DOR E DESESPERO NA TELA DO CQC – O Brasil inteiro conheceu o flagelo das mães caxienses na Maternidade Carmosina Coutinho

18.11.14
“Como não se indignar, como não chorar, como não se revoltar.”

O prefeito Léo Coutinho, assim como seus assessores, 
não deu explicações ao CQC
Muitos foram os sentimentos que tomaram conta de todo o Brasil no quadro “proteste já” exibido na noite desta segunda-feira, 17, no programa CQC.

Logo na chamada da matéria, a apresentadora Ana Paula Padrão, que estava substituindo Marcelo Tas, disse que era “o caso mais absurdo já feito no proteste já”.

Mesmo sendo um programa basicamente humorístico, o quadro que foi gravado em Caxias tem um caráter sério e é respeitado em todo o país.

Apresentando dados do IBGE e da ONU sobre a quantidade de óbitos considerados estatisticamente aceitáveis, a reportagem informou o escândalo caxiense, que extrapola qualquer índice analisado. “Uma matéria difícil de assistir”, informou o locutor.

Em meio aos túmulos de sonhos enterrados, Oscar Filho da início a narrativa do que apurou em Caxias.

Mesmo truculento, ‘assessor’ do prefeito negou ter sido ele 
o autor da agressão contra Oscar Filho
Após depoimento do repórter da Band local, Ricardo Rodrigues, surge uma mãe falando em meio a um comovente choro que chegou inclusive a emocionar também o repórter.

Foram vários depoimentos de mães e uma só constatação: todas afirmaram que sofreram descaso na Maternidade e que seus filhos apresentavam praticamente a mesma causa para o óbito, de que teriam engolido líquido durante o parto. “Meu filho estava com a cabeça toda machucada”, disse uma mulher que perdeu seu filho na unidade de saúde do município.

Todo mundo em casa esperando a criança e eu cheguei de braço vazio”, emocionou-se a mãe em mais um relato dramático no meio de tantos existentes em Caxias ao longos dos últimos anos.

Uma mulher, aparentemente funcionária da Maternidade Carmosina Coutinho, deu entrevista, na condição do anonimato, atribuindo a culpa das mortes pelo descaso do hospital e falta de atenção da equipe, “mas não de todos”, ressaltou ela.

Os médicos tratam as mães com desumanidade”, disse a entrevistada sem se identificar.

Uma mensagem do prefeito Léo Coutinho, aparentemente brincando com seus filhos, foi mostrada durante a exibição do “proteste já”. Ele estava dando um depoimento abordando a importância da família e que iria trabalhar por uma cidade cada vez melhor, o que constrata com a situação de calamidade por que passam dezenas de mães que perderam seus filhos na maternida da cidade.

Baixaria da vereadora Thais Coutinho também 
foi mostrada no CQC
O ponto alto da entrevista foi a tentativa de entrevistar o prefeito e conseguir dele alguma explicação pelas mortes na Carmosina Coutinho.

Como os leitores do blog já tomaram conhecimento, o prefeito Léo Coutinho não quis dar entrevista e tentou ‘empurrar com a barriga’ diante das insistentes perguntas de Oscar Filho. “Vá amanhã no hospital, pois lá tem uma diretoria que vai lhe receber e apresentar todas as informações”, declarou o prefeito que antes disse que os óbitos são por conta do pré-natal malfeito.

A ação truculenta do assessor do prefeito, conhecido por Daniel, que jogou água no repórter do CQC, foi mostrada na reportagem. Indignado com a agressão, Oscar Filho perguntou então a Léo Coutinho se ele tinha capangas para intimidar as pessoas.

A reportagem mostrou imagens do assessor Daniel, que, apesar de ter jogado água em Oscar Filho, negou que tivesse sido o autor da agressão.

Trecho de um programa transmitido pela TV da Prefeitura, em que o apresentador ameaça Oscar Filho, também foi mostrado, bem como a manifestação de baixo nível da vereadora Thais Coutinho contra o repórter do CQC.

Léo Coutinho ainda chegou a dizer que Oscar Filho não estava lhe tratando bem e que tinha compromisso era com seu povo.

Na Carmosina Coutinho, na Prefeitura, e também na Secretaria de Saúde, ninguém quis gravar entrevista para o QQC, ficando apenas o depoimento da médica Luzinete Assunção, que perguntada sobre a diretora, foi curta e grossa: “eu nem me dou bem com ela”.
  
Ameaça, agressão, indiferença, covardia e é por causa desse comportamento do prefeito que fomos até Brasília para saber do caso de Caxias”, comentou Ana Paula Padrão ressaltando que o “CQC vai continuar cobrando”.

Senhor prefeito, o senhor é pai, cadê o amor pelos seus filhos?”, questionou Marco Luque ao final da exibição do “proteste já” para em seguida a câmera mostrar a outra apresentadora, Dani Calabresa, chorando diante da tragédia caxiense.

O prefeito Léo Coutinho está na Europa curtindo uns dias de férias. Deve chegar amanhã.

Provavelmente estará despreocupado com a reportagem exibida em rede nacional de televisão, bem como continuará acreditando que faz um grande governo e que o povo o considera um grande prefeito.

Por outro lado, não se tem conhecimento de nenhuma medida administrativa colocada em prática na maternidade caxiense para que os óbitos não continuem acontecendo com tanta frequência no local.

Tudo indica que o slogan da atual administração continuará o mesmo: Caxias Cada Vez Melhor.

Lamentável!

12 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    i aqui em caxias poucas pessoas viram esse cqc kkk. pois agora todos sabem que foram a gangue de paulo marinho, através desse RICARDO RODRIGUES, que foi denunciante. REPORTAGEM COM PURO TEOR POLÍTICO.

  1. sousa disse...:

    ola, Saba..excelente a materia do CQC, Caxias esta revoltada e cobra que as autoridades competente(s? )tomem as dores das maes sem filhos e facam uma intervencao no saude, ou com um pouco de otimismo..no municipio todo..um abraco

  1. Anônimo disse...:

    Não importa o denunciante. O que importa é a veracidade dos fatos!

  1. Anônimo disse...:

    E esse Oscar Filho num já havia sido demitido da BAND ???!!!

  1. Anônimo disse...:

    Esse povo de Caxias é muito imbecil mesmo....revoltado aqui com isso.....sou Maranhense mais isso é uma vergonha...e ainda trm gente que acha que isso é politica....criem vergonha povo Caxiense

  1. Anônimo disse...:

    Caro Sabá. Infelizmente não posso impedir um determinado apresentador de programas televisivos de invadir minha residencia, pois como mora aqui gosto de assistir os programas locais para ficar atualizado do dia a dia da minha cidade. Mas confesso que estou enojado da cara desse apresentador, e ele deveria ter vergonha de aparecer nas telas da televisão, ou melhor deveria ter vergonha de andar pelas rua das cidade. Confesso que eu achava que o mesmo era funcionário da TV, mas o mesmo recebe pela prefeitura. Agora esta explicado o rapaz que inclusive usa outra nome, ate pouco tempo andava a pé, depois passou para uma motocicleta e hoje anda em um veículos, um carão. Também mamando nas tetas da prefeitura. Agora se eu fosse ele teria vergonha de sair nas ruas e invadir os lares Caxiense através da Televisão e envergonhando os filhos da terra, pois o mesmo a nível nacional foi chamado de "CAPANGA" e Puxa ....

  1. Anônimo disse...:

    Sabá eles estão calados....kkkkkk

    Ass: Jovem Morador do Bairro

  1. Anônimo disse...:

    Vocês estão condenados a muitos anos fora do poder. É assim mesmo, quando ver porco gritando numa carrada, é porque estão por baixo - comendo merda. Aguenta o pau da goiaba!!!

  1. claudio saba disse...:

    Olha o grau dos idiotas que aparecem na covardia do anonimato. “Vocês” quem fora do ‘poder’, “condenados”?! O sujeito fala como se estivesse sentado no trono e os demais na masmorra. Um imbecil destilando toda a sua ignorância. Quanto a mim, pobre anônimo, dentro ou fora do ‘poder’, nunca fico por baixo. Aliás, sempre estou por cima, já você, deve ser um desses que vivem a bajular e a esperar as migalhas que caem da mesa.

  1. Anônimo disse...:

    Nem estou no poder, nem espero nada dele. Não sou arrogante como você, mas vivo longe de todo esse lamaçal. Poderia até ser um Lázaro da vida e me conformar com as migalhas que caem da mesa, se essas fossem as sobras de um trabalho honrado e sério que prescindisse da venda de mensagens e textos mentirosas para me manterem numa vida de eterna cobrança do que nunca seria capaz de realizar. Profissão: Blogueiro de cidade do interior do Maranhão. Objetivo de vida: Manter-se às custas de notícias de veracidade duvidosa. Você está mesmo por cima. Num estado como o Maranhão, até fofoqueiros têm destaque. Nada contra os profissionais sérios. E tem deles por aí. Pior, no comentário que originou sua resposta me dirigi a outro Anônimo morador do bairro. Mas a carapuça caiu como uma luva...Gooaalll. De placa.

  1. claudio saba disse...:

    Sendo ofensivo contra mim ou contra qualquer comentarista do blog, tenho o direito de dar as devidas respostas. Apesar de ser mais covarde anônimo, publico suas baboseiras com o maior prazer para que todos vejam como agem os covardes. “Não está no poder?”, “Não espera nada dele?”. Conta outra, meu filho. Você é só mais um dos bajuladores que se contentam em levar uma vida medíocre e envergonhada para receber um mísero mensalinho no final do mês. Quanto a ser blogueiro de cidade do interior do Maranhão, faço isso com um prazer que você nem imagina, pois amo minha cidade e não penso em sair dela nunca. Ah! Meu objetivo na vida é um só: continuar sendo eu mesmo.

  1. Anônimo disse...:

    Muito bom Sabá. Pelo menos publicou o que antes era impublicável. 1.11 da manhã se tocando com um comentário de um mensaleiro...?!!! Teve mesmo repercussão o comentário do covarde Anônimo. Siga meu amigo, quem não dá prá cela vai ficar na cangalha...

Postar um comentário