Morte na madrugada! Em Caxias, agente da PF mata tenente do Exército com tiro no peito

16.11.14
José Ramos Correia Júnior, 25 anos, tenente do 
Exército, estudante de Direito: a estupidez do trânsito 
ceifou a vida de um jovem de futuro promissor
No início da madrugada deste domingo, 16, o centro da cidade de Caxias foi palco de uma tragédia envolvendo um agente da Polícia Federal e um tenente do Exército.

O crime aconteceu em frente a pizzaria Nostra Pizza e foi motivado por uma discussão de trânsito e uma boa dose de falta de controle dos envolvidos.

O tenenente do Exército, José Ramos Correia Júnior, lotado no 25º BC, em Teresina, foi alvejado com um tiro no peito desferido pelo agente Isnardo, da Polícia Federal.

Colhi algumas informações na delegacia de Polícia Civil pouco tempo depois do ocorrido.

Ouvi versões de pessoas próximas aos dois envolvidos no caso.

O pouco que consegui saber do episódio dá conta de que os dois teriam se exaltado por conta de uma discussão banal de trânsito que culminou com uma tragédia que tirou a vida de um jovem de apenas 25 anos.

Chegando na pizzaria na primeira hora da madrugada deste domingo, José Ramos teria obstruído a rua no momento que chegou no local. O agente da PF, que também tentava seguir pela via no exato momento, teria buzinado demonstrando que queria passar.

Irritado com a buzina do agente da PF, o tenente do Exército teria colocado o braço para fora do seu veículo e feito um gesto obsceno com o dedo, o que foi o estopim para que a tragédia acontecesse.

Revoltado, Isnardo foi até o carro do tenente e desferiu dois socos nele.

A partir daí as versões que ouvi entram em contradição, pois pessoas próximas ao agente da PF dizem que o tenente saiu do seu veículo de arma em punho, o que motivou Isnardo a tomar a extrema medida de sacar de sua arma e desferir o tiro que ceifou a vida do jovem militar.

Amigos de José Ramos dizem que, apesar de ter uma arma, ele não teria saído do carro com ela em punho, e que o ato extremo do policial federal foi desproporcional.

A sede da Delegacia de Polícia Civil estava repleta de colegas do agente da PF se solidarizando com ele e também por amigos do jovem assassinado.

Não tive tempo para ouvir do delegado de plantão a versão oficial dos fatos.

O jovem tenente do Exército, que também é estudante de Direito, é mais um a entrar nas estatísticas de mortes ocorridas após brigas banais no trânsito.

Um triste episódio que poderia ser evitado caso o bom senso prevalecesse.

49 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Que arma ??? O mesmo está sem camisa, não demonstra nenhum risco ou motivo pra levar a tal atitude tomada por esse Policial Federal.

  1. Anônimo disse...:

    Essa é a policia que temos, sem preparo e sem controle diante dos acontecimentos .

  1. Anônimo disse...:

    quer dizer que a vitima pode ser exposta e o deliquente é protegido bota a cara desse bandido para a população ver só porque é um policial federal? por ser polcial federal deveria ser extremamente preprado evitar uma tragedia dessas ceifar a vida de um jovem promissor, por mais errado que tivesse não meracia isso é para isso que existe policia de transito para resolver esse tipo de problema. senhor blogueiro seja imparcial com suas noticias.

  1. claudio saba disse...:

    Não consegui foto do agente da PF.

  1. Anônimo disse...:

    Concordo com o anônimo, mostra a cara desse estúpido assassino.

  1. Anônimo disse...:

    Mostra a cara desse fdp assassino.

  1. Anônimo disse...:

    Os anônimos que leram a matéria não entenderam. a vítima por ser um Tenente do Exercito, abusou do poder e achava que poderia obstruir o transito, mas não teve sorte, pois o motorista que queria passar naquela rua é um Policial Federal, que tem porte de arma. A vitima(tenente) fez um gesto obsceno o que irritou o federal que foi ate o carro dela, lá o tenente pegou sua arma que estava no interior do veículo, momento que o federal observando que ele tambem estaria armado, arrodeiou o carro do tenente indo do pro outro lado, sem perceber que o feredak estava armado, no momento que o tetente abriu a porta do carro com sua arma em punho o federal efetuou o disparo o que ocasionou a morte do tetente. Então, ou ou federal atirava ou morria.

  1. Anônimo disse...:

    A foto do acusado ISNARDO pode ser obtida no site:

    cidadeverde.com/apos-discussao-de-transito-policial-federal-mata-tenente..

  1. Anônimo disse...:

    Desculpe senhores mais nao deixarei de expor o meu comentario,os dois foram errados.Ate porque eles exercem uma profissao para dar um exemplo para a sociedade,jamais poderiam deixar acontecer uma atrocidade desta.Um ja perdeu a vida e o outro tem que ir para cadeia e pagar pelo seu ato de inrresponsabilidade,nada justifica alguen tirar uma vida.Tenho plena certeza que isto poderia ter sido evitado,mais os dois por exercerem uma funcao de grande respeito acharam que poderiam ser um mais do que o outro.O Federal tem que ter uma punicao severa,ou seja! expulso da corporacao e ir para a penitenciaria aonde e o lugar de indeliquentes.

  1. Anônimo disse...:

    nao sendo a favor de nenhum dos 2 , mais o que leva a fazer certas coisas como o fato ocorrido seja a bebida que provoca atitudes bruscas até pq ninguem estava ali alta horas apenas p tomar um refrigerante esa é a verdade.

  1. Anônimo disse...:

    Conhecia o Ten Ramos , era um cara super companheiro , amigo , gente boa, padrão demais ! Exercia muito bem seu papel como Militar . Em meio de tantas repercusões sobre o assasinato , ele não merecia esse fim ! Desejo conforto a todos os amigos e familiares dele . E que a justiça seja feita em cima desse PF que não soube tomar as devidas medidas correta.

  1. Anônimo disse...:

    Pessoal, vcs não observam que alguém iria ser a vítima, se o policial federal não reage, ele morreria! E se fosse vc No trânsito querendo passar alguém bloqueasse a pista, será q vc não buzinaria? Será q vc não falaria alguma coisa contra a atitude do tenente? Vc iria esperar a boa vontade dele te dar passagem? Existe diversos fatores!

  1. Anônimo disse...:

    Lamento alguns comentários sem base na realidade dos fatos. Nessa hora toda cautela nas manifestações de opinião é bem vinda. Quem conhece o Isnardo sabe que ele nai agiria como agiu se não tivesse sua vida em risco

  1. Anônimo disse...:

    https://scontent-b-mia.xx.fbcdn.net/hphotos-xfa1/v/t1.0-9/389155_193855900697593_108762944_n.jpg?oh=f7f60123934929363663ef7467a6ae74&oe=54D70075

  1. Anônimo disse...:

    Uma morte, uma desgraça para as famílias, e uma estatística ignorante da violência urbana no Brasil que cada ano aumenta. Entendo que ambos agiram abruptamente levados por inconstantes como bebida, intransigência, intolerância. Enfim as consequências são pensadas depois dos atos. Cabe a ressalva como anônimo acima enfatizou: deveriam ser exemplos de autocontrole, prudência, e conduta digna.
    No entanto, sendo imparcial, e se caso o fato ocorrido foi a "defesa com o uso do ataque". Qual a sua atitude se uma pessoa de arma em punho, do qual você não conhece sua procedência, estivesse cara a cara com você? ASS: PROTESTA CAXIAS (watts app)

  1. Anônimo disse...:

    Não é a estupidez do trânsito. É a estupidez das pessoas. Essas estão cada vez mais brutalizadas. A ausência do Estado contribui muito para que esses acontecimentos se intensifiquem. Falta de justiça, Leis condescendentes, bandidos soltos, tudo isso incentiva a violência. E não se espantem, o assassino será solto em dias. Um cara treinado para fazer as Leis serem cumpridas, acaba sendo protagonista da violência. É a banalização da vida. E a ausência da justiça com a frequência que vem acontecendo, vai acabar proporcionando o justiçamento. Não vai demorar, aliás, já vem acontecendo: alguns já estão fazendo justiça com a próprias mãos.

  1. Anônimo disse...:

    Negativo essa nao. Foi a verdadeira historia. Tem ramos era uma pessoa controlada q tenha um exelente. Preparo piscologico e preparo com militar. Pois oms dois eram militares federais pq
    Q o escrivao da PF ao aborda lo em seu veiculo nao se identificou cm sendo militar,esse foi um crime pacional por conta da falta de preparo do PF que muitos deles se achaam os picas das galaxias

  1. Anônimo disse...:

    Os concursos públicos escolhem aquele que está apto a passar na prova. Nem sempre quem está apto a aprovação, tem aptidão para o serviço público.
    A atividade de quem trabalha em qualquer órgão policial, seja agente, escrivão, delegado, agente administrativo, etc.., exige equilíbrio em todos os sentidos, seja na vida pública seja na vida privada.
    INADMISSÍVEL e INACEITÁVEL tamanha e desproporcional violenta reação em atrito de trânsito.

  1. Anônimo disse...:

    Para de falar merda...
    Ele obstruiu a via de proposito???
    Imbecil é o agente que ficou impaciente e buzinou...
    Mostrando descontrole emocional

  1. Anônimo disse...:

    Pessoal, é muito fácil falar na nossa situação, em casa, sentado na frente do computador. O que não é fácil é você ter que tomar uma decisão em uma fração de segundos, onde essa sua decisão é que vai determinar se você ficará vivo ou não e se as pessoas vão te julgar ou não. Não vamos falar do que não sabemos, não sejamos estúpidos a ponto de julgar as pessoas sem o mínimo conhecimento de causa. Quem critica é porque nunca passou por uma situação de estresse que é inerente a atividade policial. Pense e reflita antes de ficar falando merda e pense, poderia ser você, ou pode ser você um dia. Não julguemos.

  1. Anônimo disse...:

    amigo saba a foto do escrivão da PF, https://www.facebook.com/isnardo.franciolli

  1. Anônimo disse...:

    POLICIAL SO DEVE ANDAR ARMADO QUANDO EM SERVIÇO. O POLICIAL SEM ARMA JÁ É ARROGANTE E ARMADOS, ELES SE ACHA O TAL.

  1. Anônimo disse...:

    Se eu estivesse presente teria sentado o dedo nesse PF, jamais permitiria que meu superior tivesse tido esse fim e o pior longe da sua tropa.

  1. Anônimo disse...:

    Ei amigo, vc fala de estresse para justificar a violência??
    Assim, os policiais em geral podem fazer tudo errado, pois estão protegidos pela atividade "estressante"

  1. Anônimo disse...:

    O Isnardo é uma pessoa correta e serena, esse tenente estava se achando o tal e querendo inviabilizar a passagem de outros carros
    Foi em legítima defesa e a justiça reconhecera isso

  1. Anônimo disse...:

    O Isnardo jamais faria isso se não fosse obrigado a fazer por força da circunstância!!! Não tenho dúvidas da idoneidade e honestidade do Isnardo! Óbvio que foi legítima defesa, uma pena ter que passar por isso, Deus abençoe a todos.

  1. Anônimo disse...:

    Quem deu a causa é quem morreu, lamento, mais injustiça se fosse o contrário.

  1. Anônimo disse...:

    É nisso que dá: o cara querer ser mais macho do que os outros. Um dia ele encontra a forma do seu sapato. É lamentável, se sabe, mas esse tenente só teve esse fim lamentável porque queria ser mais macho do que todo mundo. Lamenta-se por ele, pelos pais, pelo ocorrido, mas ele era muito precipitado. Gente, não tem ninguém melhor que o outro, tudo depende do momento. Ele levou azar de se confrontar com um cara sem controle e preparado para embates. Isso é uma merda!!!

  1. Anônimo disse...:

    Bom não conheço menhun dos dois mais so sei dizer que cada ação tem uma reação o que levou o tiro por ser um temente do exército achou que podia parar o carro no meio da rua e o pfachou que ele era a lei resumindo acho que os dois por ser funcionários federal estava com arrogância nao custa nada ser humildade pois a arrogância pode custar sua vida

  1. Anônimo disse...:

    Quer dizer que é justificável um policial que é pago por nos cidadães de bem e diga-se de passagem muito bem pago e muito bem treinado, sai por ai matando por uma simples discursarão de transito isso e injustificável e abominável. Portanto e cadeia para ele, pois é um criminoso como qualquer outro.

  1. Anônimo disse...:

    é BRT queria ver se fosse com um da sua Familia o que diria. policial despreparado não merece está na nossa policia federal orgão que muito nos orgulha no nosso pais. tem que se expulso.

  1. Anônimo disse...:

    Caros anônimos se vcs estivessem brigando com uma outra pessoa e tivesse armado vc e a outra pessoa vcs esperariam a outra pessoa atirar em voce ou vc preferia atirar primeiro? Já que esse tenente era tão bonzinho pq ele inviabilizou a passagem de carros em uma via pública e movimentada? ou ele era o dono da rua? ou pelo fato de ser tenente (provisório até onde eu sei) achava que tinha esse poder? Pq ele trancou o carro do PF quando o mesmo tentava passar por uma brecha que havia deixado? Ou será se ele trancou o tal PF pq o mesmo tinha buzinado pedindo passagem? Será se vc buzinar pedindo passagem é coisa do outro mundo ou vcs nunca buzinaram quando andam no trânsito? E ainda falam que o PF eh estressado, será se não foi o tenente o estressado? se ele tivesse dado passagem ou não tivesse trancado o PF nada disso teria acontecido. Já que esse tenente era tão bonzinho e tinha uma carreira promissora e tudo mais pq ele não tinha porte de arma? pq a arma dele era ilegal? pq ele teria vários boletins de ocorrencia na policia civil ( onde em uma dessas ocorrencias chegou a ir aos murros com dois policiais civis dentro de uma DELEGACIA, ou seja ele não respeitava nem a DELEGACIA)? pq ele era tao bom e fazia tudo isso? sera se ele desceu do carro armado só por descer? ou sera se alguem colocou uma arma na mao dele (pois tem muita gente falando que nem armado ele tava, entao ja q ele naõ estava armado pq a policia achou duas armas no local?)? Fracamente, não falem coisas que não sabem.
    Enfim, tivemos um final muito trágico que foi da família do tenente mais que poderia ter sido da familia do PF (ja que muitos queriam que o PF esperasse o tenente atirar primeiro e que por cima ainda esta alcoolizado)
    meus pêsames a família do tente e que tenha fé em Deus que somente ele irá confortar essa dor imensurável.

  1. Anônimo disse...:

    ESSE TENENTE "TEMPORARIO" DEVE TER PROVOCADO MUITO E DEVE TER HUMILHADO DEMAISO CARA PRA LEVAR UM TIRO

  1. Anônimo disse...:

    Isnardo é um policial extremamente tático e preparado. Participou de muitas operações. Se atirou foi por causa justa, tanto que com um único disparo neutralizou o agressor. Estamos juntos!

  1. Anônimo disse...:

    FÁCIL DE RESOLVER....

    CADEIRA ELÉTRICA PARA ESSE ESCRIVÃO DA POLÍCIA FEDERAL...

    PRONTO...RESOLVIDO..


    PRÓXIMO CASO POR FAVOR....

  1. Anônimo disse...:

    Se fosse um pai de família "normal", teria sido humilhado e agredido por esse tenente bêbado que estava armado e interrompendo a via propositalmente. O azar de ambos (pois um perdeu a vida e o outro vai ter muita dor de cabeça) é que no carro estava um policial federal que reagiu conscientemente ao ver uma pessoa sair armada em sua direção. Não houve excessos, um só disparo e a agressão cessou. Foi uma tragédia, mas uma tragédia causada pela inconsequência do tenente.

  1. Lima Júnior disse...:

    algum desprovido de argumento e sem conhecer o perfil desse policial mencionou que o mesmo é preparado taticamente. Ignorância meu amigo, o cara é papiloscopista, não é agente de campo, mostrou-se covarde ao se dirigir ao carro da vítima com arma dentro das calças, e segundo o mesmo relatou, havia bebido (o que pelo estatuto do desarmamento já perde o direito do porte de arma, mesmo sendo policial)...após deferir socos na vítima e ter visto que a mesma estava armada, se escondeu por traz do carro e esperou a vítima sair...atirando no peito covardemente...o militar estava estacionando o carro e o PF buzinou várias vezes, demonstrando não conhecer as leis de transito, pois se alguém está fazendo uma manobra de estacionamento, quem vem depois tem que aguardar. O FATO É QUE AGORA O PF FORJA O ARGUMENTO QUE QUISER...CONHECE AS MÂNHAS PROCESSUAIS...quem perde é quem morre de forma tão covarde.

  1. Anônimo disse...:

    Apontou arma para Policial Federal? Certamente será abatido. Soldadinho nem teve chance.

  1. Imparcial disse...:

    Falando nostalgia, cala a boca acéfalo

  1. Anônimo disse...:

    É!! Quem perdeu realmente nesta história foi aquele que foi para buraco. ISSO sim é um fato"!

  1. Anônimo disse...:

    Mesmo armado fuja não é feio. Se vier atrás meta bala.

  1. Anônimo disse...:

    Soldadinho folgado achou que poderia constranger quem quer que fosse. Achou um policial treinado e competente. Triste mesmo é saber que muitos militares analfabetos transitam livremente por aí com arma na cintura. Força ao agente da Federal.

  1. Anônimo disse...:

    Nada justifica um crime brutal como esse. Se o rapaz estava estacionando o carro, o PF deveria aguardar a conclusão da manobra. Mesmo tendo havido abuso por parte do tenente - se é que houve - do que não duvido ter havido - o PF, numa atitude sensata, poderia ter se aproximado para ver o que estava acontecendo. Mas, ao invés disso, soqueou a vítima e ficou na espreita - preparado para matar. O rapaz que morreu não era fácil, sabemos disso pelos comentários existentes. Mas, o que levou o caso a esse extremo foi o álcool. Os dois vinham de bebedeiras. Aí já viu...Juntou-se ao álcool o porte de arma, a ignorância e a vontade de apertar o gatilho. Sim, houve vontade e determinação por parte dos dois. Um dos dois tinha que levar a pior. Sobrou para o menos preparado. É lamentável. É difícil para a sociedade. Não sabemos mais em quem confiar. Não existe segurança em lugar algum - nem mesmo dentro de uma delegacia. Bagunçou tudo! O que vamos fazer?

  1. Anônimo disse...:

    Conheci o Ten Ramos, uma pessoa muito tranquila e competente. Já passei por situações semelhantes no trânsito, nem por isso fui lá matar o sujeito, nem fiquei buzinando fora do horário permitido. Outra coisa, pessoal, se o militar saiu do carro com a arma em punho como foi dito pelo policial federal, então é lógico que a arma estaria pelo chão ou na mão do militar, o que não foi vista.

  1. Anônimo disse...:

    Os que defendem tanto esse PF,são os amigos dele que tentaram coagir as pessoas presentes na Nostra no horário que o fato aconteceu para poderem denegrir o tenente pondo em dúvida o seu caráter? Realmente pode-se buzinar para uma pessoa desobstruir uma via.Isso dá direito dele dar dois tapas no rosto de alguém ou mesmo matar uma pessoa? Será que era necessário ele atirar no peito pra matar? Ele estava mesmo bem intencionado? O que querem é passar uma imagem de uma pessoa ruim,coisa que o Ten.Ramos não era.E o que dizer de um policial que é professor e vai dar aula com a arma na cintura? Ele quer se defender de quem mesmo? A faculdade oferece algum risco pra ele? Ele por ser um policial experiente e treinado para diversas situações,poderia sim usar o bom senso e o diálogo para resolver esse problema,e não atirar em uma pessoa.Isso não dá direito desse "policial" tirar a vida de ninguém.Ele mostrou ser totalmente desequilibrado .Sua função era defender a população,e não matar um cidadão.

  1. Anônimo disse...:

    Realmente,analfabeto que anda com arma na cintura...É isso que esse merda da policial federal fazia...Um verdadeiro marginal de farda.

  1. Anônimo disse...:

    Se ele queria se defender pq não atirou em outro lugar? Se sua intenção era intimidar,atirava em qualquer outro lugar.Ele fez propositalmente,tanto que atirou em um local de evidente letalidade.CADEIA É POUCA PRA ESSE MOSTRO.E aos policiais "amiguinhos",levem esse monstro pra casa.

  1. Anônimo disse...:

    Agora sim...está aparecendo o "Corporativismo",é de se esperar as atitudes dos que defendem esse monstro.Bandido defendendo bandido.

  1. Anônimo disse...:

    Senhor ou senhora primeiro(a) anônimo. Desculpe -se com Deus e pare de proferir história que não lhe confere. O senhor ou senhora não estava dentro do carro do tenente, nem mesmo do pf, então dessa forma não pode dizer detalhadamente o ocorrido! Você não pode mudar fatos que já aconteceram, de nada adiantara seu textinho incoerente.

Postar um comentário