Inexplicável!!! Recebendo 3 vezes mais recursos que Coroatá, Caxias paga abono de menos de 50% aos professores

29.1.16

Por mais que os fantasmas e mensalinhos do grupo Coutinho tentem explorar nas últimas horas a concessão do abono aos professores, a sensatez recomenda muitos questionamentos no valor desse beneficio.

A proximidade da campanha eleitoral, e os indícios cada vez mais fortes que o prefeito Léo Coutinho, com a rejeição gigantesca que insiste em não largar do seu pé, caminha para a derrota, seus apaniguados estão num verdadeiro estado de êxtase divulgando o “grande feito” do chefe.

São mensagens de “parabéns, Léo”, “Força, Léo”, “agora é nóis (sic)”, “Tamo junto”, “Cadê a oposição?” e vários ‘argumentos’ sofríveis e patéticos tentando dar ao prefeito ares de gestor comprometido com os trabalhadores do município.

Mas, diante desse festival de “ôba, ôba” da mensalada, muitos pingos nos is devem ser colocado nesse presente inesperado do prefeito Léo Coutinho.

Para não ir muito longe, vamos comparar o abono concedido aos professores no município de Coroatá, que foi de R$ 2.050,00 (dois mil e cinquenta reais) com este anunciado com estardalhaço pelo grupo Coutinho, de apenas R$ 1.000,00 (mil reais).

Vamos lá!

Segundo dados do IBGE, para a estimativa populacional de 2015 na cidade de Coroatá, os habitantes daquele município seriam em número de 63.281.

Já Caxias, segundo o IBGE na estimativa também para 2015, tínhamos 161.137 habitantes, ou seja, quase o triplo de habitantes de Coroatá.

Ora, tendo Coroatá pouco mais de um terço dos habitantes de Caxias, logicamente os repasses constitucionais do governo federal na Saúde, Educação e FPM, acompanham essa proporção.

Sendo assim, com Caxias recebendo praticamente três vezes os recursos de Coroatá, como explicar que o pequeno município consiga pagar um abono salarial aos professores 100% maior que o que será pago aos mestres caxienses?

Outra, por ser governado pela esposa do ex-secretário de Estado da Saúde, Ricardo Murad, o município de Coroatá não recebe nenhum tipo de apoio financeiro ou institucional do governo do Maranhão, não tendo, portanto, nenhuma folga de caixa que pudesse justificar um abono de tão alto valor quando comparado com a cidade de Caxias.

O único argumento possível para os coutinhianos quando tentam defender o prefeito de Caxias é de que o mesmo, apesar da crise financeira, “é o único que paga os salários em dia”, de tão surrado, já se tornou chato e, de tão cretino, é ridículo, uma vez que em Coroatá os salários também são pagos em dia.

Fica difícil para qualquer coutinhiano, por mais imbecil e tolo que seja, conseguir encontrar um argumento lógico para sustentar a disparidade entre os abonos concedidos em Caxias e aquele feito em Coroatá.

Não fosse a insistência dos professores, através do Sintrap, que luta há muito tempo por esse abono, a cobrança dos vereadores de oposição na Câmara Municipal e deste blog, jamais o prefeito Léo Coutinho iria conceder abono algum a sofrida categoria do magistério.

A concessão desse abono também teve a participação de alguém que não protesta e não reclama, apenas dá o troco de quatro em quatro anos: a urna eletrônica.

Não fosse ano eleitoral, seria praticamente impossível o prefeito Léo Coutinho fazer esse mimo à categoria mais penalizada na gestão dos Coutinho: os professores.

Portanto, antes dos coutinhianos comemoram a concessão desse abono, deveriam encontrar algum argumento lógico para justificar o motivo de que o mesmo seja menos da metade que aquele feito aos professores de Coroatá.

Duvido que encontrem alguma explicação para isso.

6 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    E o Gil CUPIM que destruiu São José de Ribamar não deu nem 10 centavos de abono, é sabido que tem dinheiro sobrando na Secretaria de Educação... Os professores recebiam na gestão de Luís Fernando 14° e agora são massacrados por esse filhinho de papai...
    Espera teu troco CUPIM!

  1. Anônimo disse...:

    Esse léo coutinho é muito cara lambida mesmo! o governo do estado distribui as sementes e ele pega carona querendo enganar os pobres agricultores como se fosse ele que tivesse beneficiando com recursos municipais. O cara não tem ação, não tem iniciativa, criatividade e muito menos visão do seja administrar algo.Com toda sua incompetência de marinheiro de primeira viagem, contrata um bando de inábil para ser seus ajudantes. É muito triste deixar uma cidade na mão de uma criança mimada e mijona.

  1. Anônimo disse...:

    sabá nunca na historia politica de caxias um prefeito teve um índice tão alto de aceitação como Dr. Humberto em 2004. como também na historia politica de caxias um prefeito no cargo teve um índice tão alto de rejeição como Leonardo Coutinho, aqui nas nossas pesquisas de Bairro feitas por diversos presidentes aponta que esse Galeguinho vai ter o mesmo numero percentual que Humberto quando venceu sua primeira eleição, com uma diferença, o percentual será de rejeição. anote isso.

  1. Anônimo disse...:

    Será coincidência porque no meu ele também está fora de cogitação.

  1. Anônimo disse...:

    A polícia tem um dizer quando pega um bandido "a casa caiu" o povo diz a mesma coisa para a família Coutinho " a casa caiu" "já deu" o "bolso já ta cheio". 12 anos sugando muita seiva. Já chega de crianças morrendo do povo sofrendo. FORA GRUPO SUGADOR.

  1. Anônimo disse...:

    Caxias, pelo amor de Deus mudem essa realidade de Caxias, mudem eu não sou de Caxias mas moro em uma cidade que Humberto Coutinho tem muita influência, significa que é triste a participação desse ser nas questões política. Caxias votem nesse vereador se não prestar 4 anos passam rápido e voltam para essas coisa que governam hoje.

Postar um comentário