Escolas municipais de Timon superam meta do IDEB

10.9.16
Nas séries iniciais (1º ao 5º ano) sai de 4,2 para 4,5 e nas séries finais (6º ao 9º ano) sai de 3,6 para 3,9. A nota foi divulgada ontem ,quinta-feira (08.09),  pelo Ministério da Educação (MEC)

Resultado dos intensos investimentos realizados para a melhoria da educação no município, Timon cresceu na nota do IDEB, o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica em relação a 2013 e algumas escolas já superaram a meta para 2021.

A nota do IDEB em Timon, que era de 3,8 em 2011 saltou para 4,2 em 2013, colocando o município acima da média do Maranhão, e agora consegue empatar com a capital, São Luís, nos resultados. Esses índices são alcançados por meio da Prova Brasil, que mede conteúdos e habilidades em Língua Portuguesa e Matemática.

O aumento da nota significa que as ações que vêm sendo realizadas na educação do município são positivas. “Esses resultados provam que é possível melhorar a qualidade do ensino quando se trabalha com responsabilidade e compromisso. Fazemos um trabalho em parceria com os gestores das escolas e este modo de trabalhar vem dando muito certo, tanto que temos escolas que superaram a meta do IDEB projetada para 2021”, comentou a secretária de educação, Dinair Veloso.

A escola Vila João Reis, que em 2009 tinha a nota de 3,8 e teve uma queda no ano de 2011 para 3,6, deu um salto positivo e superou a meta de 4,7 do Ministério da Educação e agora tem nota 5,0.

É importante lembrar que em 2011, o município não alcançou a meta projetada pelo MEC, por conta disso, para atingir a meta em 2013 os esforços foram duplicados e a nota do município só aumentou de lá para cá.

Reconhecemos que a meta projetada para 2015, que era 4,7, não foi alcançada, mas o mais importante é ter a certeza que este crescimento reflete a qualidade do ensino na sala de aula, ou seja, apesar dos desafios e dificuldades que enfrentamos desde o início da gestão, estamos crescendo cada vez mais”, disse a secretária.

Esta nota também significa que as taxas de aprovação, abandono e evasão melhoraram seus índices. “Este resultado reflete o trabalho dos professores em sala de aula, que está alcançando resultados positivos, isto é, significa que o aluno aprendeu realmente. Em consequência disso, a aprovação aumentou e o abandono e evasão diminuíram”, explica Alexandra Morais, assessora técnica da SEMED.

(Com informações e fotos da assessoria)

0 comentários:

Postar um comentário