Governo beneficia 62 famílias de Mirinzal e Presidente Juscelino com entrega de títulos de terra

22.2.17
Governador Flávio Dino, entregou títulos de terra coletivos quilombolas.
Foto: Handson Chagas/Secap

Com o sorriso no rosto de quem esperava a realização de um sonho há anos, 62 famílias dos municípios de Mirinzal e Presidente Juscelino receberam, das mãos do governador Flávio Dino, títulos de terra coletivos quilombolas, em solenidade realizada no Palácio dos Leões, na tarde desta quarta-feira (22). Foram beneficiados agricultores da Associação Comunitária Quilombola da Santa Tereza, em Mirinzal, e da Associação dos Moradores Rurais Quilombolas do Povoado de Mirinzal da Julita, em Presidente Juscelino.

A entrega de títulos de terra é política permanente do Governo do Estado, por meio do Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (Iterma), e objetiva reconhecer a propriedade plena da terra, pelos agricultores que a ocupam, buscando promover a dignidade e o fortalecimento da agricultura. Esta rodada de entrega de títulos beneficiou 62 famílias, sendo 37 famílias no município de Mirinzal e 25 em Presidente Juscelino, com a entrega de mais de 592 hectares de terra.

De acordo com o governador Flávio Dino, o título de terra significa segurança jurídica, ganho econômico – porque as terras passam naturalmente a valer mais na medida em que estão regularizadas –, além de oportunidade de acesso a crédito nos bancos de fomento, pois o documento é uma garantia.

“Todos esses ganhos vão à direção principal que é a valorização da produção, porque os indicadores sociais do nosso estado só vão continuar a melhoria que nós estamos alcançando, na medida que a nossa economia cresça, e o caminho mais rápido, efetivo para a economia do Maranhão crescer não há dúvida que é por intermédio da produção”, enfatizou o governador, reiterando que os maranhenses precisam dessas políticas públicas para que os produtores possam crescer e se desenvolver ainda mais.

Governador Flávio Dino, entregou títulos de terra coletivos quilombolas.
Foto: Handson Chagas/Secap

Para o secretário de Agricultura Familiar, Adelmo Soares, o Governo do Estado está tratando como prioridade o programa de regularização fundiária, e, em dois meses deste ano, já entregou outros 677 títulos de terra. “Vamos continuar com esse trabalho nas Agritecs, como na próxima em Açailândia. Porque mostra o compromisso e a linha de trabalho de um órgão que era esquecido no Estado. E esse compromisso é forte, pois leva dignidade às famílias”, pontuou.

A presidente da Associação Comunitária Quilombola da Santa Tereza de Mirinzal, Ana Lourdes, disse que a entrega desses títulos é um sonho que se tornou realidade. “Agora vamos requerer outros benefícios para nossa comunidade”, comemorou a agricultora.

“Esse título muda a comunidade. Dá mais segurança, mais respeito. Agradeço a Deus e ao governador”, disse Raimundo Diniz, presidente da Associação dos Moradores Rurais Quilombolas do Povoado de Mirinzal da Julita, em Presidente Juscelino.

0 comentários:

Postar um comentário