Técnicos do Mais IDH participam da Agritec Caxias

15.11.15
Representantes da SAF e Agerp reunidos com os 
técnicos do Programa Mais IDH
Representantes da Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (SAF) e Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Agerp) reuniram-se com os técnicos do Programa Mais IDH, que atuam nos trinta municípios mais pobres do Estado.

O encontro aconteceu durante a realização da Feira de Agricultura Familiar e Agrotecnologia do Maranhão (Agritec), no Território dos Cocais, no período de 11 a 14. O objetivo foi alinhar as medidas de trabalho voltadas para as famílias carentes do Maranhão.

O Programa “Mais IDH” foi constituído pelo Governo do Estado com o objetivo de reduzir a extrema pobreza e as desigualdades sociais no meio urbano e rural, por meio de estratégias de desenvolvimento territorial sustentável, com políticas públicas que valorizem a diversidade social, cultural, econômica, política, institucional e ambiental das regiões do Estado.

Os 90 técnicos estão atuando para garantir assistência técnica e extensão rural, levando soberania alimentar e desenvolvimento a família em situação de extrema pobreza nos trinta municípios com menor IDH do Estado.
           
Técnicos do Programa Mais IDH durante atividades 
no interior do Maranhão
Para o secretário de Estado de Agricultura Familiar, Adelmo Soares, a luta de mudar o Maranhão está só começando. “Vocês irão enfrentar areia, lama, miséria, fome, falta de fé, mas o trabalho do extensionista vai muito além do que só fazer sua profissão, porque sempre haverá dificuldades que deverá ser transformada em oportunidade. O trabalho desempenhado pelo Programa Mais IDH é para quem tem força, firmeza e, acima de tudo, dignidade e vontade de mudar o Maranhão”.
  
Adelmo Soares informou, na feira, que o secretário nacional de Segurança Alimentar do Ministério de Desenvolvimento Social (MDS), Arnoldo Anacleto, anunciou que o Maranhão receberá R$ 20 milhões do Governo Federal para ampliar a capacidade produtiva das famílias nos municípios com menor IDH do estado.

Com o recurso disponibilizado, será possível impulsionar a capacidade produtiva dos trabalhadores rurais, ampliando de 3 mil para 9 mil famílias beneficiadas com acompanhamento técnico nos municípios com menor IDH. Os recursos do Governo Federal também são destinados à aquisição de caminhões que transportarão produtos agrícolas nas cidades que integram o Plano Mais IDH.

Os técnicos receberão ainda, notebooks e um container com ar-condicionado, cadeiras, mesas, banheiro que será utilizado como escritório. Foi reforçado a frota de carro com a chegada de dez veículos para auxiliar o acesso dos técnicos as famílias.

Até o momento já foram atendidas 1.236 famílias. Durante a Agritec os técnicos tiveram acesso a diversas tecnologias simples que poderão ajuda-los no atendimento as famílias carentes adequando cada tecnologia de acordo com a realidade de cada município.

O presidente da Agerp, Fortunato Macedo enfatizou a importância do processo de transformação da realidade no meio rural, realizado por meio destes profissionais. “Vamos colaborar para que o agricultor produza cada vez mais e melhor, seremos os agentes responsáveis por essa mudança, levando tecnologia ao homem do campo e colaborando para elevar em níveis satisfatórios o IDH do Estado”. A Agerp é uma instituição responsável por levar assistência técnica e extensão rural (Ater) ao homem do campo no Maranhão.

Presentes na reunião os 19 gestores regionais da Agerp, o delegado federal do MDA no Maranhão, Vicente Mesquita; o secretário adjunto de Comercialização e Organização Produtiva da SAF, Francisco Salles; a secretaria adjunta de Extrativismo, Povos e Comunidades Tradicionais, Luciene Dias; o chefe geral da Embrapa Cocais, Valdemicio Ferreira; e o diretor executivo do Instituto de Agronegócio do Maranhão (Inagro), Fábio Silva.

0 comentários:

Postar um comentário