E o laudo do Corpo de Bombeiros?! Eternamente em obras, Câmara Municipal de Caxias passará pela “mãe de todas as reformas”

13.11.14
Tombado pelo patrimônio histórico, o prédio da Câmara Municipal de Caxias vive eternamente em reforma.

No início de cada legislatura, reparos no teto, remendo numa parede aqui, noutra acolá, pintura de salas e tantas outras intervenções, já fazem parte do cotidiano do legislativo caxiense.

O anúncio de que o prédio todo pode desabar devido a inclinação de suas paredes pegou muita gente de surpresa.

Não se concebe um perigo tão grande ao ponto de suspender as sessões repentinamente sem que os engenheiros, que há tanto tempo trabalham no local, não tivessem diagnosticado isso bem antes.

Ao reunir os colegas para informar sobre o risco que todos corriam, a presidente da Câmara não apresentou o que todos esperavam: um laudo do Corpo de Bombeiros recomendando a urgência na interdição e condenando o prédio.

Recentemente o Corpo de Bombeiros recomendou a interdição da União Artística Operária Caxiense por conta da inclinação e o estado precário de suas paredes.

Algo parecido não aconteceu na Câmara e deixa muitas indagações no ar.

Se é urgente, onde está o laudo do Corpo de Bombeiros, do CREA ou de qualquer órgão que atua na área de engenharia que justifique uma reforma urgente e de extrema necessidade?

Pelos padrões adotados nas pequenas reformas do legislativo nos últimos anos, prevê-se uma “pindaíba braba” nos próximos dois anos da gestão de Ana Lúcia Ximenes. Será uma obra na casa dos milhões.

E pensar que tinha vereador cheio de expectativas na véspera da eleição da Câmara achando que agora tudo ia ser ‘diferente’...

Será diferente, mas bem distante do que muitos imaginavam.

3 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Sabá, muito estranho o prédio da Câmara Municipal esta precisando de reforma, porque ha poucos anos atras, foi gasto uma fortuna com a reforma desse mesmo prédio, inclusive dos gabinetes.

  1. Anônimo disse...:

    porque tu não botou meu comentário? só porque envolvia o nome do (...)? é ele que te paga ou você é um jornalista independente?

  1. claudio saba disse...:

    Sou indepente sim, caro anônimo. Mas não sou irresponsável de acusar ou agredir alguém sem provas e se escondendo na covardia do anonimato. Quer agredir alguém? A única forma de fazer isso aqui neste blog é mostrando a cara, pois se escondendo nas sombras, não rola. Lugar de recalcado e de covarde não é aqui.

Postar um comentário