Governo lança Feiras de Agricultura Familiar para levar conhecimento e tecnologia a pequenos produtores

16.7.15

O agricultor familiar vai ter a oportunidade de conhecer e ter acesso às tecnologias que impulsionarão o desenvolvimento da produção maranhense nos próximos anos. O Governo do Estado lançou nesta terça-feira (14), a Feira de Agricultura Familiar e Agrotecnologia do Maranhão (Agritec) que terá edições realizadas nas regiões Tocantina, dos Cocais, da Baixada e Vale do Mearim, a partir do segundo semestre. São Bento, Açailândia, Caxias e Bacabal serão as primeiras cidades a sediar edições da Feira Agrotecnológica. O objetivo da Agritec é justamente criar espaços para a troca de experiências e  a ampliação de conhecimentos tecnológicos no âmbito da agricultura familiar para benefício do produtor maranhense.

As Feiras integram um conjunto de ações para o desenvolvimento do setor rural em todo o estado. “Com o desenvolvimento de vocações e potenciais regionais dos produtores do Maranhão há uma mudança significativa para um autêntico ciclo de prosperidade no setor produtivo”, afirmou o governador Flávio Dino.

A troca de experiências, assistência técnica e fomento à produção são algumas das ações prioritárias Governo do Maranhão em prol dos agricultores e produtores rurais “Elas serão como vitrines tecnológicas e espaços para integração entre agricultores, poder público e instituições, o que aumenta o otimismo para o desenvolvimento do Maranhão”, afirmou o secretário de Estado da Agricultura Familiar Adelmo Soares.

Por meio da Secretaria de Agricultura Familiar (SAF), da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e do Sebrae, as Feiras serão realizadas em agosto, na cidade de São Bento; em outubro, no município de Açailândia; em novembro, em Caxias e em dezembro, na cidade de Bacabal.

Mais ações

Além das Feiras, serão implantados os “Sisteminhas” nos 30 municípios do ‘Mais IDH’ para incentivar a produção familiar e também serão criadas as ‘Bibliotecas Rurais’ nos municípios mais pobres do estado. Para o setor, está prevista a implantação de 30 Unidades de Referência Tecnológica (URT) com o objetivo de aumentar a produtividade nos municípios; além da ampliação do acesso às linhas de créditos fundiários aos produtores rurais e a criação do Programa de Análise do Solo.

Estavam presentes no Lançamento da Feira Agrotecnológica, o presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, Humberto Coutinho; o presidente da Embrapa-Cocais, Valdemício Ferreira; o superintendente  do Sebrae, João Martins; os prefeitos Léo Coutinho (Caxias), José Alberto (Bacabal) e Carrinho (São Bento); os secretários estaduais Adelmo Soares (Agricultura Familiar), Marcelo Coelho (Meio Ambiente), Márcio Honaiser (Agricultura e Pecuária,)  Robson Paz (Comunicação  Social); o delegado do Movimento Agrário, Vicente Carlos; o presidente do Instituto Nacional  de Colonização e Reforma Agrária, Jobert Silva; representantes da Agerp, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Banco do Nordeste, Iterma e representantes dos sindicatos e associações de trabalhadores rurais.

0 comentários:

Postar um comentário