Maranhão terá investimento de 2,3 milhões para estímulo ao turismo

29.5.19

Anúncio foi feito nessa terça-feira (28 em Brasilia, durante reunião do Programa Investe Turismo.

Maranhão ganha pacote de ações estratégicas para estimular Turismo. O anúncio foi feito nessa terça-feira (28) em Brasilia, durante reunião do Programa Investe Turismo. O objetivo é acelerar o desenvolvimento do território, aumentar a qualidade dos serviços, gerar empregos e incrementar a competitividade em rotas turísticas estratégicas.

O programa, desenvolvido conjuntamente pelo Ministério do Turismo, Sebrae e Embratur, destinará R$ 2,3 milhões ao Maranhão que será contemplado nos municipios de Araioses, Barreirinhas, Paulinho Neves, Santo Amaro, Tutóia e São Luís (porta de entrada). Além das cidades maranhenses que compõem a Rota das Emoções, Ceará e Piaui também serão beneficiados nesse roteiro integrado.

O secretario de estado do turismo, Catulé Júnior, participou do evento e explica sobre os projetos a serem implementados. “Esse investimento vai incentivar a qualidade da oferta turística e melhorar os serviços oferecidos nos pólos turísticos. O governo do estado faz qualificações permanentes mas agora poderemos ampliar ações e parcerias para gerar emprego, renda e desenvolvimento regional” afirmou o gestor estadual.

A Rota das Emoções é um roteiro integrado que envolve cidades de três estados: Maranhão, Piauí e Ceará. Os grandes atrativos do roteiro são o Parque Nacional dos Lençóis, no Maranhão, um aglomerado de dunas e lagoas de beleza singular; o Delta do Parnaíba, no Piauí, o único em mar aberto das Américas e Jericoacoara, no Ceará, local de vento e água, propício para a prática de esportes náuticos.

Nordeste

56 municípios do Nordeste serão contemplados pelo programa Investe Turismo que aportará cerca de R$ 200 milhões nas cidades selecionadas para o programa em todo o país. A ideia é que os projetos a serem implementados aumentem a qualidade da oferta turística das rotas selecionadas na região Nordeste.

Destinos como Fernando de Noronha, em Pernambuco; Maragogi, em Alagoas; Canindé de São Francisco, em Sergipe; Porto Seguro, na Bahia; Jericoacoara, no Ceará; Luís Correia, no Piauí; São Raimundo Nonato, no Piauí; Cabedelo, na Paraíba e Parnamirim, no Rio Grande do Norte, serão beneficiados pelos investimentos.

Dentre os critérios utilizados estão a participação no município no Mapa Brasileiro do Turismo 2018 nas categorias A, B, C ou D; ter destinos já promovidos em âmbito nacional pelo Ministério do Turismo e pelo menos um consolidado no mercado internacional; e ter patrimônios mundiais da humanidade, eleitos pela Unesco, nas rotas contempladas. Também foram considerados aspectos como acesso, conectividade, venda conjunta e existência de projetos de consolidação das rotas como produto turístico. (Setur MA)

0 comentários:

Postar um comentário