Incrível!!! Em entrevista ‘exclusiva’ para TV de propriedade da família, Léo Coutinho anuncia que vai continuar fazendo sua obrigação

20.6.15
Mais pastelão impossível a entrevista ‘exclusiva’ que o prefeito Léo Coutinho concedeu nesta quinta-feira, 18, à emissora de sua família (TV Sinal Verde).

Comandada pelo apresentador Reginaldo Pinho, a entrevista foi na verdade um bate papo entre dois bons e velhos amigos.

Com pano de fundo o Balneário Veneza, Pinho agradeceu ao prefeito, mesmo sendo ele um homem muito ocupado, por atender o convite para a entrevista. Fiquei imaginando cá com meu botões o tamanho do ‘sacrifício’ feito pelo nosso prefeito ao se deslocar até ali para gravar uma entrevista.

De pronto, Léo Coutinho revelou que foi dele a ideia da gravação na Veneza, “nosso maior orgulho”.

Não assisti a entrevista no dia que a mesma foi veiculada, mas disponível no site da TV Sinal Verde, conferi o festival de propaganda política disfarçada de entrevista jornalística na noite de ontem.

Com quase 28 minutos de duração, vou abordar basicamente o início da mesma que, para mim, deu logo o tom de todo o resto: uma entrevista pastelão.

A velha e surrada conversa de pagamento em dia de salário ganhou ares de grande feito, coisa espetacular, sensacional e quase divina feita por Léo Coutinho. “As perguntas  que faremos aqui nos chegam diariamente, mas a primeira pergunta é nossa. Pela lei, o pagamento de metade do 13º salário deve ser pago no sexto mês, e o senhor noticiou isso como algo natural, embora muitos outros prefeitos não tenham nem feito, como é que se dá isso?” questionou Reginaldo Pinho versão 2015 repetindo a estratégia do marqueteiro Carlos Alberto de fazer uma pergunta já deixando claro como deve ser a condução da resposta.

Como não poderia ser diferente, o prefeito seguiu o script.

Léo danou-se a relembrar o pagamento em dia feito pelo tio e falou do respeito que se tem que ter com o servidor público. “Sei da importância, da tranquilidade de poder chegar no final do mês e receber o dinheiro que não é favor”, iniciou o chefe do Executivo caxiense para em seguida usar a obrigação de pagamento em dia como jogada política de uma forma bem rasteira: “tem gente em Caxias, tem político que acha que isso é favor [pagamento de salário], mas na verdade é obrigação e nós iremos sempre cumprir esse compromisso.”

Caros leitores, insinuar que existe algum político em Caxias ou no planeta terra que usa a obrigatoriedade de pagamento de salários como favor é querer zombar da inteligência dos caxienses.

Fosse Reginaldo Pinho na sua versão 2014 conduzindo uma entrevista com o prefeito, provavelmente teríamos nesse momento, no mínimo, uma pergunta do nome de quais políticos e em quais ocasiões os mesmos pelo menos insinuavam uma blasfêmia dessa, de que pagamento de salário era favor aos servidores.

Ainda sobre salários, Léo Coutinho resolveu brincar ou debochar dos sofridos funcionários da Prefeitura de Caxias. “Aqui mesmo na Veneza, quando chega o dia 20 fica pegando fogo, é tudo cheio, o pessoal comendo pirão de parida, tomando uma cervejinha, refrigerante...”, disse ele para o apresentador que não aproveitou o momento para lhe dar um choque de realidade.

A grande maioria dos funcionários da Prefeitura de Caxias recebe um mísero salário mínimo por mês. Um pirão de parida servido na Veneza custa R$ 120,00 (cento e vinte reais). Uma cerveja R$ 7,00 (sete reais) e um refrigerante (2 litros) o mesmo preço.

Vamos imaginar um zelador da Prefeitura de Caxias sacando seu salário e indo com esposa e 3 filhos na Veneza. Como logicamente ele não tem automóvel e nem motocicleta, seu gasto com mototáxi gira em torno de R$ 30,00 (trinta reais) para ir e vir, caso os mototaxistas que os levem sejam camaradas e cobrem abaixo da tabela.

Almoçando um pirão de parida (R$ 120,00), tomando 4 cervejas (R$ 28) e 1 refrigerante (R$ 7,00), mais o transporte (R$ 30,00), temos um gasto dessa imaginária família do zelador na sua aventura no dia 20 citado pelo prefeito de R$ 185,00 (cento e oitenta e cinco reais).

O salário de um zelador em Caxias é de R$ 788,00 (bruto, sem descontos). Gastando R$ 185 reais no hipotético almoço na Veneza com a família, restaria a ele R$ 603,00 para o restante do mês, o que, não sendo ele maluco ou extremamente irresponsável, fazer uma farra dessa magnitude numa única refeição no mês, é algo fora de cogitação.

Léo Coutinho recebe um salário de R$ 14 mil reais mensais como prefeito. A primeira-dama, secretária da Mulher, outros R$ 11 mil reais. Sendo Léo Coutinho sócio da Facema, deve receber de pró-labore algo bem maior que o salário de prefeito.

Um almoço na Veneza de R$ 185,00 não deve doer nadinha no seu bolso, já no bolso da maioria dos funcionários da Prefeitura de Caxias...

Ofereço aos leitores o link da entrevista disponível no site da TV Sinal Verde para que todos assistam, se possível, como alguém pode ser tão artificial e demagogo ao abordar questões corriqueiras da administração.

7 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Arrrasou nas brincadeiras esse prefeito

  1. Anônimo disse...:

    Kkkkkk Arrochaaaaaaa......quanto mais explicações mais as coisas estão feias.....Acordaaaaaa Prefeito já vai completar 3 anos dormindo e nunca despertou....Quando despertar não vai dar tempo...

  1. Anônimo disse...:

    Esse apresentador já não tem mais audiência...Agora tô assistindo o Repórter Puliça com a alma...são mais sinceros....falam o q o povo quer ouvir...

  1. Anônimo disse...:

    nossa que comparação heim? pq vc não compara um salario de um medico ou de enfermeiro ou de um engenheiro? é obvio que o salario de zelador não dar comprar um carro ou talvez ir na veneza ainda se a pessoa tiver familia pra sustentar.. a não ser que vc quer que um zelador ganha o mesmo tanto de um medico ou de um engenheiro.. se a pessoa ganha bem nessa area é pa ela estudou ;... sinceramente esse comparação foi o cumulo

  1. claudio saba disse...:

    Usei um zelador, mas poderia usar um vigia, um porteiro, um auxiliar de serviços gerais, uma merendeira das escolas ou um técnico de enfermagem que daria no mesmo: todos ganham 1 salário mínimo. E lembre-se, caro anônimo, a GRANDE maioria dos servidores da Prefeitura de Caxias recebe apenas 1 salário, daí a comparação. Agora o cúmulo mesmo seria eu comparar o salário de um médico para ilustrar a situação dos servidores público de Caxias.

  1. Bem que você poderia comparar com o salário de um professor que tem nível superior e ganha praticamente igual a um vigia ou merendeira de escola municipal de caxias-ma.

  1. Pagar em dia! Qual o prefeito que quer continuar prefeito e não honra com as obrigações municipais, para isso tem lei da responsabilidade fiscal.
    Por outro lado, aonde temos os piores salários, não para a minoria, mas para a massa de trabalhadores públicos de Caxias. E diga-se de passagem a maioria contratados...

Postar um comentário