Padrasto ou monstro???!!! Homem é preso pela PM na zona rural de Caxias acusado de estuprar enteada de apenas 2 anos

30.5.15
Nenhum crime revolta mais que um estupro.

O fato do crime ter sido praticado contra uma criança, revolta ainda mais.

Quando isso é feito por um membro da família, provoca náuseas na sociedade.

E quando esse parente é padrasto da vitíma, isso deixa qualquer um estarrecido.

Mas, quando soma-se a todo esse cenário macabro uma mãe que, supostamente, pode ter sido conivente com a covarde agressão contra seus filhos, a sua revolta, caro leitor, chega a um ponto que nos faz refletir até onde pode chegar a sordidez do ser humano.

Infelizmente, todo esse ingrediente sinistro e repugnante, que lembra um roteiro de filme de terror, pode ter acontecido em Caxias.

Nesta sexta-feira, 29, uma garota, com dois anos de idade, deu entrada no Hospital Infantil de Caxias.

Apresentando fraturas, sinais de espancamento por todo o corpo e de violência sexual, a cena assustadora levou a direção do Hospital a acionar a Polícia.

Juntamente com o Conselho Tutelar, o Grupo de Operações Especiais do 2º BPM se deslocou até o povoado Barras, zona rural do município, onde efetuou a prisão do suspeito Francisco da Silva da Conceição, 30 anos, lavrador.

Na casa, os pms encontraram ainda outras duas crianças, ambas com sinais de maus tratos (espancamento), sendo uma menina de 4 anos de idade e um menino, de apenas 7 meses.

Francisco foi apresentado no 3º DP, onde foi autuado em flagrante.

Para surpresa de todos, a mãe das crianças, Adriana Lopes da Silva, 24 anos, também foi conduzida ao DP e poderá responder por omissão de socorro.

A possibilidade de ser verídica toda essa história, está deixando a cidade perplexa desde que o caso veio a tona na manhã deste sábado, 30.

Pode ser mais um crime hediondo para entrar na triste estatística policial do município.

Um caso revoltante em todos os aspectos.

0 comentários:

Postar um comentário