Ressaltaram uma ‘diferença’!!! Governo Léo Coutinho encontra erros nos dados de reportagem sobre “Maternidade da Morte”: “Soma total de mortes: 180. Diferente das 191 divulgados pela Record”

29.4.15
Imagens que chocaram o Brasil
Em 19 de novembro de 2014, em matéria publicada no blog (reveja aqui), destaquei a forma que considerei rasteira do governo Léo Coutinho esclarecer reportagem veiculada pela TV Band/SP sobre as mortes na Maternidade Carmosina Coutinho.

Naquela época, o governo negava veementemente que existisse gravidade no número excessivo de óbitos de recém-nascidos naquela unidade de Saúde.

Destaco trechos da nota feita pelo governo municipal em outubro do ano passado e que era assinada pelo próprio prefeito:

1 - No dia 17 de Outubro de 2014, o Jornal da Band replicou matéria da sua afiliada na cidade de Caxias, a TV Band Caxias, com violentas afrontas à verdade sobre a realidade da mortalidade neonatal no município de Caxias;

2 - A falta de checagem das informações veiculadas e ausência de qualquer cotejamento com as autoridades municipais sobre os fatos divulgados, negando assim ouvir o “outro lado da notícia”, constitui a nosso ver agressão deliberada à liberdade de imprensa e consequentemente de informação;

3 - O jornal da Band informou que “a cada três bebês que nascem na maternidade de Caxias, um morre. Já são 115 vítimas desde o inicio do ano. As mães acusam os médicos de negligencia”. Nada mais falso, estes são os dados verdadeiros: De janeiro de 2014 até o dia 17/10/2014, foram realizados 2.501 (dois mil, quinhentos e um) partos, sendo 1345 (mil, trezentos e quarenta e cinco) partos normais (946 de residentes em Caxias e 399 residentes em outros municípios) e 1156 (mil, cento e cinquenta e seis) partos cesáreos (766 residentes em Caxias e 390 residentes em outros municípios);

4 - De 1712 (mil, setecentos e doze) nascimentos ocorridos em Caxias até a presente data na Maternidade Carmosina Coutinho, ocorreram 24 óbitos neonatais, resultando em um índice de mortalidade de 1,4 % ou 14 mortes a cada 1000 nascimentos;

5 - As mães residentes em Caxias recebem atendimento pré-natal na mais completa rede pública de assistência à saúde do Maranhão;

6 - ... a maternidade caxiense é paradigma de atendimento e qualidade neonatal, como atesta os prêmios recebidos e que podem ser checados in loco por equipe da TV Band São Paulo, já que a TV Band Caxias não tem qualquer credibilidade em Caxias;

7 - ... Como meu inimigo [Paulo Marinho], as matérias de sua TV servem apenas para lançar calúnias sobre a atual administração de Caxias. Convido V.Sas. Enviar equipe de sua TV para que possamos demonstrar que as informações divulgadas são absolutamente falsas e que podemos provar o que afirmamos acima.

Como se vê, após primeira reportagem veiculada pela TV Band/SP o Palácio da Cidade retratava a saúde caxiense, assim como a Maternidade Carmosina como “paradigma de atendimento e qualidade neonatal, como atesta os prêmios recebidos e que podem ser checados in loco” diz um sincero Léo Coutinho em correspondência enviada a emissora paulista.

Bem, pelas afirmações do prefeito a época que o escândalo eclodiu, tudo sobre a unidade de saúde não passou de reportagem falsa produzida pela TV Band/Caxias.

Pois bem, mesmo sendo tudo considerado mentira de inimigos políticos, em releese distribuído nesta terça-feira, 28, à imprensa ‘amiga’, o governo Léo Coutinho enumera várias ações feitas após as denúncias do ano passado.  

O quadro de profissionais da Maternidade Carmosina Coutinho foi ampliado desde janeiro deste ano. Foram contratados dois plantonistas obstetras 24h; dois plantonistas neonatologistas 24h; dois fisioterapeutas; onze enfermeiros; e três assistentes sociais. Todos os profissionais passaram por capacitação para melhorar o atendimento, como reanimação neonatal e melhoria na atenção materna neonatal”, diz trecho do texto distribuído à imprensa.

Soma total de mortes: 180. Diferente das 191 divulgadas pela Record”, aponta outro trecho do comunicado oficial seguido de afirmação do secretário de Saúde, Vinicius Araújo, de que outras medidas foram e estão sendo feitas para melhorar o atendimento na única maternidade da cidade: “A gente tem que ter uma atenção básica em sintonia com a Maternidade Carmosina Coutinho. O que já começou a ser feito aqui em Caxias. Cursos de capacitação foram ministrados para envolver o profissional da atenção básica com o profissional da alta e média complexidade da maternidade”.

Diante das informações de quando o assunto veio a tona e o recente clamor popular desde a veiculação de programa na TV Record, fico intrigado com o fato de terem negado gravidade no caso num primeiro momento e de agora falarem em contratação de mais profissionais, de ter uma atenção básica em sintonia com a Maternidade, como reanimação neonatal e outras medidas para melhorar, o que, na versão do próprio governo, era “paradigma de atendimento e qualidade neonatal, como atesta os prêmios recebidos”.

Quanto as crianças cegas, nenhuma palavra.

Sobre as acusações de negligência médica, nenhuma palavra.

Sobre mal atendimento por parte de médicos e enfermeiros, nenhuma explicação.

Realmente, fica difícil explicar para duas centenas de mães os motivos para não estarem hoje com seus filhos nos braços.

4 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Bom dia Blogueiros guerreiros maranhenses !

    Fomos informados aqui em São Paulo, que por motivos obscuros, nem todos os habitantes da calorosa Caxias do Maranhão tiveram acesso à valiosa e reportagem feita por nossa TV Record sobre a Maternidade Carmosina Coutinho.

    Para tanto, segue link do you tube para conhecimento.

    O acesso à informação, não pode ser negado.

    LEI Nº 12.527, DE 18 DE NOVEMBRO DE 2011- PR / Casa Civil / Subchefia para Assuntos Jurídicos


    www.youtube.com/watch?t=2713&v=w4Gpe5e7KBk


    Juliane Fritz

    Av. Paulista, 1754 - Cerqueira César - SP

  1. Anônimo disse...:

    Memorial para os inocentes mortos e que ficaram cegos já!

  1. Anônimo disse...:

    Deputado quer CPI para apurar morte de bebês em Caxias…

    http://www.marcoaureliodeca.com.br/2015/04/28/deputado-quer-cpi-para-apurar-morte-de-bebes-em-caxias/

  1. Anônimo disse...:

    Essa tv sinal verde é uma palhaçada. Que pena que em nossa Cidade nao existe jornalismo sério e sim uma politicagem.
    Agora pro Reginaldo Pinho ta mil maravilha.

Postar um comentário