Deputado Rafael Leitoa comenta sobre resultados da visita da Comissão de Obras à Timon

12.5.15
Deputado apresenta ações da Comissão de Obras 
em Timon - (Fonte: JR Lisboa)
O deputado Rafael Leitoa pronunciou-se na tarde desta segunda-feira (11), na Assembleia Legislativa, sobre a visita e Audiência Pública ocorrida no último dia 07, na cidade de Timon.  Com uma extensa agenda de visita às obras do governo do Maranhão na cidade, a Comissão finalizou os trabalhos com uma Audiência Pública na Câmara de Vereadores de Timon.

Segundo o deputado, das obras visitadas pela Comissão em Timon, apenas a reforma e ampliação do 11º Batalhão de Polícia Militar encontra-se em fase de conclusão, com 90% da obra concluída, fato comprovado na utilização de alguns dos novos espaços pela corporação. Num outro extremo, encontra-se a obra do Centro de Detenção Provisória, no povoado de Maracujá, também visitada pela Comissão. Orçada em 12 milhões de reais e paralisada pelo não cumprimento do prazo de conclusão.

Alarico Pacheco e Hospital Vitória

Com problemas no prazo de entrega e apenas 18% da obra construída, o Hospital Regional Alarico Nunes Pacheco é o que se encontra em pior situação. A reforma e ampliação do hospital está orçada em mais de 8 milhões de reais, com ausência dos projetos estruturais, que foram pagos e não entregues pela empresa Proenge. “É uma situação difícil, dramática, até por que essa empresa era responsável por fazer o gerenciamento, acompanhamento das obras, fiscalização e elaboração dos Projetos, mas infelizmente nunca entregou. O motivo do atraso da obra é esse”, informou o deputado.

Em relação ao Hospital Vitória, hospital particular em Timon, cuja estrutura conta com 10 leitos de UTI, 26 leitos de enfermaria, um Centro Cirúrgico com 4 Salas de Cirurgia, Rafael Leitoa informou que o Estado fez uma proposta ao grupo que administra o hospital, para que seja feito um convênio e ele possa servir de retaguarda para a UPA. “Hoje mesmo já estive com o secretário Marcos Pacheco, ratificando a proposta para que o Hospital Vitória seja utilizado pela população de Timon, servindo como retaguarda para os pacientes oriundos da UPA, já estabilizados”, ratificou.

Empréstimo BNDES

Questionado pelo deputado Alexandre Almeida, antigo presidente da Comissão de Obras e líder do governo na administração de Roseana Sarney, sobre o fato da oposição ter votado na época contra os empréstimos de milhões de reais, o deputado Rafael foi enfático ao lembrar que a preocupação dos deputados daquela legislatura, era para que o dinheiro não fosse mal aplicado. “Se a oposição votou contra esse empréstimo do BNDES, está aqui a prova ou isso não é uma malversação dos recursos? Se não houvesse problemas nessas obras do estado, deputado Alexandre, a Comissão não necessitaria ir à Timon”, finalizou Rafael Leitoa.

0 comentários:

Postar um comentário