Bastidores & bastidores

6.7.15
Crise
É mais grave do que no resto do país a crise econômica que assola os caxienses. Empresários do ramo de serviços garantem que o faturamento caiu em mais de 50%.

Demissão
Os comerciários são os trabalhadores em Caxias que mais sentem na pele os efeitos da crise econômica.

Felizes
Por sua vez, os advogados que atuam na área trabalhista no município nunca faturaram tanto. Motivo: a Justiça do Trabalho está trabalhando como nunca julgando causas movidas pelos comerciários demitidos.

Deserto
Contrariando o prefeito Léo Coutinho, que disse numa entrevista que o balneário Veneza fica lotado nos finais de semana, os proprietários de bares e restaurantes do local estão desanimados com a queda no faturamento constatadas nos últimos meses. Neste domingo, por exemplo, o final de tarde no balneário parecia final de enterro, dado o desânimo dos comerciantes contabilizando o resultado das vendas do dia.

Sumido
O vereador licenciado Ronaldo Chaves, parece que deu adeus a atividade política. Pelo menos como candidato ele não dá sinais de que tentará um novo mandato. O cargo que ocupa no governo Flávio Dino lhe afastou de Caxias e também dos aliados, pois muito reclamam que só ainda lembram da sua fisionomia pelas fotos do facebook.

Fura-olho
Falando em facebook, tem vereador em Caxias que está incomodando o prefeito e demais colegas com sua mania de grelar os olhos nas coisas alheias. Conhecido como fura-olho, a cada buraco numa rua, lixo amontoado, meio-fio quebrado ou semáforo com defeito, lá está ele postando no facebook que já pediu ao respectivo secretário responsável pelo caso uma solução para o problema. “Quando ele sabe que conseguimos junto ao prefeito uma estrada, um açude ou que quer que seja na zona rural, ele vai lá no povoado e diz que já cobrou do prefeito melhorias na região para colher os dividendos de qualquer ação da Prefeitura no local”, comenta um vereador governista aborrecido com a falta de ética do colega. “É um fura-olho desde o início do mandato”, diz outro.

Tropa governista diminui
A maioria esmagadora do governo Léo Coutinho na Câmara de Vereadores pode perder a qualquer momento um dos seus integrantes. Mas não perderá por ideologia ou por constatação de alguma irregularidade no Palácio da Cidade. Insistentes pleitos não atendidos pelo ainda vereador governista são a raiz do problema. “Um a menos não faz diferença”, avalia o deputado Humberto Coutinho diante do humor do revoltado edil caxiense.

Asfalto
Por mais asfalto que o governo Léo Coutinho jogue nas ruas de Caxias, sua popularidade não dá sinais de esteja se movimentando pra algum lugar. Tá difícil...

0 comentários:

Postar um comentário