Vinda do CQC a Caxias foi motivada por nota debochada e irônica do prefeito Léo Coutinho enviada à TV Band/São Paulo

29.10.14
Prefeito enviou mensagem a Band pedindo uma 
equipe de São Paulo e foi atendido
Quando vi a nota enviada pelo prefeito Léo Coutinho à direção da TV Band em São Paulo no último dia 18, onde ele explicava e tentava desqualificar a afiliada local sobre a reportagem da morte de recém-nascidos na Maternidade Carmosina Coutinho, registrei no blog (relembre clicando aqui) a forma debochada, irônica e até engraçada de tentar confundir a emissora paulista desqualificando o proprietário da repetidora em Caxias.

A propósito, a TV Band Caxias é de propriedade do Sr. Paulo Marinho, ex-deputado federal cassado por corrupção e que responde a mais de 300 processos nas esferas cíveis, criminais, trabalhistas e da família, tanto na justiça estadual como na federal, e acaba de perder a sétima eleição consecutiva na cidade”, disse Léo Coutinho em determinado trecho da mensagem politizando um assunto sobre gestão de um hospital e a morte de crianças.

Aqui em Caxias existe um ditado “de Olho no óleo, de olho na Band”- referência jocosa ao fato da emissora trabalhar com gerador a diesel, visto que teve a energia cortada pela concessionária elétrica com dívidas superiores a 1 milhão de reais”, continuou o prefeito querendo conseguir fazer graça sobre o fato da Band local ter sua energia fornecida através de um gerador.

No final da nota enviada à Band, Léo Coutinho diz que a versão verdadeira sobre as mortes na Carmosina Coutinho “podem ser checados in loco por equipe da TV Band São Paulo, já que a TV Band Caxias não tem qualquer credibilidade em Caxias”, dizia o prefeito para em seguida reforçar o convite: “Convido V.Sas. Enviar equipe de sua TV para que possamos demonstrar que as informações divulgadas são absolutamente falsas e que podemos provar o que afirmamos acima”.

Pois bem, o convite foi feito e a equipe da empresa paulista veio a Caxias, mas, infelizmente, o prefeito não quis dar sua versão dos fatos e tentou ser engraçado com o experiente humorista, o que acabou não dando certo.

Não acredito que Léo Coutinho tenha sido o autor desta nota sórdida e descabida que motivou a vinda do CQC, pois não se espera de um gestor de uma cidade do porte de Caxias uma postura tão rasteira e desapropriada diante de um assunto tão delicado que é a morte de dezenas de crianças.

Ainda não consegui saber quem foi o jerico que fez a tal nota, mas Léo Coutinho deve arcar com as consequências de ter assinado tal documento, pois ele já é adulto suficiente para saber que não se cutuca onça com vara curta.

Centenas de denúncias já foram feitas ao programa CQC sobre os desmandos em Caxias, mas nenhuma conseguiu chamar a atenção da produção do programa. Ainda bem que o prefeito obteve êxito onde muitos falharam.

Na próxima segunda-feira, dia 03, exatamente às 22:00h, saberemos o resultado da tal nota enviada a Band através da matéria que será veiculada no CQC.

Alguém tem ideia de qual mente brilhante saiu aquela nota debochada e rasteira para explicar a morte de dezenas de crianças?

Com certeza o autor merece um aumento salarial

10 comentários:

  1. Evandro Sergio disse...:

    Bom dia nobre colunista!!!

    É lamentável que isso "ainda" veem acontecendo em nossa cidade, falo isso porque fui vitima cruel e lastimável, a vida de minha filha foi ceifada e brutalmente interrompida naquele matadouro de crianças e vidas!! Mas a justiça dos homem falham, mas a divina nunca, quem sabe o fato de que o idealizador desse projeto macabro estar passando por terríveis seções de "químio" não seja pagando alguma conta do passado "vianiano", ou pela crueldade de tirar vidas "CRIANÇAS". São meus votos de protesto, essa dor que sinto, nunca e jamais esquecerei. FATO

  1. Anônimo disse...:

    VEJAM SÓ, ASSITO O CQC CONSTATEMENTE E SEMPRE ME PERGUNTAVA SE UM DIA CQC VINHA A CAXIAS, ME SUPRIENDI COM A VINDA DESTE PROGRAMA QUE SEMPRE DEIXA SUA MENSAGEM DE COBRANÇAS QUE DEVERIA SER REALIZADAS POR NÓS CAXIENSE, VEJA O PROGRAMA VEIO DE SÃO PAULO PARA FALAR A NOSSO FAVOR E NOS EM CAXIAS NÃO FAZEMOS NADA, ACORDA CAXIAS, NEM COUTINHOS E NEM MARINHOS!

  1. Anônimo disse...:

    Mais tem que ver que o índice de 115 de infanticídio não e só de Caxias
    São de outros município s que vem parir na maternidade Carmosina Coutinhoe as gestantesvnem se que faz o pre-natal.

  1. Anônimo disse...:

    Por que será que o prefeito Léo Coutinho não arrochou o CQC?! KKKKKKKKKKKKKKKK... ME MATO... KKKKKKKKK

  1. Anônimo disse...:

    BOM SERIA SE A EQUIPE DO CQC DESSE UMA PASSADINHA EM TIMON P CONVERSAR C O PREFEITO DE LÁ TAMBEM.

  1. Anônimo disse...:

    AGORA SIM VAI VIRAR NOTÍCIA MONSTRO DA SOBERBA !!!

  1. Anônimo disse...:

    kkkkkkk dei muitas gargalhadas de video desse prefeito....Prefeito fraquimmmm...kkkk....Arrocha CQC....KKKK

    ASS: JOVEM MORADOR DO BAIRRO

  1. Anônimo disse...:

    Jornalismo é a atividade profissional que consiste em lidar com notícias, dados factuais e divulgação de informações. Também define-se o Jornalismo como a prática de coletar, redigir, editar e publicar informações sobre eventos atuais. Jornalismo é uma atividade de Comunicação.1 Em uma sociedade moderna, os meios de comunicação tornaram-se os principais fornecedores de informação e opinião sobre assuntos públicos

    HUMORISMO - A comédia é o uso de humor nas artes cênicas. Também pode estar presente em um espetáculo, história, ou até mesmo um filme, que recorre intensivamente ao humor. De forma geral, "comédia" é o que é engraçado, que faz rir.

    Pergunto? tratar um assunto sério desses como se fosse uma comédia é correto?

  1. Anônimo disse...:

    Olha concordo pelo o que ele veio falar a respeito do acontecido na carmosina mais para chamarmos de porcos e burros ha nao ai es de mais fala serio que porra é essa.

  1. hugo gabriel disse...:

    Olá pessoal, tô aqui em Salvador, e , assisti ao CQC falando da reportagem em Caxias sobre a morte das crianças. Pra mim, é mais uma aberração dessas administrações fracas conseguidas através da compra de votos. E de um povo que se vende fácil, que se acovarda na hora de votar. Pena que quem paga são os filhos destes. O prefeito é fraco, fraquinho. Não consegue nem dar meia explicação. Kkkkkkkkkk e, tomando umas ai fica pior. KKkkkk.

Postar um comentário