Humberto Coutinho reúne grupo político para tentar levantar “moral da tropa”

16.5.16

Com pesquisas para consumo interno apontando um futuro nada confortável, o deputado Humberto Coutinho realizou na última quinta-feira, 12, um comício, disfarçado de reunião, com integrantes do seu grupo político para tentar encorajar aqueles que sentem nas ruas o desgaste dos quase 12 anos de mando da família Coutinho em Caxias.

Realizado no Clube Alecrim, o evento teve a participação maciça de mensalinhos e fantasmas da Assembleia Legislativa, além dos tradicionais ‘correligionários’ que batem o ponto todo dia 10 na Casa de Saúde.

Dividiam o palanque ao lado do presidente da AL, além do prefeito Léo Coutinho, os vereadores da base aliada, sendo que foi vetada a participação dos eternos candidatos a uma vaga no legislativo que, apesar de serem os mais empolgados na festa, sempre tem que se contentar como atores coadjuvantes do grupo e não conseguiram sequer um lugar de destaque nas fotos do palanque improvisado disponíveis nas redes sociais.

Com apelos dramáticos do próprio Humberto Coutinho para que os aliados levassem o maior número de pessoas possível, na contabilidade duvidosa do prefeito, a quantidade foi estimada em 5 mil almas. “Muito obrigado às mais de 5 mil pessoas que compareceram ao encontro, mostrando que nosso grupo político continua forte e unido.”, disse o nosso desastrado prefeito afirmando ainda que, usou a oportunidade, “para prestar conta de tudo o que realizei em três anos nas zonas rural e urbana, e falei das obras que ainda vão ser entregues até o final de minha gestão”.

Para disfarçar a realização de comício fora de época, alguns integrantes do grupo Coutinho chegaram a falar que se tratava de uma “confraternização”, o que não se sustenta diante de uma análise mais sensata, haja vista que as chamadas confraternizações de empresas ou mesmo grupo políticos, só é feita no final do ano, e nunca antes da metade do primeiro semestre.

Vários ônibus contratados garantiram a presença de moradores da zona rural do município, numa demonstração de que o objetivo de “casa cheia” foi perseguido a risca pelos organizadores, pois, sem um público expressivo, como empolgar os desanimados soldados?  

Reunir os mesmos fantasmas e mensalinhos numa “grande reunião”, como pregava o presidente da AL para aqueles mais próximos, com o objetivo de animá-los para os futuros embates políticos, não pode ser visto como demonstração de força política ou de algo parecido com isso. Pregar para aqueles já convertidos à causa coutinhiana fica mais parecendo com enxugar gelo, uma vez que todos que compareceram ao Clube Alecrim já são devidamente ‘acertados’ com os mandatários da cidade.

Se a tentativa foi somente a de encorajar os fantasmas e mensalinhos, creio que não deu muito certo, pois nos perfis mantidos por essa turma nas redes sociais não deram muito destaque para a tal ‘confraternização’, onde até os bajuladores de primeira hora, não demonstraram muita disposição em abordar o tema.

Prepara o bolso, Humberto Coutinho, pois essa de agradar o grupo com meia dúzia de salgadinhos e um copo de cerveja parece que já não é mais suficiente.

5 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Só tenho uma pergunta a fazer: CADÊ O MINISTÉRIO PÚBLICO QUE NUM FAZ NADA? CADÊ A JUSTIÇA ELEITORAL? CADÊ A POLÍCIA? CADÊ O DELEGADO? CADÊ A PROMOTORIA? CADE A LEI? SÓ TEM UM DETALHE SRS FEUDALISTAS, O MAIOR JUIZ JÁ TÁ COM AS DEVIDAS CREDENCIAIS PARA JULGAR ESTES DESMANDOS: O POVO! NOS AGUARDE EM 02 DE OUTUBRO! ESSA PALHAÇADA VAI ACABAR!

  1. Anônimo disse...:

    e o ministério publico? caladinho, caladinho!

  1. Anônimo disse...:

    EU ESTAVA LÁ O COME, COME, BEBE, BEBE ERA DE LASCAR. JÁ PERDERAM, JÁ PERDERAM. ADEUS QUERIDO!

  1. Anônimo disse...:

    O PODEROSO SARNEY FICA NOS BASTIDORES SÓ OLHANDO, ESQUECERAM???

  1. Anônimo disse...:

    Caxias lembra aquela novela velho chico, a aquele coronel chamado de saruê, para povo viver no cabresto.

Postar um comentário