Endemias intensifica vacinação antirrábica em Aldeias Altas

16.10.15
Agentes do Setor de Endemias da Prefeitura de Aldeias Altas intensificaram a vacinação de felinos e caninos contra a raiva. A mobilização teve início pela sede do município onde quatro equipes percorrem as casas para fazer a imunização dos animais contra a doença.

A vacinação de porta a porta será intensificada neste mês. O objetivo desse mutirão é imunização um maior número de cães e gatos e para isso a Prefeitura tem dado condições necessárias para que o nosso trabalho seja suficiente para melhorar a cobertura vacinal no município”, frisou Cléber Menezes, do Setor de Endemias.

De acordo com o coordenador de endemias até o momento mais de mil animais já foram vacinados, o que representa pouco mais de 25% da meta estabelecida. Para ele, a população precisa se conscientizar da importância da imunização de cães e gatos.

É importante que os donos de cães e gatos aceitem as visitas dos agentes de endemias. A vacina é necessária para prevenir a raiva. O animal vacinado não transmite a doença porque adquire a proteção contra o vírus”, afirmou Cléber Menezes.

A vacina antirrábica é disponibilizada durante todo o ano nas unidades de saúde do Município, no entanto, a ação é intensificada durante a campanha. Para que haja um maio número de animais vacinados, o Setor de Endemias conta com o apoio do NEMS -  Núcleo de Educação em Saúde que faz o trabalho de conscientização junto aos donos de cães e gatos, uma vez que existe certa resistência por parte de alguns na hora de facilitar a vacinação antirrábica.

A adesão da população à campanha de vacinação é importante para que a doença permaneça sob controle. Fazemos nosso papel de conscientizar os donos ou responsáveis pelos animais, à levá-los para serem vacinados, que também é uma demonstração de carinho”, destacou José Hamilton, do NEMS.

Raiva

A raiva é uma doença que mata. É provocada por um vírus que ataca o cérebro e os nervos, gerando distúrbios de comportamento, causando muita dificuldade para respirar e para engolir até mesmo água. O vírus é transmitido por cão, gato, primatas, cavalo ou morcego, tanto pela mordida quanto pela saliva, se esta entrar em contato com mucosas ou com alguma lesão de pele. Por isso, existe a vacinal anual (a partir dos 4 meses de idade) dos animais domésticos. O cão raivoso perde o apetite, baba muito, anda sem rumo e tem crises de furor durante as quais morde as pessoas ou outros animais. O animal mordedor deve ser mantido preso, vivo e em observação.

ASCOM: Aldeias Altas – MA

0 comentários:

Postar um comentário