Funcionário da TV Sinal Verde é demitido após publicar fotos de estrada esburacada no facebook

5.6.15
Gilson foi demitido...
O funcionário da TV Sinal Verde (uma das afiliadas da Rede Record em Caxias), Gilson Rangel, foi demitido nesta semana após publicar em seu perfil no facebook a foto de uma estrada que dá acesso a zona rural do município.

Logo, alguns profissionais do meio mostraram-se indignados com a situação, que classificaram de atentado a liberdade de expressão, como de fato pode ser caracterizado como tal, caso tenha sido mesmo essa a justificativa para sua demissão.

Fui convocado por um colega do meio, juntamente com outros profissionais, para me solidarizar com o ex-funcionário da emissora da família do prefeito.

... Porque cobrou recuperação de estrada 
vicinal (Imagem ilustrativa)
Sendo a exposição da fotografia da caótica situação de uma estrada da zona rural o fato que realmente motivou o extremo ato, não tenho com não me posicionar contra a atitude dos proprietários da empresa de comunicação.

Mas a demissão do funcionário serve como exemplo para todos aqueles que trabalham nos meios de comunicação de Caxias.

Em todo o tempo que o signatário do blog atua na área, seja aqui no blog, em jornais impressos ou lá no início da minha jornada na extinta TV Paraíso, sempre adotei como princípio duas coisas: não comprar briga de patrão ou de político que apoio, e nem debater ou me tornar inimigo de colegas que trabalham para outros políticos que eu não esteja apoiando ou que não simpatize.

Gilson Rangel é o típico profissional que comprava briga do patrão e que não faz nenhum tipo de questão de ser amigo ou mesmo manter tratamento cordial com colegas que sejam adversários dos seus superiores.

Nas redes sociais, com exceção da postagem que teria motivado sua demissão, sempre se colocava contra quem criticava o atual governo ou contra políticos que seus patrões apoiavam.

Em grupo privado de whatsapp, Gilson não se coloca muito revoltado com a situação. Até hoje nunca se pronunciou publicamente contra sua demissão no seu perfil no facebook, fato que iria jogar luz no assunto.

Nem mesmo a postagem que provocou todo o seu infortúnio está mais lá na rede social. Ele garante que retirou para tentar contornar a situação, mas bem que poderia republicá-la para que todos pudessem avaliar melhor o caso.

Ora, meus caros, como posso me solidarizar com um colega se o próprio não se mostra revoltado ? Será que está tentando o emprego de volta e prefere o silêncio a tomar uma posição que se espera de um profissional consciente da sua ‘inocência’ e da sua capacidade?

Em 2013 fui alvo de 12 processos movidos pelo prefeito Léo Coutinho. Além de dinheiro, o prefeito pleiteava com as ações me ‘presentear’ com 30 anos de cadeia.

Em Caxias, com exceção dos rapazes do sistema Veneza, não vi os demais colegas virem a público em minha solidariedade naquele que foi o maior ataque a liberdade de expressão já ocorrido contra um profissional de imprensa no Maranhão.

A única solidariedade declarada que tive foi de blogueiros da capital e de outras cidades do estado, além de alguns de Teresina.  

Sabia por terceiros que vários colegas de imprensa até torciam pela minha condenação, em especial aqueles que vivem da bajulação.

Apesar do Gilson Rangel mudar até de calçada quando me vê na rua, caso queira fazer uma nota sobre sua demissão e desabafar sobre o caso, estarei a disposição para publicar.

Quanto a sua posição em defesa dos patrões, e de manter distância de todos que não comungam com o grupo político destes, fica a lição para ele e para os colegas que fazem o mesmo em Caxias: Subserviência e bajulação não comungam com profissionalismo e cabeça erguida.

Profissionalismo acima de tudo.

1 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    sou totalmente contra a o que aconteceu, mais acho isso bem feito para a cara desses profissionais que ao invés de estudar para se concursar fica ai bajulando esses politicos mau carater que vivem de comprar voto em nossa cidade em troca de empreguismo. meu irmão que isso sirva de lição e que a partir de hoje você coma livros para esfregar em 2016 na cara desse galeguinho que brinca de prefeito na nossa cidade quando vier lhe pedir seu voto.

Postar um comentário