Agritec movimenta público de 3 mil pessoas no primeiro dia de evento

9.10.15
A 1ª Feira de Agricultura Familiar e Agrotecnologia do Maranhão (Agritec) de Açailândia, no território Cerrado Amazônico, mobilizou no primeiro dia de evento, nesta quinta-feira, (08), cerca de 3 mil pessoas de diferentes municípios da região Tocantina.

A Agritec é uma realização do Governo do Estado, por meio do Sistema de Agricultura Familiar (SAF, Agerp e Iterma), e da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Cocais), do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura do Estado do Maranhão (Fetaema). A Feira recebe apoio do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), da Associação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas do Maranhão (Aconeruq) e do Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu (Miqcb).

A Feira de Agrotecnologia é um espaço para troca de experiências e de aprendizagem por meio de cursos, oficinas e workshops ministrados pelos parceiros.

No primeiro dia mais de 150 agricultores familiares foram capacitados em cursos que abordaram sobre a “Integração lavoura-pecuária”; “Programa Balde Cheio”; “Criação racional de abelhas”; “Cultivo de peixe em tanque de lona”; “Associativismo para melhores resultados”; “Irrigação e sanidade em culturas agrícolas”, entre outros.

Além de oferecer um espaço de geração de conhecimento com as capacitações ao pequeno produtor, a Agritec é um espaço de cidadania ao homem do campo e para a população do município que tem à disposição nos três dias de evento serviços para emissão de documentos (CPF e RG).

Foram emitidos 31 RGs e 17 CPFs, entre primeira e segunda vias, em apenas um dia de Feira. Os documentos são obtidos no espaço do Viva Cidadão, órgão vinculado à Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop).

Outra prestação de serviços ao cidadão na Agritec de Açailândia é o “Ônibus da Cidadania”, de responsabilidade da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), para emissão de Nota Fiscal Avulsa para formalização de microempreendedores e agricultores familiares e que oferece ainda, palestras, cursos de capacitação e formação de conselheiros sociais.

No espaço “Feira da Agricultura Familiar”, os produtores têm a oportunidade de comercializar seus produtos oriundos da agricultura. Mais de 30 agricultores familiares estão expondo e comercializando frutas, verduras, legumes, hortaliças e pequenos animais. A comercialização no primeiro dia da Feira atingiu o total de aproximadamente R$ 4 mil, uma média de R$ 120 por cada agricultor.

A 1ª Agritec de Açailândia se estende até este sábado (10), na Vila Ildemar. Durante a noite o público pode conferir a programação cultural da Feira com bandas de forró e sertanejo locais. 

0 comentários:

Postar um comentário