RAPOSA JOVEM - Candidato a presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Caxias “dá balão” em políticos de diferentes facções

22.10.15
Já não se fazem raposas políticas como antigamente. Que o digam o vereador caxiense Jerônimo Ferreira, o ex-vereador Antonio Ximenes, o deputado Humberto Coutinho e até mesmo o ex-prefeito Paulo Marinho.

Considerados da elite politica caxiense devido a forma de cooptarem aliados e de conseguirem benefícios para seus interesses partidários, todos estão sendo passados pra trás por um amador. Trata-se do conhecido “bodozinho”, proprietário de uma empresa de crediário na cidade e que, mesmo sem ser e nunca ter sido trabalhador rural, é candidato a presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Caxias.

Para conseguir seu objetivo, “bodozinho” se aliou no início a Paulo Marinho, pois acreditava que os meios de comunicação do ex-prefeito poderiam lhe ajudar na disputa.

Tendo colocado Paulo Marinho “no bolso”, “bodozinho” parte pra cima do ex-vereador Antonio Ximenes, pois com a informação de que o mesmo alimenta um sonho antigo de botar as mãos no STTR, colocou-se logo a disposição deste para presidir a entidade tendo-o como padrinho. Ximenes não pensou duas vezes e colaborou financeiramente para conseguir realizar seu desejo de ter influência no cobiçado Sindicato.

Com Paulo Marinho e Antonio Ximenes devidamente ‘domesticados’, o próximo ‘alvo’ de “bodozinho” foi o vereador Jerônimo Ferreira.

Mas com Jerônimo Ferreira o candidato a presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, que não é trabalhador rural, parece que encontrou sua “alma gêmea”. Empolgado com a nova parceria, Jerônimo viu em “bodozinho” um potencial cabo eleitoral e o apoio dado a ele na tentativa de presidir o cobiçado Sindicato Rural tem sido robusto e bem maior que a ajuda de Paulo Marinho e AX.

O deputado Humberto Coutinho, que sempre soube avaliar corretamente o potencial dos seus cabos eleitorais, também errou na avaliação de “bodozinho”, pois não se informou corretamente das andanças do moço por outros braços.

Resumo da ópera

Mesmo recebendo apoio de várias lideranças, as chances de “bodozinho” conseguir ser o vitorioso na eleição do STTR são mínimas.

Disputando a presidência com o atual presidente da entidade, vereador Neto do Sindicato, “bodozinho” enfrenta uma candidatura sólida e que tem na sua trajetória milhares de benefícios obtidos para os trabalhadores rurais na forma de desapropriação de terras, crédito fundiário e aposentadorias.

Embora tendo poucas chances, o alienígena do movimento sindical mostrou nos últimos meses que a classe política de Caxias tem que se reciclar urgentemente, pois um amador no jogo conseguiu mostrar que “já não se fazem raposas como antigamente”.

2 comentários:

  1. Antonio Ximenes disse...:

    Essa matéria deve tê custado uma nota preta. A eleição é sindical, e quem vai decidir por uma delas é o trabalhador rural, o resto é pura especulação..... Que vença aquele que despertar mais confiança do trabalhador rural.
    Ximenes

  1. claudio saba disse...:

    Não custou nada, mas já o seu apoio ao candidato da chapa 2 com certeza foi um preço alto. Uma pena que o Jerônimo "tomou" o seu aliado,

Postar um comentário