Olimpíada de Matemática: aluna do IFMA Caxias é única a alcançar premiação máxima no MA

12.12.19

Kaylanne Rayssa Vieira de Sousa é aluna do curso técnico em Informática integrado ao Ensino Médio.

A aluna Kaylanne Rayssa Vieira de Sousa, do curso técnico em Informática integrado ao Ensino Médio do Instituto Federal do Maranhão (IFMA) Campus Caxias, conquistou a medalha de ouro na 15ª edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP). Em todo o estado do Maranhão, apenas Kaylanne Sousa alcançou a premiação máxima na competição entre os alunos de Ensino Médio. Mais de 18 milhões de alunos de 54.831 escolas públicas e privadas de todo o país participaram da edição 2019.

A trajetória de Kaylanne Sousa na OBMEP começou em 2014, quando cursava o sexto ano na escola estadual João Lisboa, em Caxias/MA. Naquele ano, ela faturou a medalha de bronze na competição, ocupando o primeiro lugar na listagem dos alunos do Maranhão por ordem decrescente de nota. No ano seguinte, Kaylanne Sousa conquistou a prata. Em 2016 e 2017, ainda no Ensino Fundamental, mais dois bronzes foram adicionados à galeria da aluna. Logo no primeiro ano do Ensino Médio no IFMA, ela recebeu medalha de bronze por ter conquistado o 3º lugar na 14ª edição da Olimpíada. Na cerimônia, realizada na Escola Inácio Passarinho, em Caxias, a aluna foi acompanhada pelo professor Iramar Batista.

“Kaylanne realmente tem talento para área. Enquanto professor, fico extremamente orgulhoso. Espero que ela siga na carreira de Matemática que é muito fascinante e importante para o desenvolvimento do Brasil”, disse Iramar. O professor Iramar Batista, que também coordena o curso de Matemática, lembra que desde 2018, o Campus Caxias desenvolve preparatórios para a Obmep e Olimpíada Maranhense de Matemática (OMM). “Dividimos a ação em dois momentos. Inicialmente, atendemos os alunos do IFMA com reforço de Matemática duas vezes por semana. A ideia foi estimular o desenvolvimento do raciocínio lógico, bem como da elaboração e discussão de estratégias para resolução das questões de provas anteriores”, explicou. “No segundo momento, os acadêmicos do curso de Matemática estendem o reforço para alunos da rede estadual”, prosseguiu o professor. “Este ano, aluno da escola Inácio Passarinho já recebeu menção honrosa na Olimpíada”, comemorou Iramar. 

“Agora, a tão esperada medalha de ouro chegou”, comemorou Kaylanne Sousa. “A prova não estava muito difícil. Como já tinha participado de várias edições, não achei tão difícil”, afirmou a aluna. Sobre a preparação, Kaylanne Sousa contou que a dedicação aos estudos foram realizados no próprio IFMA. “Como nossa rotina aqui é bem intensa, eu prestava muita atenção às aulas. Em casa, aproveitava para resolver algumas questões das edições anteriores e revisar algum conteúdo”, afirmou. Kaylanne Sousa informou que a rotina de preparação também contou com atividades do Programa de Iniciação Científica Jr. (PIC), que propicia ao aluno premiado em cada edição da OBMEP entrar em contato com questões no ramo da Matemática, ampliando o seu conhecimento científico e preparando-o para um futuro desempenho profissional e acadêmico. 

O resultado de Kaylanne Sousa foi recebido com entusiasmo pelos professores do Campus Caxias. “É uma satisfação ter uma aluna desse nível”, frisou Fernando Costa Gomes, que atua como professor de Matemática. “No bate-papo com Kaylanne, ela disse que tinha conquistado várias medalhas, mas lhe faltava o ouro. Então ela ter conquistado prêmio máximo este ano é motivo de satisfação e de orgulho, visto que a OBMEP é uma competição de nível nacional, com questões de alto nível”, destacou Fernando Costa. 

Além de Kaylanne Sousa, os estudantes Benjamin Santos Silva, do curso técnico em Informática; Lucas Gabriel Chaves Sousa, do curso técnico em Administração; e Rafael do Nascimento Moura, do curso técnico em Informática, conquistaram menção honrosa pelo desempenho na 15ª OBMEP. “Para ser sincero, minha preparação acontecia em sala de aula. Com uma rotina de contraturnos e me deslocando todos os dias de Aldeias Altas para Caxias, aproveito cada minuto das aulas, principalmente as das áreas de exatas. Assim, sobra tempo para me aprofundar nas que tenho mais dificuldades”, disse Lucas Gabriel Sousa, que reside no município de Aldeias Altas e cursa o terceiro ano no Campus Caxias. Para ele, a menção honrosa representa um incentivo. “Isso só me deixa mais empolgado para seguir com os estudos. É um reconhecimento que incentiva”, afirmou.

Na quarta-feira (11), Kaylanne Sousa e Lucas Gabriel estiveram reunidos com o diretor-geral do Campus, João da Paixão. Na oportunidade, eles falaram das experiências que culminaram com a premiação. “O Campus Caxias celebra todas as conquistas de seus alunos. Nós devemos reconhecer que essa conquista é dos alunos, por mérito. Mas também atesta a qualidade do ensino do IFMA, do seu corpo docente, sobretudo de Matemática, e de técnicos”, afirmou o gestor. 

Sobre a OBMEP

A Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) é um projeto nacional dirigido às escolas públicas e privadas brasileiras, realizado pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), com o apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), e promovida com recursos do Ministério da Educação e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

Em 2019, mais de 18 milhões de estudantes de escolas públicas e privadas participaram da Olimpíada, abrangendo 99,71% dos municípios do país. Criada em 2005 para estimular o estudo da matemática e identificar talentos na área, ela é composta por duas fases, nas quais os competidores são divididos conforme o nível de escolaridade: nível 1 (6º e 7º anos do ensino fundamental), nível 2 (8º e 9º anos do ensino fundamental) e nível 3 (ensino médio). (Ascom/IFMA)

0 comentários:

Postar um comentário