Trabalhou 35 anos onde???!!! Humberto Coutinho consegue aposentadoria do Estado no valor de R$ 6.105,34

24.12.14
Corre que é tua Coutinhoooo!!! 
Mais R$ 6.105,34 na conta todos os meses

Pois é, um trabalhador brasileiro normal precisa batalhar por longos 35 anos (no caso dos homens) para se aposentar. Para conseguir essa aposentadoria, todo trabalhador (normal) cumpre sua jornada de trabalho que varia entre 6 horas (initerruptas) e 8 horas (em dois expedientes) de segunda a sábado.

Mas existem outros setores onde alguns trabalhadores tem privilégios e cumprem jornadas menos desgastantes. Muitos não precisam nem cumprir as 44 horas semanais, pois conseguem, com o famoso jeitinho brasileiro, horários mais ‘flexíveis’.

Vejam o caso do deputado eleito Humberto Coutinho... Ele acaba de conseguir, não se sabe como, uma baita de uma aposentadoria que todo trabalhador queria.

No último dia 03 de dezembro, a Secretaria de Estado da Gestão e Previdência, através do Ato no 1794/2014, concedeu aposentadoria voluntária, com proventos integrais mensais e com paridade, ao médico Humberto Ivar Araújo Coutinho, matrícula 0001296250, no cargo de “Especialista médico”, do quadro de pessoal da Secretaria de Estado da Saúde.

Para ser recompensado pelo extenuante trabalho de médico do estado do Maranhão, Humberto Coutinho irá receber uma aposentadoria no valor de R$ 4.522,40 (quatro mil, quinhentos e vinte e dois reais e quarenta centavos) pelo resto da vida.

Ah! Como o médico humanitário Humberto Coutinho cumpriu um longo período trabalhado, terá direito a 35% de adicional por tempo de serviço que lhe renderá mais R$ 1.582,84 (mil, quinhentos e oitenta e dois reais e oitenta e quatro centavos) mensais.

Não tenho dúvidas que Humberto Coutinho merece essa e muitas outras aposentadorias na sua longa vida de bons serviços prestados ao povo pobre e carente de Caxias, mas uma coisa deixa o titular do blog intrigado: onde é que Humberto Coutinho dava expediente como médico do estado durante 35 anos?

O agora deputado eleito chegou em Caxias recém-formado, juntamente com sua esposa, em 1971.

Ele, e ela, trabalharam como médicos desde então, sendo que Humberto Coutinho deixou de exercer a medicina em 1988, ano que assumiu seu primeiro cargo eletivo, o de vereador em Caxias.

Pelo visto, o deputado conseguiu se aposentar com R$ 6.105,34 mensais sem ter trabalhado pelo menos nos últimos 26 anos.

Já, já os invejosos de plantão vão pegar no pé do médico humanista Humberto Coutinho e até mesmo o Ministério Público pode querer atrapalhar a merecida aposentadoria dele.

Fica uma certeza nessa história: água só corre pro mar.

8 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Caro Sabá, no caso de HC a aposentadoria dele nada tem de ilegal haja vista que a Lei garante a contagem no tempo de serviço quando i agente público está ni exercício de mandato eletivo. Dr ADENILSON

  1. claudio saba disse...:

    Caro Adenilson, onde eu afirmei na postagem que existe algo de ilegal na aposentadoria dele? Mas vc sabe onde, mesmo antes de HC assumir cargo eletivo, ele dava expediente no Estado? E quando ele deixou a Prefeitura de Caxias em 2012 até agora, vc pode me dizer onde ele reassumiu suas funções no serviço de médico do estado?

  1. Anônimo disse...:

    Não se foi pelo meu comentário a denúncia, mas obrigado blogueiro por mostrar a nossa sociedade como os poderosos sempre se dão bem! Conheço um colega q trabalha na prefeitura a 40 anos e mesmo não consegue um aposentadoria digna

  1. Anônimo disse...:

    Quem diria hein, Adenilson... Vc “advogando” para o Humberto Coutinho, e de graça. Meu caro colega, o funcionário público que detém cargo eletivo deve se afastar através de licença sem vencimento e quando for se aposentar, esse período que ele não trabalhou, NÃO é contabilizado. Se fosse assim seria fácil: o sujeito passa num concurso público e no ano seguinte se elege vereador e passa a vida toda na Câmara e quando chega o período da aposentadoria vai receber seu salário por aquele emprego onde nunca trabalhou. Tá querendo se aproximar do Humberto cutia, é Adenilson??????????? Vai devagar caro colega, assim, com muita bajulação podem querer te levar de graça

  1. Anônimo disse...:

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk... é rapaz . um advogado falando isso, sem comentários Adenilson? Assim que você queria ser deputado amigo? vamos com calma..

    Ass: João Sousa

  1. Anônimo disse...:

    Desse jeito o Adenilson vai perder o respeito de todos. Defender a imoralidade dessa aposentadoria do deputado com argumentos fracos e fora da realidade mostra ele como ele é e o que ele quer: um lugar na sombra na prefeitura

  1. Anônimo disse...:

    Não atacam o Humberto porque sabem que ele não dá trela. Ai pegam o Adenilson e fritam. ETA povinho!!!...

  1. Anônimo disse...:

    Esse pobre advogado Adenilson, que ainda se intitula de Dr. Não sabe o que fala. e comente uma garfe dessa. quanta pobreza de conhecimento.

Postar um comentário