RECONHECIMENTO - Parque da Cidade se consagra como o palco adequado para grandes eventos em Caxias

30.6.16

Construído durante a gestão de Márcia Marinho (2001/2004), o Parque da Cidade tem sido desde então o local adequado para grandes eventos em Caxias.

No seu primeiro ano de funcionamento, foi palco do memorável Festival de Verão e também do maior São João já visto em Caxias até aquela data, onde ficou demonstrado que aquele espaço foi uma das grandes ações da gestora que o idealizou.

De lá para cá, no governo de Humberto Coutinho, existiu até uma tentativa tola e inexplicável de mudar o seu nome para “Parque do Povo”. Com o nome de batismo já incutido na cabeça dos caxienses, até mesmo o grupo Coutinho abandonou a cretinice saída da mente doentia de algum dos seus integrantes e já denomina o local de Parque da Cidade nos seus meios de comunicação.

Com espaço suficiente para eventos com mais de 50 mil pessoas, os caxienses se habituaram a comparecer as ações festivas da Prefeitura de Caxias e garantem sempre um público excelente nos festejos juninos ou em qualquer atração que seja feita ali. A localização perfeita e estacionamento para mais de 1000 (mil) veículos fazem daquela arena o destino das famílias que buscam diversão nos eventos oficiais.

Até mesmo no São João “relâmpago”, com duração de apenas 2 dias e com atrações musicais que se apresentam na cidade pelo menos 3 vezes por ano, o público não decepcionou e compareceu em peso no local

Antes do Parque da Cidade, os festejos juninos e outros grandes eventos eram realizados na Praça do Panteon, que, devido ao crescimento populacional do município, já não tinha mais condições de sediar algo que reunisse mais de 12 mil pessoas.

Queiram ou não os atuais ocupantes do Palácio da Cidade, ninguém tira o mérito da ex-prefeita Márcia Marinho ao idealizar e viabilizar um local perfeito para a realização de grandes eventos na cidade.

É só uma questão de reconhecimento e bom senso ao dar os parabéns para quem proporcionou uma obra de grande utilidade para o lazer dos caxienses.

0 comentários:

Postar um comentário