Material explosivo!!! Empresas envolvidas no escândalo da Operação Geist fizeram a "festa dos milhões" nos governos da família Coutinho nos últimos 10 anos

15.12.14
A4 Serviços e Entretenimento, Vieira e Bezerra Ltda, FF Produções e A. J. F. Júnior Batista Vieira são vencedoras perpétuas de licitações na Prefeitura de Caxias e receberam uma fortuna dos cofres da Prefeitura caxiense desde ascensão da família Coutinho ao poder

Quando desencadearam a Operação Geist, que apurava a atuação das empresas de Fabiano Bezerra em prefeituras maranhenses, os membros do Ministério Público e da Polícia Federal ‘elegeram’ a pequena Anajatuba como exemplo maior dos supostos atos de corrupção perpetrados pelo empresário e pelo prefeito daquela cidade.
‘Empresário’ Fabiano Bezerra

O último carnaval da cidade de Codó, estimado em cerca de R$ 1,5 mi, também está sendo apresentado como outro exemplo de gasto exorbitante feito por uma das empresas do esquema, a FF Produções.

Fernando Júnior
Mas ao observar a atividade dessas empresas envolvidas nesse escândalo na Prefeitura de Caxias nos últimos anos, vê-se que na princesa do sertão a quantia de dinheiro envolvido chega a ser assustador.

Humberto Coutinho sempre foi bondoso 
com as empresas investigadas 
na Operação Geist
Pesquisando o capenga Portal da Transparência da Prefeitura de Caxias, encontrei várias anomalias.

Primeiro me deparei com uma grave irregularidade: as despesas de vários meses da administração do ex-prefeito Humberto Coutinho foram simplesmente excluídas do Portal.

Dos 8 anos de gestão de HC, apenas parte dos dois últimos continuam lá e bastante confusos.

Por puro golpe de sorte havia baixado os arquivos dos últimos meses de 2012 da gestão do ex-prefeito em um computador já desativado. Após enviar o equipamento para um técnico, consegui recuperar os arquivos.

E em apenas 15 meses em que as despesas pagas às empresas prestadoras de serviço ao município estão disponíveis, encontrei mais de R$ 8 milhões pagos as empresas de Fernando Júnior e Fabiano Bezerra.

Se em 15 meses dos 120 administrados pela família Coutinho, ou seja, 18% do período registrado no praticamente inútil Portal da Transparência, surgem R$ 8.536.722,50 (oito milhões, quinhentos e trinta e seis mil, setecentos e vinte e dois reais e cinquenta centavos) movimentados pelas empresas do esquema de Fabiano Bezerra e demais sócios, a cifra original pode passar de R$ 60 milhões de reais.

Um fato chama a atenção diante de tantos que envolvem o caso, o atual prefeito de Caxias, Léo Coutinho não divulga os pagamentos feitos as empresas que fornecem à Prefeitura.

Em 30 de janeiro de 2014, numa postagem do blog intitulada “A Ponta do iceber!!! Surge uma esperança para se saber o custo das festas realizadas pela Prefeitura de Caxias na gestão Léo Coutinho” (reveja aqui), alertei que, por um descuido da equipe que alimenta o portal da transparência da Prefeitura de Caxias, foram lançados na página eletrônica dois pagamentos para a empresa A4 Serviços e Entretenimento, sendo um o 12o e o outro o 13o para a montagem de palco e sonorização de eventos somando R$ 387.000,00.
Por descuido, alguém publicou a 12a e 13a parcelas de pagamentos para A4 Entretenimento

Ora, pagando a 12a e a 13a parcelas, onde estão os valores das 11 parcelas anteriores???!!!

Se melou na saída: Último pagamento da administração de Humberto Coutinho na Prefeitura de Caxias foi para empresa denunciada no Fantástico

Última festa de Humberto Coutinho anunciava apenas uma atração, 
mas o ex-prefeito pagou duas. Foi realmente uma grande 
festa para Fabiano Bezerra 
Em dezembro de 2012, no apagar das luzes do governo Humberto Coutinho, no dia 28 daquele mês, e graças aos arquivos que havia conseguido salvar naquela época, o então prefeito pagou à empresa Vieira e Bezerra a bagatela de R$ 215.000,00 referente a realização de 02 shows artísticos de bandas e repertório. Detalhe: além de pagar adiantado, apenas uma banda se apresentou naquela noite. (Reveja a matéria publicada no blog em 31 de maio de 2013 clicando aqui)

E o prefeito Humberto Coutinho não pode nem dizer que foi enganado porque pagou adiantado, pois o outdoor anunciava apenas a banda Magnificos para o réveillon 2012. Outro detalhe: Quem recebe é Vieira e Bezerra, mas quem aparece na propaganda é a FF Produções numa demonstração que são irmãs siamesas

A banda Magnificos, cujo último sucesso, “meu tesão é você”, é de 1995, cobra em torno de R$ 10 mil reais para tocar em clubes da periferia de Teresina e em Caxias supostamente recebeu um valor absurdo.

Veja abaixo a divulgação da farra das empresas de Fabiano Bezerra e Fernando Júnior em apenas 15 dos 120 meses das gestões da família Coutinho (Só está disponível do governo de Humberto Coutinho a partir de setembro de 2010 e mesmo assim não como preconiza a Lei da Transparência):

Pagamentos para Vieira e Bezerra Ltda em março de 2012: R$ 591.000,00 realizado em 02/03/2012.

Pagamento para Vieira e Bezerra Ltda em março de 2012: R$ 356.000,00 em 27/03/2012.

Aparece despesas de setembro de 2010 mas não de outubro, onde a página salta logo para novembro.

Novamente em novembro a página das despesas aparece confuso e sem descriminar os pagamentos.

Pagamento para Veira e Bezerra Ltda em fevereiro de 2011: R$ 543.000,00 no dia 11/02/2011 referente ao Carnaval Para Todos, sendo 11 shows artísticos, totalizando 33 horas de shows.

Em 24 de fevereiro de 2011 outro pagamento para Vieira e Bezerra Ltda no valor de R$ 210.000,00 com a mesma justificativa de shows no Carnaval Para Todos.

Em 01/03/2011 surge um pagamento para serviço de locação, montagem e desmontagem de estrutura de palco, sonorização, grupo gerador, banheiro ecológicos e arquibancadas no valor para empresa A. J. F. Júnior Batista Vieira no valor de R$ 279.760,00.

Em 10/03/2011 outro pagamento com a mesma finalidade, de locação, montagem e desmontagem de estrutura de palco, sonorização, grupo gerador, banheiro ecológicos e arquibancadas para a empresa A. J. F. Júnior Batista Vieira no valor de R$ 319.280,00.

Em abril, no dia 04/04/2011, mais um pagamento para a empresa Vieira e Bezerra Ltda referente ao Carnaval Para Todos, sendo 11 shows artísticos, totalizando 33 horas de shows no valor de R$ 362.000,00.

E no dia 20 de março de 2011, outro pagamento referente ao Carnaval Para Todos, sendo 11 shows artísticos, totalizando 33 horas de shows para a empresa Vieira e Bezerra Ltda no valor de R$ 63.000,00.

Também no dia 20 de março de 2011, a empresa  A. J. F. Júnior Batista Vieira “beliscou” seu pedaço na viúva caxiense a titulo de montagem e desmontagem de palco, iluminação, banheiros e arquibancadas no valor de R$ 242.332,50.

Em 21/06/2011 a Vieira e Bezerra volta com força total e recebe a título de apresentação de 10 bandas no São João de Todos 2011 a bagatela de R$ 383.250,00.

Achou pouco? Pois em 27/06/2011, a Vieira e Bezerra volta a receber outra gorda parcela referente ao São de Todos 2011 no valor de R$ 265.000,00.

E tem mais. Em 18/07/2011, ainda a titulo de pagamento de shows do São João de Todos 2011, outro pagamento para a empresa Vieira e Bezerra Ltda no valor de R$ 227.535,00.

Em 06 de setembro de 2011, o desembolso do município referente ao São João de Todos 2011 continua com mais um pagamento para a empresa Vieira e Bezerra Ltda no valor de R$ 178.200,00.

Em 03 de outubro de 2011 o então prefeito Humberto Coutinho deu demonstração de que realmente gostou muito do São João animado pela empresa Vieira e Bezerra Ltda, pois realizou mais um pagamento referente ao festejo junino daqule ano no valor de R$ 158.000,00.

Em novembro de 2011 Humberto Coutinho volta a demonstrar o quanto gostou do São João de Todos 2011 ‘animado’ pela empresa Vieira e Bezerra Ltda, pois volta a fazer outro pagamento referente ao festejo junino no valor de R$ 158.000,00.

Agora referente a locação, montagem e demontagem de estrutura de palco, sonorização, iluminação, grupo gerador, banheiros ecológicos e outros, a empresa Vieira e Bezerra Ltda volta a receber em 14 de novembro outro pagamento de R$ 37.630,00.

Pelo jeito, Humberto Coutinho não ecomizava na tinta da caneta ao assinar os cheques à empresa Vieira e Bezerra Ltda, pois novamente em 25 de novembro de 2011, outro pagamento no valor de R$ 158.000,00 para locação, montagem e demontagem de estrutura de palco, sonorização, iluminação, grupo gerador, banheiros ecológicos e outros.

Em dezembro de 2011, no dia 12 daquele mês, por mais impressionante que possa parecer, Humberto Coutinho fez mais alguns pagamentos à empresa Vieira e Bezerra Ltda. Um, referente ao pagamento de shows artísticos durante o impagável São João de Todos 2011 no valor de R$ 247.015,00 e outro, referente a locação, montagem e demontagem de estrutura de palco, sonorização, iluminação, grupo gerador, banheiros ecológicos e outros no valor de R$ 85.000,00.

No dia seguinte, em 13 de dezembro, outro robusto pagamento à empresa Vieira e Bezerra no valor de R$ 330.000,00 referente a locação, montagem e demontagem de estrutura de palco, sonorização, iluminação, grupo gerador, banheiros ecológicos e outros.

Calma! Em 20 de dezembro de 2011, Humberto Coutinho volta a ficar sensibilizado com a empresa Vieira e Bezerra Ltda e faz mais um pagamento, no valor de R$ 214.620,00 referente a locação, montagem e demontagem de estrutura de palco, sonorização, iluminação, grupo gerador, banheiros ecológicos e outros, deixando o natal da empresa de Fabiano Bezerra inesquecível.

Êpa!!! Parece que Humberto Coutinho era o próprio papai Noel da empresa Vieira e Bezerra Ltda, pois em 23 de dezembro de 2011, anti-vespera do natal, realizou mais um milionário pagamento à empresa do enrolado Fabiano Bezerra no valor de R$ 396.000,00 referente a locação, montagem e demontagem de estrutura de palco, sonorização, iluminação, grupo gerador, banheiros ecológicos e outros.

Em fevereiro de 2012 Humberto Coutinho volta com força total a prestigiar a sortuda empresa Vieira e Bezerra e faz no dia 16 daquele mês um pagamento de mais de meio milhão de reais. Foram exatos R$ 556.000,00 pagos a empresa sem detalhamento do ‘serviço’ prestado.

Uau!!! Em 02 de março de 2012, outro pagamento astronômico feito por Humbertoo Coutinho à empresa Vieira e Bezerra Ltda no valor de R$ 591.000,00 sem novamente detalhar que tipo de ‘serviço’ havia sido prestado.

Em 27 de março de 2012, outro impressionante pagamento à empresa Vieira e Bezerra no valor de R$ 356.000,00 pagos pelo prefeito Humberto Coutinho.

Em abril de 2012, Humberto Coutinho novamente abre a mão para a empresa Vieira e Bezerra e faz outro pagamento, no dia 25, no valor de R$ 103.100,00.

Em 26 de junho de 2012 surge outra empresa do esquema Fabiano Bezerra e Fernando Júnior recebendo fortunas da Prefeitura de Caxias. Foram R$ 623.000,00 pagos por Humberto Coutinho a empresa A4 Entretenimento, também bastante conhecida dos maranhenses desde a bombástica matéria do Fantástico para pagamento de apresentações de bandas musicais do São João 2012.

Se em 15 meses dos 120 administrados pela família Coutinho, ou seja, 18% do período registrado no praticamente inútil Portal da Transparência, surgem R$ 8.536.722,50 (oito milhões, quinhentos e trinta e seis mil, setecentos e vinte e dois reais e cinquenta centavos) movimentados pelas empresas do esquema de Fabiano Bezerra e demais sócios, a cifra original pode passar de R$ 60 milhões de reais.

Caso o MP e a PF se interessem, em Caxias a Operação Geist terá um capítulo dos mais assustadores.

11 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Eu admiro o seu trabalho, continue trabalhando em prol da verdade, pois um dia, eu tenho muita fé que todos esses corruptos caxienses, maranhenses e brasileiros sejam presos e paguem por todo o mal que fizeram à população!

  1. Anônimo disse...:

    A casa tá ruindo...

  1. Anônimo disse...:

    Que matéria legal hein, Léo Coutinho!!!!!!! Será que o prefeito tem o que falar diante de tudo isso?????

  1. Anônimo disse...:

    Seguuuuuuuuuura família Coutinho... Como vcs são “competentes”... Gostaria de ver o que os promotores e a PF tem a dizer sobre o assunto. Indefensável qualquer justificativa pra tanto dinheiro para essas empresas.

  1. Anônimo disse...:

    BOTA MATERIAL EXPLOSIVO NISSO. COM ESSA MATÉRIA É SÓ APERTAR UM POUCO MAIS QUE VAI TODO MUNDO VER O SOL NASCER QUADRADO.

  1. Anônimo disse...:

    Se em Caxias existisse Ministério Público... Se em Caxias existisse Polícia Federal... Se em Caxias existisse uma oposição séria... Se em Caxias... Enfim, caso tivéssemos os meios para denunciar tanto escândalo era só pegar as postagens desse blog e processar essa cambada toda da prefeitura de caxias. Ia falar cadeia pra botar todo mundo. Pode arrochar!!! Esses últimos 10 anos em Caxias...

  1. Anônimo disse...:

    E lá no Village,como estarão os "fundilhos"??
    Será se entra um alfinete???

  1. Anônimo disse...:

    Cuidado blogueiro, vc tá mexendo com coisa perigosa. É muita grana envolvida e essa gente não brinca em serviço. Mesmo assim, parabéns pela reportagem.

  1. Anônimo disse...:

    Realmente, a atuação dessas empresas pode ultrapassar os 60 milhões e será um escândalo bem maior que os trocados encontrados em Anajatuba.

  1. Anônimo disse...:

    Estamos vivendo dias difíceis, o ser humano se encheu de matizes, em tudo, na Fé criou religião, igrejas, santos, dízimos, ofertas e muitas festas pagãs. Para atender as funções vitais criou o dinheiro, o mercado, a polícia, a política, os partidos políticos, a Constituição. Tudo isso e muito mais faz parte do ecossistema capitalista. A mentira, a corrupção, o ódio, a violência, o medo são como o sal dessa forma de vida que nos impõe. Temos que dar um basta! Até quando vamos viver humilhados, escravos, quem são esses que nos desafiam? São feitos de que? O que produz o alimento que consomem? Ouro? A quem vamos buscar? Ao Criador que só é um. Nas condições atuais nenhum Partido Político é confiável, todos estão entrelaçados. Precisamos ir às ruas, primar pela verdade, renegar o mau, conceber a vida, o amor a paz.

  1. Anônimo disse...:

    Essa aí é TNT puro. Mas, vai virar espuma perfumada na banheira do poder.

Postar um comentário