Ex-prefeito Chico Leitoa leva a melhor e suas contas foram aprovadas pela Câmara Municipal de Timon

12.12.13
Ex-prefeito de Timon, Chico Leitoa
Em sessão extraordinária movimentada na manhã desta quinta-feira (12), a Câmara Municipal de Timon, aprovou com tranquilidade de votos as contas dos exercícios financeiros dos anos de 1995 e 2001 da gestão do então prefeito Chico Leitoa (PDT), cujo resultado ficou assim definido: 13 votos favoráveis, uma abstenção e cinco ausências. Nesta mesma ocasião, os vereadores aprovaram o projeto que trata da Lei Orçamentária referente ao exercício financeiro de 2014, incluindo todas as despesas oriundas do Executivo Municipal.

Vereadores em plenário durante a sessão extraordinária de hoje (12) (Imagem: Ludwig Almeida)
Dos 19 vereadores existentes na CMT, apenas 14 compareceram à votação. Durante o processo de votação aberta, o vereador Francisco Torres (DEM), foi o único a se abster. Já os vereadores Jair Mayner (PSB), Tuá (PMN), Ivan Saborear (PTB), Kennedy Gedeon (PRP), José Carlos Assunção (PP), Celso Tacoani (PC do B), Dr. Torquato (PR), Juarez Morais (SDD), Kaká do Frigo Sá (PSB), Goleiro Branco (PDT), Gian da Solnascente (PDT), Chagas Cigarreiro (PSB) e Raimundo Novaterra (PDT), votaram pela aprovação das contas do ex-prefeito Chico Leitoa. Enquanto isso, os vereadores Itamar Barbosa (PSL), Marco Lago (PTC), Thales Waquim (PMDB), Leandro Bello (DEM) e Antônio Pimentel – Biú (PRB) preferiram não comparecer à sede da Câmara Municipal.

Esses resultados demonstraram a força política exercida pelo prefeito Luciano Leitoa (PSB), junto ao Poder Legislativo. Diante disso, os Poderes Executivo e Legislativo em Timon estão atuando com absoluta harmonia. Assim, fica evidente que a oposição está vez mais fragilizada apenas com os vereadores Thalles Waquim e Biú. Eles devem estar sentindo na pele o que sofreu Uilma Resende quando era uma voz rouca na CMT, durante o segundo governo da prefeita Socorro Waquim (PMDB). Ou melhor, sozinho, sem força para nada. (Fonte: Ademar Sousa)

0 comentários:

Postar um comentário