Caxienses celebram 139 anos de derrubada e levantamento do Mastro de São Sebastião

15.1.19

A Prefeitura de Caxias prestou apoio logístico ao evento religioso e profano alusivo ao mártir São Sebastião. Organizou o trânsito e garantiu a tranquilidade a todos graças à parceria com os demais órgãos: Polícia Militar, SAMU, IBAMA, Secretaria de Cultura, Meio Ambiente e Defesa Civil, dentre outros.

A festa que marca a derrubada e levantamento do Mastro de São Sebastião ocorreu nesse domingo (13).

“Este ano nós abrimos estacionamento para que não tivesse aquele grande fluxo de carros na saída do Mastro de São Sebastião. Fizemos da melhor maneira possível para ajudar no sucesso dessa grande festa”, disse Alberto Simão, secretário adjunto de Transportes.

 
“A organização foi muito boa! Ano passado uma ambulância ficou parada sem ter como passar, mas agora, como os carros estão em um estacionamento, a gente tem o acesso para o trânsito livre”, disse o subtenente Messias, membro da Associação dos Amigos e Devotos de São Sebastião.

“Tudo dentro da normalidade! A via foi parcialmente interditada para facilitar o trânsito de pessoas e veículos. A gente agradece às parcerias da Guarda Municipal e de todos os entes envolvidos nessa ação”, destacou Pedro Marinho, secretário de Meio Ambiente e Defesa Civil.

Antes da retirada do Mastro, centenas de pessoas se concentraram na Reserva do Inhamum em momentos de lazer e diversão. O prefeito Fábio Gentil esteve presente acompanhado da primeira-dama Letícia Gentil e do vice Paulinho.

 O prefeito interagiu com os devotos, como faz todos os anos.

“É uma festa muito tradicional. É um momento de confraternização e de prestar homenagens a São Sebastião. Essa festa faz parte da vida do nosso povo”, disse Paulinho, vice-prefeito.

“Nós estamos do jeito que gostamos de estar, no meio do povo, com o povo, interagindo. É uma festividade muito interessante. As pessoas vêm não apenas pela parte religiosa, mas para interagir, corpo a corpo, que é muito positivo”, ressalta Letícia Gentil, primeira-dama.

“É um momento religioso, mas é um momento de aprendizado onde aprendemos a trabalhar este evento com a própria população. O prefeito, além de prefeito, é um ser humano e precisa externar tudo isso para a população, deixar o gabinete, abraçar o povo, estar com o povo, pedindo sempre a Deus, agradecendo com o nosso trabalho o que Deus nos proporcionou, que é gerenciar o nosso município. Um momento como esse é inesquecível”, disse Fábio Gentil, prefeito de Caxias.

Enquanto isso, dezenas de pessoas pagavam promessas ao Santo. Em 2019 a festividade completa 139 anos de tradição.

“Eu acompanho há mais de 30 anos, e o que prevalece é a fé que eu tenho no Santo”, disse Deusdete de Paula, devoto.

“Eu já venho há 49 anos. Meu nome é Sebastião, em homenagem ao Santo, e eu tenho muita fé”, reforçou Sebastião Santos, devoto.

“Esse evento marca o início do festejo. Mais uma vez, nós nos orgulhamos de estar dando continuidade a esta festa tradicional que reúne tantos devotos”, lembra Ricardo Murino, vice-presidente da Associação dos Amigos e Devotos de São Sebastião.

“São 139 anos! A Associação foi criada para que a gente não deixe morrer esta tradição. Nós temos casos de pessoas que não andavam mais e que hoje vêm a pé agradecer. Nós devemos continuar agradecendo por estarmos aqui nessa festa bonita”, ressalta Bina Assunção, presidente da Associação dos Amigos e Devotos de São Sebastião.

Por volta do meio dia, os devotos traziam nos ombros a árvore com 23,5 metros e meio. A árvore foi levada em cortejo até o bairro DNER, onde foi descascada. Muitos acreditam no poder curativo da casca da árvore. À tarde, centenas de fiéis seguiram pelas ruas do Centro de Caxias até o Largo de São Sebastião, onde ocorreu o levantamento do Mastro de São Sebastião. (Ascom)

0 comentários:

Postar um comentário