Zé Gentil critica Duarte Júnior por promoção do RG+ sem sua presença

25.4.19

O deputado estadual Zé Gentil (PRB), autor do projeto que deu origem à “Lei RG+” – que determina o ingresso do tipo sanguíneo e outras informações na Carteira de Identidade – ainda não engoliu o fato de não ter sido convidado para o lançamento do novo dispositivo legal, ocorrido na segunda-feira.

Em discurso na Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira (24), ele partiu pra cima do coautor da proposta, o deputado Duarte Júnior (PCdoB), a quem acusou de promover o lançamento da nova documentação sem sua presença e de, ainda, apresentar-se como autor da ideia.

“O Duarte senta ao meu lado, mas fez o lançamento do RG+ aqui em São Luís e não me convidou. Embora ele coautor, que para mim não existe isso nesta Casa de coautoria, ele como coautor, que se diz, fez o lançamento. Ele apenas subscreveu junto comigo. Lamento que na festa que você promoveu, disse à sociedade que o projeto era seu. Eu fico temeroso, daqui para frente, de ter vários problemas dessa natureza”, afirmou.

Gentil insinuou, ainda, que o comunista anda usando o mandato “como trampolim para conquistar outras coisas”.

“Eu jamais utilizei o meu mandato como trampolim para conquistar outras coisas previstas na minha vida, jamais faria isso. E espero que Vossa Excelência reveja isso, o erro que cometeu aqui nesta Casa, porque a sociedade sabe, a sociedade viu, os jornais publicaram e sabem que o projeto foi meu”, completou.

Sem culpa

Em sua defesa, Duarte disse que não promoveu nada e que foi convidado pela presidência da Casa a participar do evento.

“Eu fui convidado pela presidência desta Casa a me fazer presente no evento. O Alexandro Monteiro, chefe de gabinete da Presidência, me designou para ir a esse evento”, sintetizou, transferindo a responsabilidade. (Do blog do Gilberto Léda)

0 comentários:

Postar um comentário