Defesa Civil de Caxias (MA) ajuda moradores do bairro Galeana em mudança, antes do alagamento das casas

10.1.22

As primeiras famílias começaram a ser auxiliadas na retirada dos pertences nas residências do bairro Galeana, que estão em uma área que geralmente fica completamente alagada durante o período chuvoso. O volume de água do Rio Itapecuru tende a subir nos próximos dias, por conta da intensidade das chuvas na cabeceira do rio. Este ano o período chuvoso foi antecipado em aproximadamente 2 meses, levando preocupação para quem mora nas áreas ribeirinhas.

Neste primeiro momento, de forma preventiva, alguns moradores estão indo para casas próprias em outros bairros, casas de parentes, ou ainda, casas alugadas por eles mesmos. A Defesa Civil está ofertando os caminhões e profissionais para auxiliar no transporte.

“Eu estou me prevenindo. Esse ano eu vou sair mais cedo. A gente alugou uma casa para passar o período chuvoso. A previsão é de muita chuva, é o sinal de Deus, e os homens que fazem as previsões estão orientando. Então, a gente não deve teimar”, disse Dona Laura Maria, moradora do bairro Galeana.

“A nossa cota de enchentes é de 6 metros. Nós recebemos informações que a água de Colinas e região está descendo e deve chegar com 6 metros aqui. Nós temos alguns bairros que são ladeados por conta do rio, e claro, a água que cai na cidade ajuda para aumentar a vazão do rio. Estamos de plantão 24h irmanados para atender a população”, destaca Major Malheiros, coordenador da Defesa Civil.

Dona Silvana Maria vai mudar para o bairro Seriema, enquanto durar o período chuvoso. A saída, antes da chegada da água é a medida mais segura e acertada. Ela lembra que na última vez, ela resistiu em sair, e quando decidiu, a casa já havia sido invadida pela água. Atualmente em Caxias, 245 famílias residem em áreas de risco de deslizamentos, alagamentos, e são visitadas e orientadas a buscarem um local seguro, quando há a intensificação das chuvas.

“Em 2020, quando estava na pandemia mais forte, eles vieram avisar eu teimei e não saí. A minha vizinha saiu ainda, e eu saí com a água dentro de casa depois. Quando tá alagado, todo mundo quer sair ao mesmo tempo, é muito complicado, por isso, eu vou sair antes de encher. A gente nunca mudou em janeiro, esse tempo todo era em março ou abril, mas houve uma mudança climática brusca esse ano. Eu vou mudar pro Seriema”, destaca Silvana Maria, moradora do bairro Galeana.

“Nós estamos orientando as famílias do risco e vendo as possibilidades de ajudá-las. Caso a família não tenha condições de sair, vamos procurar dentro da rede um alojamento. No primeiro momento a ideia é usar os  equipamentos públicos”, destaca Kiara Braga, secretária municipal adjunta de Assistência e Desenvolvimento Social.

O número para que as famílias possam acionar a Defesa Civil de Caxias (MA) é o 193 do Corpo de Bombeiros.

(Da assessoria)

0 comentários:

Postar um comentário