Tudo que ganhou como prefeito, de 2013 a julho de 2016, Léo Coutinho está investindo para se reeleger em Caxias

16.9.16
Do Blog do Aquiles Emir - Não há prova maior de amor por um município do que a demonstrada por Leonardo Barroso Coutinho (foto), o Léo Coutinho (PDT), candidato à reeleição em Caxias, no interior maranhense. Dos 761 mil 600 que juntou para a campanha deste ano, R$ 750 mil são do próprio bolso, e isto significa dizer que está investindo num novo mandato tudo o que já recebeu como prefeito da cidade, tudo em nome do povo.

Segundo dados da própria Prefeitura de Caxias, o salário do prefeito é de R$ 17 mil 500, o que significa dizer que em três anos e sete meses, isto é, de janeiro de 2013 a julho de 2016, se não tivesse nenhum desconto para Previdência Social, Imposto de Renda etc e não tivesse consumido um cafezinho com dinheiro do seu salário, teria juntado R$ 752 mil 500.

Pois bem, para bancar a sua campanha de reeleição, Léo Coutinho decidiu investir R$ 750 mil e pediu ao tio Humberto Coutinho (PDT), deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa R$ 11 mil 600, ou seja, basta a família para bancar a despesa. É curioso observar como para uma campanha em Caxias, cuja população, segundo o censo do IBGE é 118.534, quase dez vezes menos do que São Luís, Léo Coutinho gasta mais do que o prefeito da capital, que teria botado na campanha, até agora, R$ 710 mil 300.

Outra curiosidade é a renda extra do prefeito, pois pelas exigências do TSE, a máximo permitido para doação pessoal deve corresponder a 10% da renda anual, declarada à Receita Federal, ou seja, Léo Coutinho faturou em 2015 mais de R$ 7,5 milhões.

4 comentários:

  1. Desespero, a hora tá chegando. É o fim do reinado. Para Caxias a redenção.

  1. Anônimo disse...:

    o povo acordou e vamos dizer não aos coutinhos como dizemos não aos marinhos em 2004, discurso cansado, não da mais coutinhos

  1. Anônimo disse...:

    Blogueiro covarde que só publica os comentários que denigrem a atual administração.. cadê sua imparcialidade seu covarde?!

  1. claudio saba disse...:

    Diz aí, anônimo valentão...

Postar um comentário