Reconhecimento - Vereadores Manoel da Caçamba, Taniery Cantalice e Benvinda Almeida recebem títulos de cidadania

19.11.15
Benvinda Almeida, Taniery Cantalice e Manoel da Caçamba exibem o título de 
cidadania caxiense (foto: Ronaldo Pereira)

Em sessão solene bastante concorrida na noite desta quarta-feira, 18, a Câmara Municipal de Caxias concedeu título de cidadania para 3 dos seus membros.

De autoria do vereador Catulé, Benvinda Almeida e Taniery Cantalice foram agraciadas com a honraria, sendo que o título de cidadania entregue ao vereador Manoel da Caçamba teve Paulo Simão como autor.

Familiares dos agraciados compareceram a sessão solene
Benvinda Almeida é natural de Chapadinha (MA) e mora em Caxias desde 1985. Casada com o médico José Raimundo (ex-vereador), Benvinda é funcionária de carreira da Caixa Econômica Federal (hoje aposentada). Mãe de 3 filhos nascidos na cidade, Benvinda é também empresária no município, onde construiu, juntamente com o marido, em 1994, a Clinisom Diagnósticos, que ao longo de mais de 20 anos se consolidou como referência em saúde na região.

Quando cheguei pela primeira vez na cidade, o taxista que me levou até o hotel me perguntou se eu era caxiense, no que respondi: estou me naturalizando caxiense a partir de agora”, lembrou Benvinda que narrou toda a sua trajetória no município.

Já Taniery Cantalice, natural de Teresina (PI), fez questão de registrar logo no início do seu discurso que nutria por Caxias “o mesmo sentimento” que nutria por sua terra natal.

Com um discurso rico em lugares e fatos históricos da cidade, Taniery mostrou que já está totalmente integrada a sociedade caxiense, onde o título de cidadania só veio a coroar os laços que tem com o município.

Filha da ex-vereadora Tânia, e do empresário Robério Cantalice, Taniery resgatou a trajetória de vida da sua família no município, onde seus pais possuem vários negócios.

Formada em direito, Taniery está no seu primeiro mandato e, junto com Benvinda Almeida, faz parte do grupo de oposição no parlamento.

O terceiro homenageado da noite talvez seja mais caxiense que muitos nascidos na cidade, como bem lembrou o vereador Catulé na justificativa dos títulos concedidos. Manoel Araújo, o popular Manoel da Caçamba, tem uma trajetória de vida que se confunde com a própria história do município há pelo menos 3 gerações.

Natural de São Francisco do Maranhão, Manoel da Caçamba era todo emoção ao subir na tribuna. A cada frase proferida, lágrimas interrompiam seu discurso e os aplausos e reconhecimento do público vinham em seguida.

Menino pobre e sem estudo, Manoel da Caçamba começou a vida como estivador e tem dedicado toda a sua passagem por Caxias fazendo o bem pelo próximo.

E foi o histórico de fazer o bem ao semelhante que fez de Manoel da Caçamba o mais caxiense daqueles não nascidos na cidade.

O título de cidadania aos três agraciados na noite desta quarta-feira na Câmara Municipal de Caxias veio como reconhecimento aqueles que tanto fizeram e fazem pela princesa do sertão.

1 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Olha aí Sabá e comentaristas do blog uma coisa boa que foi feita, deve ser feita e fincar raízes na casa do povo, com vereadores da oposição e situação juntos no reconhecimento que vem de um espelho, porque se faz pelo povo o próprio povo te reconhecerás, e também demonstra que aquela casa tem um enorme valor para com nossa cidade. Portanto a vida política sem soberba, ostentação, leniências, PAJELANÇAS, abduções não é melhor do que a condenação ao desprezo e anonimato eterno, quer dizer quem tem de berço este comportamento é claro. Parabéns!

Postar um comentário