Após denúncias, Câmara de Campo Grande (MS) aprova Moção de Repúdio contra Alexandre Almeida

16.5.15
O deputado Alexandre Almeida vem denunciando constantemente na Assembleia Legislativa a entrega do Sistema Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), de Timon ao setor privado.

Após denúncias, Alexandre Almeida recebe Moção de Repúdio

Do blog do Ludwig Almeida - A Câmara de Vereadores de Campo Grande (MS) aprovou Moção de Repúdio na sessão ordinária da última quinta-feira (14), para o deputado Alexandre Almeida por suas declarações sobre a cidade durante um pronunciamento do parlamentar na Assembleia Legislativa do Maranhão. A Moção de Repúdio para o deputado Alexandre Almeida foi apresentada pelo vereador de Campo Grande, Carlos Augusto Borges, o Carlão que é filiado ao PSB.

Na mesma sessão o vereador Carlão apresentou Moção de Congratulações para o deputado Rafael Leitoa, sendo aprovado pela Câmara de Campo Grande.

Toda essa celeuma foi gerada durante a sessão da última terça-feira (12) na Assembleia Legislativa do Maranhão quando o deputado Alexandre Almeida fazia denúncia na tribuna da Casa sobre aumento abusivo da taxa de nova ligação de água para residências superior a 400%. E num aparte o engenheiro Rafael Leitoa justificou o aumento e fez defesa do novo valor da taxa de ligação feito pela empresa Águas de Timon.

Durante a defesa sobre o aumento abusivo denunciado por Alexandre Almeida, o deputado Rafael Leitoa citou outras cidades do país que entregaram seus sistemas de água e esgoto para a iniciativa privada. Para rebater o argumento de Leitoa, o deputado Alexandre Almeida disse que Campo Grande é uma capital tão pequena que não tem nem expressão. E questionou porque São Luís (MA), Teresina (MA), São Paulo (MA) e Fortaleza (CE) não privatizaram seus sistemas de água e esgoto.

Na Assembleia

As declarações do deputado Alexandre Almeida sobre Campo Grande também repercutiram na Assembleia Legislativa do Mato Grosso do Sul. O deputado estadual sul-mato-grossense, Ângelo Guerreiro (PSDB), também apresentou Moção de Repúdio na última quarta-feira (13) durante sessão na Assembleia Legislativa. Durante seu discurso, o deputado Ângelo Guerreiro fez um convite a Alexandre Almeida pra conhecer a capital Campo Grande.

Até o fechamento desta matéria o pedido de Moção de Repúdio ao deputado Alexandre Almeida apresentando pelo parlamentar sul-mato-grossense se encontrava em tramitação na Assembleia Legislativa do Mato Grosso do Sul.

Pedido de desculpa

O deputado Alexandre Almeida chegou a fazer contato telefônico com o presidente da Assembleia Legislativa do Mato Grosso do Sul, Junior Mochi (PMDB) e o deputado autor da Moção de Repúdio, Ângelo Guerreiro para pedir desculpas dispondo-se até a fazê-lo pessoalmente.

Na próxima semana o deputado Alexandre Almeida deve se pronunciar na tribuna da Assembleia Legislativa do Maranhão sobre esse episódio.

Porque Campo Grande?

A discussão envolvendo Campo Grande durante o embate entre os deputados Rafael Leitoa e Alexandre Almeida só foi chegar ao Mato Grosso do Sul porque lá fica localizada uma das empresas do grupo milionário Aegea Saneamento dono da polêmica empresa chamada “Águas de Guarirobas”, inclusive envolvidas em várias denúncias naquele estado. E o grupo Aegea Saneamento também é proprietários da empresa “Águas de Timon”, motivo do debate na Assembleia do Maranhão entre os dois parlamentares.

0 comentários:

Postar um comentário