20
Paulo Marinho Jr gravou a movimentação dos motoqueiros durante a perseguição


Na noite deste sábado, 14, o deputado Paulo Marinho Jr. teve que prestar queixa no distrito policial de São Benedito do Rio Preto após ser vítima de perseguição por parte de um grupo de motoqueiros ligados ao atual prefeito daquela cidade.

Ao lado da esposa, PMJ percorria as ruas do município e era perseguido por cerca de 10 motoqueiros numa clara tentativa de intimidação.

Ao ter sua passagem bloqueada numa via, o deputado desceu do veículo e indagou quem era o responsável do grupo. Embriagado, um primo do prefeito da cidade, Paulo Sérgio Monteles Carneiro, contratado da Prefeitura de São Benedito, se identificou como sendo líder do bando.

Apesar do clima tenso, PMJ conseguiu conduzir a situação e acionou a Polícia Militar, onde todos prestaram depoimento na Delegacia.

No trajeto, o primo do prefeito chegou a cair da sua moto e aproveitou para usar o acidente como justificativa para acusar PMJ de tê-lo agredido, sendo que as únicas vítimas foram o deputado e sua esposa, que sofreram perseguição de motoqueiros pelas ruas de São Benedito do Rio Preto.

‘Líder’ do grupo de motoqueiros que perseguiu PMJ  e esposa
é contratado da Prefeitura de São Benedito do Rio Preto

0 comentários:

Postar um comentário