Ser Juiz - Da Região dos Cocais para o Maranhão

17.5.15
Fomos a uma das regiões mais quentes do Estado do Maranhão conhecer um pouco mais da história de um magistrado que tem o sangue carioca e o coração maranhense. Para a equipe da Assessoria de Comunicação da Corregdoria, Paulo de Assis Ribeiro revelou um pouco de sua intimidade, das suas inquietações e seu estilo de vida. Convidamos para conhecer um pouco mais deste magistrado que nos brinda com mais uma execelente entrevista. Boa leitura!

QUEM É PAULO DE ASSIS RIBEIRO?
Pai de três filhos, com os quais não posso ter a proximidade que eu necessito e eles merecem. Sou um carioca que adora dizer que é maranhense, cidadão de Mirinzal.

Uma pessoa que tenta se manter bem humorada e faz piada de quase tudo.

Alguém com a capacidade de conquistar e manter amigos leais e sinceros, entre as melhores pessoas que podem existir. Acredito que a qualidade dos meus amigos é a melhor definição de quem sou.

Sempre me entendi como alguém cuja função é ajudar o próximo, mesmo que isso me cause algum transtorno.

QUEM É O JUIZ PAULO DE ASSIS RIBEIRO?
Atualmente, um profissional extremamente preocupado com os rumos que o Judiciário está tomando, em decorrência do aparelhamento ideológico da Justiça. Considero-me um juiz em formação permanente, convicto que a função do Judiciário é promover a distribuição da justiça, e não de renda. Entendo que não há justiça social em uma sociedade economicamente falida. Para alcançarmos a paz precisamos diminuir a desigualdade social, e isso só se obtêm através de educação, infraestrutura e crescimento econômico sustentável.

POR QUE ESCOLHEU O DIREITO?
Não sei dizer. Estudar Direito sempre foi uma atividade muito natural e sem esforço. Durante a universidade percebi que a carreira da magistratura era o meu caminho, então defini os objetivos, e apesar dos obstáculos que surgiram, o resto foi apenas uma questão de tempo.

Tenho aptidão e interesse por outras áreas do conhecimento, e na atividade judicial somos constantemente chamados para dirimir conflitos de naturezas diversas, e para isso o juiz precisa ter uma gama de conhecimentos bastante ampla. Essa é uma das características da profissão que mais me agrada.

Mas confesso que espero estar vivo quando surgir a teoria definitiva que vai unir a mecânica quântica com a relatividade geral.

PARA VOCÊ, O QUE REPRESENTA A MAGISTRATURA?
Um desafio a ser enfrentado por todos os juízes. O Judiciário nacional é formado por juízes fantásticos, que sacrificam sua vida e suas famílias pela sociedade, trabalhando muito além do devido, para cumprir com sua missão de julgar. Infelizmente o trabalho desses juízes tem sido ofuscado por uma minoria, que cria atividades estranhas à magistratura, típicas de políticos candidatos a cargos eletivos, que obtém mais exposição positiva na mídia que a nossa atividade primordial.

Como juiz, sempre me preocupei com os efeitos sociais e econômicos das minhas decisões, como forma de preservação da sociedade e evitar sua desestabilização.

EM QUAL COMARCA ESTÁ NO MOMENTO E HÁ QUANTO TEMPO?
Sou titular da segunda vara da comarca de Caxias, desde maio de 2013. Mas minha atuação efetiva começou em março de 2014.

ALÉM DA FUNÇÃO JUDICANTE, QUE AÇÕES DESENVOLVE NA COMARCA?
Não há tempo para outra atividade, que não a judicante. Fui titularizado em uma unidade com uma competência extremamente abrangente, apesar da comarca possuir seis unidades judiciais.

Recebi a unidade com mais de cinco mil processos, metade deles conclusos há anos. Minha pauta de audiências criminais possui agendamentos para depois de 2019.

Com o apoio dos servidores, do Ministério Público e da Defensoria Pública, temos acelerado o andamento dos processos criminais, visando ao cumprimento das metas Enasp.

Mas não resta tempo suficiente para os processos cíveis, e as atividades de registro público, atrasando a prestação jurisdicional.

COMO VÊ A ATUAÇÃO DO JUDICIÁRIO NESTA COMARCA?
A comarca de Caxias merece mais atenção. É evidente que o Judiciário estadual instalado em Caxias não faz jus ao tamanho e a importância da comarca. Há cinco unidades de justiça comum, quando deveríamos ter ao menos sete varas.

Mas não é apenas o Judiciário que deixa a desejar. A omissão do Poder Executivo prejudica a prestação jurisdicional de Caxias. Embora a cidade possua unidades da Justiça Federal, Trabalhista, delegacia da Polícia Federal, diversos outros órgãos da administração federal, e vários centros de ensino superior, o Governo do Estado parece desconhecer nossa existência. Não possuímos unidade do Instituto de Criminalística, ou ao menos um perito médico legal para atendimento das inúmeras demandas da região. Também aguardamos a construção de um presídio, pois não possuímos unidade prisional para os apenados.

COMO CUIDA DA SAÚDE?
Por muito tempo não me preocupei com a saúde, pois o trabalho sempre tomou meu tempo por inteiro.

Mas no último ano, por influência de uma amiga, mudei de atitude. Passei a ter consultas regulares com médicos e nutricionista. Além disso frequento academia regularmente, mediante o acompanhamento profissional de educação física.

São profissionais com excelente formação, e até melhores dos que encontrei em outras cidades, o que foi um fator motivacional determinante para cuidar da saúde.

CAMINHO PARA O SUCESSO É?
Ter consciência de que somos a única pessoa capaz de nos impedir de alcançar nossos objetivos.

Sempre tive a convicção de ser capaz de fazer qualquer coisa, e que por mais que alguém tentasse me impedir, a responsabilidade pelo sucesso era exclusivamente minha.

HOBBY?
Mergulhar, viajar, assistir a filmes e peças de teatro, música, essas são as atividades que me motivam e relaxam.

LIVRO PREDILETO?
Dizer apenas um é quase impossível, mas reduzindo a lista a dois, os que mais releio são “O Príncipe”, de Maquiavel, e “Uma breve história de quase tudo” de Bill Bryson.

FILME QUE GOSTA E POR QUÊ?
Adoro cinema, filmes, seriados, e quase tudo em arte. Tenho predileção por ficção científica e filmes que despertem nossa criticidade.

Para puro divertimento, gosto de filmes com temas de zumbis, bem no estilo do George Romero.

Minha lista de filmes favoritos é enorme e eclética. Há na lista películas como “O Mágico de Oz”, “Casablanca”, “Star Wars” (todos), “Cães de Aluguel” e “O Primeiro Mentiroso”.

MANIA?
Não sei dizer. Com certeza tenho várias.

O MELHOR DA VIDA?
Sorrir.

Saber que, em nossas atitudes, sempre fizemos o que era certo.

FAMÍLIA É?
Um objetivo de vida.

O QUE VALORIZA NOS OUTROS?
Amizade

O QUE NÃO GOSTA NOS OUTROS?
Machismo e intolerância.

Ainda precisamos avançar muito na promoção da igualdade de gêneros.

Fonte:
Assessoria de Comunicação
Corregedoria Geral da Justiça do Maranhão

0 comentários:

Postar um comentário