Continua o mesmo!!! Marqueteiro Carlos Alberto é destaque negativo na mídia de São Luís

10.2.15
Guru de Coutinho continua aprontando
Nem bem começou seu novo emprego como diretor de Comunicação da Assembleia Legislativa do Maranhão, o marqueteiro Carlos Alberto Ferreira da Silva já começou a produzir o que ele mais sabe fazer: notícias... negativas.

Com uma atração irresistível em fletar com o perigo, o marqueteiro, no primeiro ato de sua gestão como diretor de comunicação da AL, demitiu 60 servidores da Casa.

De acordo com o blogueiro Luis Pablo, que assina um dos blogs mais lidos do estado, os demitidos trabalhavam regularmente, mas teriam sido cortados para dar vaga, segundo o que teriam sido as palavras do próprio diretor de Comunicação, para atender os pedidos dos parlamentares.

Teleguiado / O Maranhão tomará conhecimento do que Caxias 
inteira já sabe: Humberto Coutinho obedece cegamente 
o que diz seu marqueteiro e guru
Assim que Carlos Alberto assumiu a Comunicação do legislativo maranhense, a imprensa alugada pelo deputado Humberto Coutinho correu para celebrar o novo titular do cargo. Vi aplausos de todos os lados para o enrolado marqueteiro. Tudo motivado pelo fa$cínio que as assessorias da AL produzem e podem produzir pelos comunicadores que almejam um lugar ao sol no Poder Rangedor.

Bem antes da eleição que consagrou Humberto Coutinho como presidente da Casa, num bate-papo com o marqueteiro em sua residência, o ainda deputado eleito alertou-o de que a AL não era a Câmara de Vereadores de Caxias, onde ele poderia pintar e bordar, como sempre fez com os vereadores caxienses. “Qui, qui, qui lá só tem cacique”, alertou HC referindo-se ao poder e prestígio que deputados e jornalistas que cobrem a Casa possuem.

A declaração desastrada, de que as demissões dos profissionais da AL se dariam por conta dos pedidos de deputados interessados em empregar seus apadrinhados, mostra bem o valor, a forma e o desprendimento que o problemático marqueteiro trata temas e assuntos tão delicados e que fazem do início da gestão de Humberto Coutinho um cabide de empregos e um amontoado de interesses políticos se sobrepujando aos interesses profissionais.

Mas isso é só o começo.

Vem muito mais por aí.  

0 comentários:

Postar um comentário