Em troca de tiros com a polícia, morre José Bruno Neto, assassino de PM no povoado Nazaré do Bruno

26.1.15
Além de José Bruno Neto, seu comparsa, Diego Gomes da Silva também morreu na troca de tiros com a Polícia Militar

José Bruno Neto morreu horas depois de trocar 
tiros com a polícia. Há alguns anos ele matou 
um cabo da PM com a própia arma do policial
Finalmente o povoado Nazaré do Bruno, localizado no 2o distrito de Caxias, está livre de um perigoso criminoso daquela localidade. Filho de Herculano Bruno, de uma família que faz política no lugar apoiando Humberto Coutinho, José Bruno de Morais Neto era considerado perigoso e levava medo para aquela região.

Tendo sido autor da morte do um policial militar (cabo Vilanova) há cerca de 3 anos, José Bruno era temido até mesmo pelas forças policiais. Ele matou o policial num momento de distração do mesmo e quando faltava poucos meses para ele se aposentar, fato que causou grande comoção entre a comunidade do local e os colegas da vítima.

Neste domingo, 25, a Polícia Militar recebeu informações anônimas de que José Bruno e Diego Gomes chegariam no povoado Nazaré, oriundos de Teresina, com grande quantidade de drogas (maconha) para ser vendida durante o período carnavalesco. Uma guarnição da PM fez campana na estrada para interceptar a dupla.

Sabendo que a polícia os esperava, a dupla alterou o percurso previamente traçado e deslocou-se para outro local tentando escapar da abordagem. Por sua vez, os policiais continuaram no encalço dos criminosos e conseguiram interceptá-los próximo ao povoado São Martim, nas margens do rio parnaiba.

Ao avistarem os policiais, pilotando uma motocicleta Honda Bros, eles tentaram abrir caminho na bala. Imediatamente os policiais revidaram e inicou-se uma intensa troca de tiros, sendo que Diego Gomes levou a pior e morreu ainda no local.

Mesmo atingido pelos tiros, José Bruno conseguiu fugir se embrenhando na mata, sendo que foi encontrando horas depois já sem vida.

Com a dupla, além do armamento, foi encontrada a droga (maconha) que seria comercializada no povoado durante o carnaval.

Graças a ação da Polícia Militar, e a cooperação dos moradores do local, o Nazaré do Bruno poderá ter uma folia momesca mais tranquila.

1 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Bandido bom é bandido morto. Vagabundo e Valentão tem que ser na bala. valeu JURANDIR LEÃO. F.Dino é força, é segurança!!!

Postar um comentário