Timon, sorte madrasta

23.12.14
Do blog do Murilo - Flávio Dino, governador eleito do Estado do Maranhão e diplomado pela justiça no dia de ontem, já tendo escolhido todo o seu secretariado, não se dignou em escolher nenhum nome de Timon para o seu staff.

Que sorte madrasta essa de Timon!

Acompanhando a política dessa cidade, desde o tempo em que o governador do Estado era Newton de Barros Bello, no início dos anos sessenta do século passado, constatamos que o único político de Timon a ocupar um cargo de certa relevância no governo do Maranhão, foi o deputado José de Ribamar Elouf, que no governo de Luis Rocha, na década de oitenta do século passado, ocupou por pouco mais de um ano a secretaria de justiça do Estado.

É um desprestígio muito grande, em relação a um dos mais importantes municípios do Estado.

Mas tudo isso é passado.

Só que agora, com o fim do poder de mando de mais de cinquenta anos da família Sarney e o advento de um político portador das melhores referências intelectuais e administrativas como Flávio Dino, vislumbrávamos a perspectiva de finalmente a cidade de Timon, ser lembrada pelo governador na escolha de um Timonense para fazer parte do governo que se inicia em primeiro de janeiro próximo.

Timon foi uma das cidades, onde Flávio Dino obeteve uma das mais expressivas votações.

Contudo, o que vemos lamentavelmente, é a classe política local, que massivamente apoiou Flávio Dino, por demais ansiosa para saber quem irá ocupar os pouquíssimos  cargos de último escalão na estrutura administrativa do Estado do Maranhão sediados em Timon. 

Será que a cidade de Timon, continuará sendo o mero curral eleitoral de sempre?

Já a vizinha cidade de Caxias, longe de ser um curral eleitoral, é objeto de todos os tipos de encômios e salamaleques  da parte do governador Flávio Dino.

O deputado Humberto Coutinho do PSB,( ex-prefeito)  conta com total e irrestrito apoio do governador, para presidir  a assembleia legislativa do Estado do Maranhão no biênio 2015/2016.

É isso.

0 comentários:

Postar um comentário