Flávio Dino irá apresentar equipe de transição ainda esta semana

7.10.14
O governador eleito garantiu que irá fazer um bom governo, primando pela boa aplicação de recursos públicos.

O candidato eleito classificou como um momento especial na política maranhense. “Esse é um momento muito especial na política maranhense. Nós, hoje, viramos a página do passado e o nosso estado finalmente entra no século XXI. Derrotamos para sempre o coronelismo e o regime oligárquico no nosso estado, vamos viver ares democráticos e republicanos, uma vitória que tem o sabor da força do povo”, disse Flávio Dino.

Dino agradeceu principalmente a população que o elegeu. “A sociedade caminhou conosco, eu quero deixar uma mensagem de agradecimento ao povo simples e humilde do Maranhão. Foi esse povo simples e humilde, normalmente condenado a ser sem voz, sem vez e à invisibilidade, que se mobilizou e nos conduziu a essa grande vitória”, ressaltou.

Entre os outros agradecimentos, Flávio Dino lembrou das alianças políticas efetivadas para garantir a eleição. “Cabe a mim agradecer aos nossos aliados políticos porque sem eles a vitória não viria, muito especialmente a presença do senador Roberto Rocha, que compôs conosco, agradecer o nosso candidato a vice-governador Carlos Brandão, saudar todos os prefeitos que nos apoiaram em todo o Maranhão, na pessoa do prefeito Edvaldo Holanda Júnior. Aqui estão os dois comandantes dessa caminhada, o presidente do meu partido Márcio Jerry e deputado Marcelo Tavares, coordenador político da nossa campanha, que abriu mão da sua candidatura para cuidar da campanha”, agradeceu.

O governador eleito garantiu que irá fazer um bom governo, primando pela boa aplicação de recursos públicos. “Vamos fazer um governo bom, belo, simples, governo com pé no chão e revolucionário com tudo isso. Governo que vai garantir boa aplicação dos recursos públicos, combater a corrupção, tirar o nosso estado das páginas policiais, enfrentar os maus indicadores sociais do Maranhão”, lembrou.

SEGUNDO TURNO

Em relação à composição do secretariado e ao apoio no segundo turno, Flávio Dino disse que ainda não definiu e que isso dependerá de conversas. “Nós vamos consultar os nove partidos que nos apoiaram e mais os petistas que nos apoiaram e também outros partidos que tivemos apoios. Todos eles passam a comandar o condomínio. Em relação presidente, vamos consultar também aos partidos que nos apoiaram, porque fizemos uma aliança bastante heterogênea”, disse.

TRANSIÇÃO

Flávio Dino diz que tem uma boa expectativa para a transição de governo e acredita que a governadora Roseana cumprirá o seu dever de repassar as informações necessárias. “Como cristão eu sou um otimista, tenho muita fé, espero muito que a governadora Roseana e toda a sua equipe nos ajudem naquilo que é dever legal, que é exatamente prestar as informações necessárias daquilo que precisamos”, disse.

Dino garantiu que o anúncio da equipe de transição sairá ainda nesta semana.

PRIMEIRAS MEDIDAS

Entre as primeiras medidas, Flávio diz que irá providenciar que haja uma boa transição. “Queremos garantir uma transição tranquila, com informações e dados que nos permitam assumir o comando do governo do estado, a partir de primeiro de janeiro”. “Em relação a primeiro de janeiro, vamos anunciar um conjunto de medidas, as preocupações centrais são: transparência, probidade, combate à corrupção e mostrar ao povo do Maranhão que a partir do dia 1º haverá governador honesto”, ressaltou.

O VICE

Carlos Brandão, vice-governador eleito, agradeceu a todos e falou sobre as dificuldades de ter consolidado a aliança. “Quero dizer da minha alegria de fazer parte desse projeto. Todos vocês sabem da minha luta enquanto presidente do PSDB. O partido estava divido e a grande maioria não queria fazer parte desse projeto e aos poucos convencemos e conseguimos marcharmos juntos”, lembrou.

Brandão se disse honrado em fazer parte do grupo. “Fico honrado em fazer parte dessa chapa. Sinto-me com responsabilidade imensa. Coloco toda a minha experiência administrativa para contribuir com esse projeto”, disse.

O SENADOR

Quem também foi eleito, junto com Flávio Dino, foi o senador apoiado por ele, Roberto Rocha (PSB). O senador eleito ressaltou que esse é um momento único. “Essa data vai ficar para a história, do Maranhão e do Brasil, estamos mudando a forma de governar, de fazer política no Maranhão, fazendo com que o único beneficiado seja o povo humilde do Maranhão”, pontuou.

Rocha disse que a vitória não foi fácil, e agradeceu aos envolvidos. “Quero agradecer muito. Foi uma batalha muito dura, a eleição para senador é uma eleição muito importante para o grupo que está no Poder há muito tempo, todos aqui sabem disso. Foi uma luta de Davi contra Golias. Eu quero agradecer aos eleitores do nosso estado. E aos nove partidos, que de forma coesa atuaram em favor da vitória de todos nós”, disse. (O Imparcial)

1 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    mais provavelmente não vai ser aprovado.

Postar um comentário