Governo atende agricultores de Açailândia e Araguanã por meio de Chamada Pública

25.1.16
Primeira etapa de oficinas realizadas em Açailândia, com
agricultores atendidos pela Chamada Pública
A partir desta terça-feira (26), o Governo do Estado, por meio da Agência Estadual e Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Agerp), dará continuidade as atividades referentes ao Contrato de Ater Nº 094/2013 (Chamada Pública da Sustentabilidade), executado no Maranhão pela instituição, que atende a 2.240 famílias no campo.

Serão realizadas duas oficinas de Diagnóstico Rápido e Participativo (DRP), em Açailândia, na comunidade Vila Ildemar, que contemplarão 40 famílias nesta etapa. Ainda esta semana, nas quinta (28) e sexta-feira (29), mais 80 famílias do município de Araguanã recebem a equipe técnica da Agerp para a realização de quatro oficinas de DRP, onde será feito o levantamento das ações produtivas existentes nas comunidades, considerando as diferentes culturas, criações e a identificação das atividades agropecuárias.

As oficinas de DRPs são atividades coletivas, executadas com as famílias já selecionadas e assistidas pelos técnicos da chamada pública, que realizam uma investigação e aprendizagem mútua, adaptação das experiências, uso e transferência de tecnologias, no intuito de conhecer os entraves e as possibilidades das famílias rurais em busca do desenvolvimento local sustentável.

Agricultores familiares durante oficinas realizadas em Amarante
Para a coordenadora do projeto, Angela Santos, em três anos de acompanhamento, as famílias assistidas pela chamada estarão inseridas no mercado, vivendo de maneira autossustentável. “Nosso principal objetivo é levar as políticas públicas ao agricultor familiar, trabalhando de forma integrada com as esferas federal, estadual e municipal. A equipe permaneceu em campo promovendo o acompanhamento de Ater por meio de atividades sustentáveis, pautados nos princípios da agroecologia e meio ambiente, melhorando a vida do homem do campo”, disse.

A coordenadora explica, ainda, que paralela a esta etapa, a equipe da Agerp promove o perfil da unidade de produção familiar (UPF), que consiste no levantamento dos aspectos de trabalho familiar, patrimônio, atividades produtivas e gestão da propriedade, considerando as especificações sociais, de gênero, raça, etnia e geração de renda. Esta atividade é feita de forma individual, com visitas a todas as famílias selecionadas.

A ‘Chamada Pública da Sustentabilidade’ atende a 2.240 famílias divididas nos municípios de Açailândia, Alto Alegre do MA, Amarante do MA, Araguanã, Bacabal, Bom Jardim, Bom Jesus das Selvas, Buriticupu, Governador Newton Bello, Lago Verde, Maranhãozinho, Presidente Médici, Santa Luzia, Santa Luzia do Paruá, São João do Caru, Vitorino Freire e Zé Doca, totalizando 17 municípios distribuídos em seis regiões de planejamento do Estado: Alto Turi, Baixo Turi, Pindaré, Carajás, Mearim e Tocantins.

Entre os meses de outubro e dezembro de 2015 foram realizadas 60 oficinas de DRP, com 1.220 famílias atendidas nos municípios de Governador Newton Belo (4) oficinas, São João do Caru (4), Amarante do Maranhão (12), Santa Luzia do Paruá (4), Açailândia (4), Buriticupu (5), Bom Jardim (4), Bacabal (4), Santa Luzia (4), Lago Verde (4), Vitorino Freire (4), Araguanã (4) e Bom Jesus das Selvas (uma).

0 comentários:

Postar um comentário