“Perdí não”, diz Paulo Marinho garantindo que Posto de combustível que foi a leilão continuará em seu poder

17.6.15
Em resposta a matéria veiculada aqui no blog na noite desta terça-feira, 16, dando conta da perda do Posto São João por meio de leilão judicial, o ex-deputado Paulo Marinho esclareceu, em comentário na rede social facebook, que não perdeu a referida empresa.

Perdi não Sabá!!! Kkk queria apenas ver esses ladrões usando o dinheiro publico”, disse PM para em seguida explicar o motivo de não ter perdido o imóvel. “A receita esta quitada através de parcelamento deferindo já há alguns dias. Bom pq vc e Caxias agora sabem que roubou um milhão para tentar comprar o que e meu”.

Minutos depois, Marinho estendeu e aprofundou suas explicações. “Para esclarecer seus leitores: O Posto São João pertence a uma sociedade. Um dos sócios faleceu recentemente. A receita executou um débito pequeno mas não citou o espólio do sócio que e o gestor da sociedade. Apesar disso a empresa solicitou o parcelamento da dívida que foi deferido muito antes do leilão. Assim amigo agora e pedir a mesma Receita que investigue a origem desse hum milhão .. Srsr afinal dispor de hum milhão para tentar ficar com as coisas alheias so pode ser dinheiro sujo, sem origem”, alfinetou o político.

O sócio a que ele se refere no comentário é Raimundo Walter, contador de suas empresas e que faleceu em 2012

Pela disposição de PM, o empresário que arrematou o imóvel terá uma baita dor de cabeça pela frente para botar as mãos nele.

Caso efetue o depósito de R$ 1 milhão em 72 horas, e as justificativas de PM tenham amparo jurídico, o empresário Marcos Guimarães passará um bom tempo com seu dinheiro parado numa conta da justiça esperando o fim do impasse.

Mas que os amantes de uma boa disputa judicial com consequências políticas não desanimem, pois esse imbróglio ainda pode render lances espetaculares.

4 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkklklkkkkkkkkkkklkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  1. Anônimo disse...:

    Raimundo Walter, contador de suas empresas e que faleceu. iiiiiiiiiiiiiiiiiii ai tem coisa. sei não.

  1. Anônimo disse...:

    Paulo Marinho pode é fobar....QUEBRA, QUEBRA, QUEBRA...MAIS NÃO ENVERGA....

  1. Anônimo disse...:

    Ainda bem que os historiadores de plantão agora possuem subsídios para seus trabalhos acerca da historia política de Caxias principalmente quando se falo em ascensão da oposição ao pleito numero um do município. O PALÁCIO DA CIDADE.

Postar um comentário