Magno Magalhães pede audiência pública para discutir tratamento de câncer em Caxias

20.6.18

O vereador Magno Magalhães (PSD) deu entrada na Câmara Municipal com requerimento que solicita uma audiência pública para discussão do tema “Serviço de oncologia no município Caxias”. O assunto foi amplamente discutido na sessão ordinária de segunda-feira (18).

Para Magno Magalhães, a Câmara tem o dever de estabelecer essa discussão com o objetivo de esclarecer o tema. “Creio que há uma ansiedade de toda a sociedade caxiense hoje sobre esse tema. Temos conversado com todos os lados que envolvem a oncologia, seja o Estado, a empresa privada, as entidades ligadas a sindicatos, e percebemos que há um ar de nebulosidade”, disse o parlamentar.

Segundo o vereador Catulé (PRB), a mesa diretora do legislativo apoia a proposição. “Essa Casa só tem que agradecer pela iniciativa. Afinal, trata-se de um tema de grande importância e discutido no país todo. Não devemos só dar apoio, mas contribuir, porque a audiência pública é uma satisfação à sociedade, um entendimento para se encontrar saídas viáveis”, destacou o presidente da Câmara.

A líder da oposição, Thaís Coutinho (PSB), se manifestou a favor da realização da audiência pública, mas propôs estender a discussão para a saúde de modo geral.

Durval Júnior (PSB) também se mostrou favorável à proposta de Magno Magalhães, e aproveitou o encejo para cobrar uma audiência para debater os serviços prestados pela Companhia Energética do Maranhão (Cemar) no município.

Em apoio à audiência, a vereadora Aureamélia Soares (PC do B) destacou que, apesar do Hospital Macroregional de Caxias funcionar a contento, é preciso ser revisto como vai funcionar a radioterapia.

Hospital Geral

Ainda dentro da temática da saúde, os vereadores voltaram a debater o funcionamento da emergência e urgência do Hospital Geral de Caxias mediante a acusação da vereadora Thaís Coutinho. Segundo ela, não há atendimento à noite na unidade hospitalar.

Durval Júnior contestou a denúncia com o relato de dois pacientes na unidade de saúde, acompanhados pelo vereador, de que estão sendo bem tratados. Lembrou ainda que o Hospital Geral foi fechado na gestão anterior e que no governo Fábio Gentil (PRB) passa por reforma e ampliação.

O vereador Mário Assunção (PPS) comunicou que as demandas de emergência e urgência são encaminhadas à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e que os mesmos serviços serão reabertos no Hospital Geral até o fim do ano.

Os vereadores Sargento Moisés (PSD) e Darlan reiteraram os pronunciamentos dos vereadores Mário Assunção e Durval Júnior. (Ascom)

0 comentários:

Postar um comentário