Procon precisa fazer a Cemar respeitar o consumidor caxiense.

21.9.15
Duas contas cobradas no mesmo mês
A CEMAR é, sem dúvida, uma das empresas que menos tem consideração e respeito pelo cliente consumidor.

Do nada ela muda suas regras de prestação de serviços sem que seu consumidor seja avisado. Na verdade, a empresa tem obrigação de divulgar na imprensa e fazer campanhas de divulgação das tais mudanças.

Dentro das tais mudanças estão desde a cobrança de duas contas no mesmo mês até o corte nos finais de semana sem levar em conta uma lei municipal que proíbe esse tipo de ação.

O pior é que ao ter cortada a energia  o cliente só a terá de volta depois de 24 horas. Eles alegam que não tem pessoal, mas o consumidor não pode pagar pela incompetência da empresa.  Bem que o Procon podia tomar as devidas providências.
Outra coisa absurda é que se o consumidor não conseguir pagar ate 15hs o número 116 não atende mais. Aí você não poderá mais pedir de urgência sua religação.

Um consumidor residente no bairro Cohab em Caxias nos procurou para fazer essa denúncia. Disse que sua energia foi cortada na sexta feira à tarde. Ele estava viajando e em sua residência só estavam três crianças (uma delas de 3 anos).  O funcionário da Cemar cortou a sua energia na sexta à tarde. Pior que não foi mandado aviso nem sequer bateu no portão ou apertaram a campainha para avisar que estavam cortando. Só  à noite a criança mais velha ligou para o pai dizendo que estava sem energia em sua casa. O pai teve a ideia de ligar para o 116. “Liguei. Só ai tive a informação que minha  energia tinha sido cortada. E mais: só poderia ser religada após 24 horas contando em dias úteis ou seja minha energia só seria ligada lá para terça feira, sem falar no final de semana todo sem energia . Eu fiquei revoltado e sem saber a quem recorrer

O Procon de Caxias precisa urgentemente fazer valer os direitos do consumidor caxiense.

Fonte: Diário de Caxias

3 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Essa empresa é uma desgraça. Um dia desses chegaram na minha casa e reviraram meu muro procurando gato. Quebraram muro, tiraram contador velho e colocaram um digital...e tudo isso sem me comunicar nada antecipadamente. Andavam na verdade atrás de gato. Acontece é que em minha casa só crio cachorros. Acionei a dita cuja e vão me pagar R$3.000,00. Molim, molim... Bota essa porra no pau. A justiça está aí mesmo.

  1. Anônimo disse...:

    sabá nos oriente, como agente poderia fazer para pressionar o Procon a haji na nossa cidade a favor do consumidor sem interferência dos empresários ou políticos que fazem pouco caso do nosso direito? sim porque na câmara municipal ja foi feito varias denuncias contra alguns órgãos local e nada foi feito esse caso da Cemar é um nunca receberam punição por ter lesado o consumidor não que eu saiba.


  1. Anônimo disse...:

    Quem escreve Haji assim, não deve saber mesmo de nada. Dá uma não prá ele (a) Sabá, pois é um pobre coitado. Mas, não é coitado prá já está atribuindo a culpa aos políticos. Político camarada, é feito é de gente e muitos deles sabem das coisas mesmo. Não adianta ficar falando deles, pois estão muito bem obrigado. Tu já sabe que não resolvem nada, vai procurar a justiça comum. Contrata um advogado e aciona a concessionária. É mão de vaca, não quer gastar com nada...dá nisso...

Postar um comentário